• Articulista Natália F. Jonas

Dica Saudável | Óleo de Gergelim | Um verdadeiro skin food



Óleo de gergelim: remédio natural utilizado a centenas de anos


Nome científico: Sesamum indicum

Nome popular: Óleo de gergilim

Família: Pedaliaceae.

Parte Utilizada: Semente

Composição Química: Compõem o óleo, a sesamina, a sesamolina e o sesamol, que tem propriedades antioxidantes, que transmite ao óleo elevada estabilidade e age contra os radicais livres. O óleo de gergelim possui muitas qualidades presentes nos ácidos graxos ômega 6, ômega 3 e ômega 9.



O gergelim é um oleaginosa do gênero Sesamum cultivada desde os tempos antigos e vem sendo utilizada há centenas de anos como remédio natural. Das sementes, é extraído um óleo vegetal por prensagem a frio, um verdadeiro alimento para a pele e corpo. Hoje na Dica Saudável vamos conhecer um pouco mais sobre esse óleo vegetal, suas propriedades e indicações de uso para desfrutarmos de momentos de autocuidado.


Um verdadeiro skin food, possuindo ligninas, sesamina, vitaminas A, B, C e E e alto teor de ácidos graxos insaturados ( como o ácido oléico e linoléico, conhecidos como ômega 9 e ômega 6). Um óleo com alta estabilidade e rico em antioxidantes, podendo ser utilizado tanto para o organismo interno, por meio da ingestão (o Óleo de Gergelim da Sésamo Real é um exemplo de versão adequada ao uso alimentar), quanto para o organismo externo (corpo, rosto e cabelos - o Óleo de Gergelim da Terra Flor é um exemplo), em formulações cosméticas e puro, para saúde e beleza.


Seu uso tópico (no organismo externo) é indicado para manutenção, proteção e nutrição da pele e dos cabelos graças a sua riqueza em princípios ativos. Sob uma perspectiva ayurvédica, o óleo de gergelim tem uma qualidade doce, picante, adstringente e amarga, com efeito de aquecimento. É um verdadeiro remédio natural e possui propriedades antibacterianas, anti-inflamatórias e antioxidantes.


A semente de gergelim, Sesamum indicum, é pequenina, mas muito poderosa. Cada semente de gergelim é protegida por uma casca externa que se abre naturalmente quando a semente amadurece (dando origem à frase “Abre-te Sésamo”).



Já pensou em seus cosméticos como um alimento para a pele e cabelos?

SKIN FOOD: Alimentos para a pele


Cosméticos que também são ingredientes da sua cozinha para nos convidar a refletir: se não podemos comer, por que poderíamos passar na pele e cabelos?


O conceito “skin food” ou, em português, “alimento para a pele”, é literalmente alimentar nossa pele, o maior órgão do nosso corpo, com cosméticos que também possamos ingerir. Claro que nem todos os produtos são agradáveis de comer como o óleo vegetal de gergelim, mas é um convite para refletir sobre o que é saudável para nossa pele também deve ser saudável para o organismo inteiro.


Nossa pele é um manto com permeabilidade seletiva, absorvendo e interagindo com as substâncias que aplicamos na superfície. Com o auxílio da natureza, Skin Food diz respeito a ingredientes cosméticos que nutrem, ou seja, levam da pele para dentro ingredientes importantes para nosso organismo que, claro, se refletem em uma pele luminosa, macia e saudável.


O óleo de gergelim pode possuir diversas propriedades, como:

  • Diminuição da pressão arterial;

  • Hidratação e maciez;

  • Antienvelhecimento;

  • Combate diversos tipos de microrganismos: é eficaz contra alguns patogênicos que podem atacar a pele e causar infecções provocadas por fungos, bem como contra estafilococos e estreptococos;

  • Anti-inflamatório: trata-se de um anti-inflamatório natural adequado para o cuidado e para a proteção da pele. O óleo de gergelim é facilmente absorvido pelo nosso corpo;

  • Rico em vitaminas: em particular vitamina A, vitamina E e vitaminas do grupo B (B1, B2, B3);

  • Antioxidante: a presença de algumas das vitaminas mencionadas e outros elementos, como o selênio, o tornam um produto natural com fortes qualidades antioxidantes;

  • Rico em sais minerais: especialmente magnésio, fósforo e cálcio;

  • Regula o desenvolvimento celular;

  • Rico em ácidos graxos insaturados (ômega 6 e ômega 9);

  • Uma característica importante desse óleo é que ele é estável, ou seja, não corre o risco de ficar rançoso se for armazenado à temperatura ambiente, como pode acontecer no caso do óleo de linhaça;


Características botânicas


O gergelim ou sésamo é uma planta anual herbácea, gamopétala, originária do Oriente, pertencente a família das Pedaliáceas, com propriedades medicinais, de flores alvas, róseas ou vermelhas, hemafroditas, malcheirosas, dispostas nas axilas das folhas, e cujo fruto é cápsula ou baga oblonga, pubescente, com sementes oleaginosas, pequenas, amarelas, alvas ou pretas, arredondadas e levemente comprimidas. É cultivada na Ásia tropical por causa de suas sementes, que fornecem até 50% de óleo.

É uma planta de clima tropical e subtropical, anual, com ou sem ramificação, de 0,5 a 3,0 metros de altura e tem boa tolerância a seca; as folhas são inteiras, cor verde-clara e verde-escura, formato oval, com tamanhos diferentes em função de variedades, fertilidade do solo e clima. As sementes são lisas, pequenas, de cores branca, creme ou preta – as plantas se desenvolvem e produzem bem em condições de clima ameno a quente e solos férteis, profundos, bem drenados e com boa disponibilidade de água durante o desenvolvimento vegetativo.

Historia de uso/ Utilização popular


O óleo de gergelim, chamado óleo “til” em sânscrito, é conhecido desde os tempos védicos. O antigo estudioso ayurvédico Charaka, em seu conhecido tratado sobre Ayurveda, afirma que é o melhor de todos os óleos


Diversos são os relatos históricos com o óleo vegetal de gergelim, sendo um dos óleos utilizados a mais tempos, conhecido pelos antigos egípcios, juntamente com o óleo de oliva. Alguns desenhos de Heródoto Grego (484 – 425 a.C) demonstram que, na Babilonia, o óleo de gergelim era o óleo alimentar mais consumido, sendo também utilizado para fins medicinais. Na Ilíada, de Homero, diz-se que a deusa Hera esfregava sua pele com óleo de gergelim para seduzir Páris, um dos heróis da Guerra de Troia.


Um dos óleos utilizados há mais tempo é o de gergelim, citado até na Ilíada de Homero

O gergelim tem sua origem atrelada à antiga Mesopotâmia, à Índia e à África, sendo cultivado nessas regiões há milhares de anos, mas desde algum tempo foi levado para a China, Japão e países do Mediterrâneo. O óleo de gergelim possui três tipos diferentes: o prensado a frio (que apresenta um sabor agradável do próprio gergelim); o óleo refinado (que possui sabor neutro); e o óleo elaborado a partir do gergelim torrado (que é muito intenso). Este último é muito utilizado na cozinha asiática, principalmente nos pratos elaborados na tradicional panela, a wok.



Benefícios do óleo vegetal de gergelim


Os benefícios do óleo de gergelim incluem sua capacidade de melhorar o cabelo e a pele, estimula um forte crescimento dos ossos, reduz a pressão arterial, aumenta a saúde do coração, controla a ansiedade e depressão, protege a saúde infantil, aumenta a sua saúde bucal, preveni o câncer, melhora o processo digestivo, e inflamação inferior.


>>PELE

O óleo de gergelim é rico em zinco, que é um dos minerais mais importantes no corpo para a sua pele. Ele pode aumentar a elasticidade da pele e a suavidade, ajudando a reduzir o aparecimento de manchas no decorrer da idade e eliminar problemas de pele, incluindo o envelhecimento prematuro. O óleo de gergelim pode também ser usado como um filtro solar uma vez que cria uma camada de proteção sobre a pele, que é outra maneira de proteger o organismo contra substâncias estranhas ou toxinas que ficam no meio da pele. algumas culturas, o óleo de gergelim tem ainda sido utilizado para o tratamento de doenças causadas por fungos na pele


>>CABELOS

O óleo de gergelim tem sido tradicionalmente usado para melhorar a saúde dos cabelos. Ele pode ajudar a escurecer a cor do cabelo e também eliminar a perda de cabelo. Além disso, os efeitos anti-bacterianos do óleo de gergelim pode ajudar a eliminar qualquer um dos patógenos ou corpos estranhos que podem atacar o seu couro cabeludo ou cabelo.


>> SAÚDE DO CORAÇÃO

Como a maioria dos óleos vegetais, o óleo de gergelim é tão útil e delicioso em alimentos devido ao seu conteúdo de ácidos graxos. O óleo de gergelim contém uma grande variedade de ácidos graxos poli-insaturados, incluindo sesamol e sesamina. Isso pode manter o sistema cardiovascular equilibrado e mantém os níveis de colesterol baixo. Ele também pode deixar cair os níveis de colesterol que o corpo já possui, reduzindo assim a aterosclerose. Isto significa que você está mais bem protegido de ataques cardíacos e derrames se adicionar óleo de gergelim na sua dieta.


>> CRESCIMENTO ÓSSEO

Existem muitos minerais importantes, que podem ser encontrados no óleo de gergelim, em especial o cobre, zinco e cálcio. Esses três minerais são essenciais para o crescimento dos ossos do corpo, o que significa que, ao manter um nível adequado de óleo de gergelim em sua dieta, você pode ajudar a aumentar a taxa do crescimento ósseo e desenvolvimento. Conforme você envelhece, o óleo de gergelim pode ajudar a evitar a osteoporose e várias outras deficiências relacionadas com a idade dos ossos. A ansiedade e a depressão: A tirosina é um aminoácido que se encontra em quantidades relativamente elevadas no óleo de gergelim. A tirosina foi conectado diretamente a atividade da serotonina que é liberada no cérebro, o que pode ajudar a melhorar o humor, inundando o corpo com enzimas e hormônios que fazem uma pessoa se sentir feliz. Em outras palavras, quando você está sofrendo de ansiedade ou depressão, o óleo de gergelim pode ajudar a darlhe um impulso positivo na direção certa e transformar o seu humor ao redor!


>> SAÚDE BUCAL

O óleo de gergelim é altamente recomendado por profissionais de odontologia por causa de um processo chamado de óleo de puxar, e colocado o óleo em sua boca e, em seguida, balançando-a em torno antes de cuspi-la. Com óleo de gergelim, este processo tem sido diretamente ligada ao dentes mais brancos, baixos níveis da placa bacteriana, e a proteção contra certos mutantes estreptococos que podem nos fazer muito mal. Os efeitos antibacterianos poderosos deste óleo são a principal causa deste aumento na saúde bucal.


>> PREVENÇÃO DO CÂNCER

Óleo de gergelim contém um composto orgânico chamado fitato, que foi diretamente ligado a uma redução no desenvolvimento de câncer. Além disso, os níveis de magnésio no óleo de gergelim são anormalmente elevados, é um mineral essencial, e está diretamente ligado as chances de reduzir o câncer colo retal. O teor de cálcio também é muito benéfico para a prevenção do câncer de cólon. Circulação e Metabolismo: Os altos teores de cobre e de zinco significa que o corpo é capaz de funcionar nos seus níveis ótimos, principalmente porque o cobre é necessário para a produção de células vermelhas do sangue. Com a porcentagem significativa de cobre no óleo de gergelim, o seu corpo tem a certeza de obter a quantidade de sangue que flui para os órgãos e tecidos, garantindo um estilo de vida com muita energia e mais saudável.


>> INFLAMAÇÃO

O cobre é naturalmente uma substância anti-inflamatória, e os níveis elevados de cobre encontrados no óleo de gergelim podem ajudar a reduzir a inflamação e o desconforto de várias condições, tais como a gota e artrite. Ele reduz o inchaço das articulações e fortalece os ossos e vasos sanguíneos, ajudando a manter a sua estrutura forte e resistente por muitos anos, sem que haja inflamação dolorosa.

*Material fornecedor Florien.



Principais Indicações


O óleo de gergelim é um remédio muito versátil, você pode experimentar sua eficácia em casos de:

  • queimaduras solares

  • pele do rosto seca

  • rugas

  • acne

  • para obter uma leve proteção natural da pele durante a exposição ao sol

  • massagens energizantes

  • controle das bactérias que causam a caspa

  • rápida cicatrização e proteção contra arranhões e inflamações

  • para acalmar as erupções cutâneas em caso de eczema


Quando usado como alimento, o óleo de gergelim pode ajudar a baixar a pressão arterial e os níveis de açúcar no sangue. O óleo de gergelim é particularmente benéfico para a pele, pois é, como mencionado acima, rico em antioxidantes que ajudam a neutralizar a ação dos radicais livres. A aplicação de óleo de gergelim diretamente na pele também pode contribuir para a prevenção do melanoma.


Quem não gosta particularmente do aroma pode usá-lo diluído em outros óleos mais delicados, como o óleo de amêndoa doce ou o óleo de jojoba.



Remédio ayurvédico


É um dos óleos mais populares no Oriente, muitas vezes utilizado como base para outras formulações de óleos medicinais. O gergelim possui sabor doce, amargo e adstringente, além de propriedades amornantes. Este óleo, segundo a tradição indiana, é indicado nas doenças causadas por Vata e Kapha aumentados e aumenta o Pitta corporal. Esta planta é rica em substâncias antioxidantes, aminoácidos e minerais, sendo indicada em alterações do sistema nervoso, inchaços, pele seca (aumento de Vata ), nutrição dos cabelos (é muito usado para massagem na cabeça ) e reumatismo.


No Ayurveda, o óleo de gergelim é classificado com as seguintes qualidades:

· Balya (promove a força);

· Keshya (promove o crescimento do cabelo);

· Twachya (emoliente);

· Agni janana (aumenta a inteligência);

· Vranashodhana (cicatriza feridas);

· Dantya (fortalece os dentes);

Sugestões de uso


Na Boaformula você encontra o óleo vegetal de gergelim da TerraFlor e o óleo de gergelim para uso culinário da Sésamo Real! Um óleo muito especial para cuidar com todo carinho da sua saúde. Óleo Vegetal 100% natural, extraído por prensagem a frio de insumos de alta qualidade. A extração por prensagem a frio preserva as propriedades e benefícios de óleos vegetais.



>> Tratamento para os pés

O óleo de gergelim é muito útil para suavizar áreas ásperas dos pés e para obter um agradável efeito desodorizante. Para isso, basta que você tenha à disposição uma colher de óleo de gergelim e 5 gotas de óleo essencial de menta. Dilua o óleo essencial no óleo de gergelim, aplique nos pés, calce meias de algodão e deixe agir a noite inteira. De manhã, a suavidade da pele será garantida.



>> Sérum oleoso Pro-Age

Para obter um bom efeito antirrugas, pode-se aplicar uma pequena quantidade de óleo de gergelim no rosto todos os dias. Suas propriedades antioxidantes ajudarão a pele a combater o envelhecimento, dando-lhe nova elasticidade e luminosidade. Para potencializar você pode adicionar uma sinergia de óleos essencial e preparar você mesma um sérum facial pro age com ingredientes 100% naturais e veganos. Nossa sugestão é que utilize uma concentração de 0,5% para o rosto com óleo essencial de olibano, óleo essencial de vetiver e óleo essencial de palmarosa.


Para 30ml, utilize 1 gota de cada óleo essencial. Para não obter efeitos adversos, indicamos que sempre siga as indicações de diluição, lembrando que na Aromaterapia sempre menos é mais. Os óleos essenciais são substancias altamente concentradas e seus benefícios são percebidos a partir da constância de uso e não quantidade.


Receita


· 10ml de óleo de jojoba

· 10ml de óleo de rosa mosqueta

· 10ml de óleo de gergelim

· 1 gota de óleo essencial de olibano

· 1 gota de óleo essencial de vetiver

· 1 gota de óleo essencial de palmarosa


Em um vidro âmbar, misture os óleos vegetais e adicione os óleos essenciais. Aplique no rosto limpo, 2 vezes ao dia.



>> Oleação corporal


O óleo de gergelim é um dos principais remédios benéficos sugeridos pela ayurveda, a medicina tradicional indiana. A ayurveda recomenda massagear todo o corpo com óleo de gergelim e deixá-lo agir 15 minutos antes do banho. Seu efeito sobre a pele é purificador e ajuda a prevenir infecções.


Alguns efeitos observados com essa rotina de automassagem são:


· Aumento na sua capacidade de lidar com o estresse;

· Promoção de força física;

· Nutrição de músculos e ossos;

· Mais conforto nos movimentos articulares;

· Melhora nos padrões de sono;

· Maior intelecto e equilíbrio do sistema nervoso;

· Nutrição de pele e cabelos.


Veja mais aqui.



>> Massagem nos pés


Uma massagem na planta dos pés com este óleo antes de deitar tem forte poder calmante sobre o organismo, favorecendo o sono.



>> Máscara de argila


Você pode adicionar o óleo de gergelim nas suas preparações de mascara de argila! Para peles mais oleosas, é um óleo vegetal muito beneficio, sendo indicado a sinergia com argila verde, hidrolato de melaleuca e 1 gota de óleo essencial de lavanda francesa. Fica uma delicia! No caso da pele seca, você pode preparar com argila branca, hidrolato de gerânio e óleo essencial de sândalo amyris.


Receita:

· 3 colheres de sopa de argila

· 2 colheres de sopa de hidrolato

· 1 gota de óleo essencial

· 10 gotas de óleo vegetal de gergelim


Misture em um pote de cerâmica ou vidro todos os ingredientes até formar uma massa homogênea e cremosa. Com o rosto limpo, aplique sobre a pele e permaneça por até 25minutos. Remova com água e aplique seu tônico e hidratante para finalizar.



>> Óleo pós-sol

Graças à sua característica de ser calmante para queimaduras solares, o óleo de gergelim pode ser usado como óleo pós-sol. Para aumentar seu poder, pode-se misturá-lo com uma colher de sopa de gel de aloe vera e também com óleo essencial de lavanda francesa em concentração de 2% para corpo.


>2% em 10ml é equivalente 4 gotas de óleo essencial.


Receita:

· 30ml de óleo vegetal de gergelim

· 15ml de gel de aloe vera

· 18 gotas de óleo essencial de lavanda francesa


Em um pote de vidro ou cerâmica, adicione o óleo vegetal e o óleo essencial e misture bem. O óleo essencial é lipossolúvel, se dispersando em meio oleoso melhor do que em meio aquoso (gel de aloe vera). Você pode deixar pronto com o gel de aloe vera ou adicionar na hora de utilizar sua sinergia.


*Receita para uso no dia ou em até 3 dias guardando na geladeira. Para maior durabilidade, adicione na hora do uso o gel de aloe vera.


>> Contra as contraturas musculares

Além de utilizá-lo como óleo de massagem tal como é, pode também ser misturado, por exemplo, com gengibre. O óleo de gergelim se presta bem para ser aplicado após o banho, de banheira ou de chuveiro, para aliviar a tensão muscular. Melhor ainda se for ligeiramente aquecido e depois espalhado gentilmente (mas de maneira profunda). Voce pode aquecer o óleo em banho maria, mas cuidado para não se queimar. O óleo essencial de manjerona, hortelã pimenta, eucalipto globulus,lavanda e alecrim são analgésicos e boas opções para trabalhar em sinergias para aliviar contraturas musculares.



>> Receitas com óleo de gergelim


O óleo de gergelim possui um gosto bastante forte e, por isso, é preciso que seja usado com cautela, ainda mais nos primeiros momentos. Por isso, é importante lembrar que o óleo de gergelim talvez não seja a melhor escolha para frituras, por exemplo, mas pode ser uma boa ideia na hora de refogar legumes, verduras, cebolas e olho que serão usados em outras receitas, etc. O óleo de gergelim confere um aroma mais amendoado aos pratos.

Um dos maiores benefícios do óleo de gergelim em relação ao azeite fica por conta do ponto de fumaça, que é definido como a temperatura a partir da qual um determinado óleo ou gordura passa a liberar compostos tóxicos. Enquanto no azeite o ponto de fumaça se inicia quando o óleo é aquecido a 160o C, o óleo de gergelim pode ser aquecido até 210oC sem trazer riscos à saúde. Vá experimentando o óleo de gergelim e veja se o gosto lhe agrada e de que maneira você prefere utilizá-lo. A partir daí, é só começar a procurar novas receitas e incrementar antigas.



Tofu Grelhado com óleo de gergelim


O tofu é um tipo de queijo feito a partir do leite de soja. Ele teve origem há mais de 2 mil anos na China, com significativos benefícios para a saúde, como fornecer todos os aminoácidos essenciais (proteínas) e nutrientes. Há quem diga que não gosta de receitas de tofu devido a sua textura, nosso convite é você experienciar uma receita deliciosa para descontruir esse pensamento e adicionar esse queijo vegano na sua alimentação. Pratico e fácil de preparar, pode ser adicionado a suas receitas usuais e lanches.


Ingredientes

· 250 gramas de tofu

· 3 colheres de sopa de psysilium

· 2 colheres de chá de cúrcuma em pó

· 2 colheres de sopa de gergelim

· 1 colher de sopa de óleo de gergelim

· 1 colher de sopa de azeite de oliva


Modo de preparo

Empane o tofu na cúrcuma, psylium e no gergelim. Depois, grelhe em uma frigideira antiaderente com os óleos ou em uma fritadeira sem óleo. Em seguida, é só aproveitar o tofu com gergelim por si só ou com molhos.




*CUIDADOS: O óleo de gergelim é hipotensor, possuindo um efeito de diminuição de pressão arterial significativo dependendo da dosagem e organismo. Tanto a semente quanto o óleo de gergelim devem ser evitados do ponto de vista ayurvédico se houver excesso de calor no corpo, bem como excesso de ama (acúmulo tóxico) ou congestão. É indicado que você consulte um profissional da saúde antes de utilizar o consumo interno. Sempre indicamos que leia os rótulos para se certificar que o produto que está comprando é 100% natural e puro, livre de componentes nocivos à saúde. As propriedades e benefícios que trouxemos foi a partir de uma revisão bibliográfica de fornecedores, artigos científicos e livros.

* Segurança e responsabilidade são os primeiros passos para usufruir de todos os benefícios que os óleos essenciais oferecem, então sempre dilua! Em caso de tratamento específico, busque um(a) profissional com capacitação adequada em aromaterapia e auxílio médico se for o caso!



Descarte

O descarte indevido de óleos provoca sérios impactos ambientais, principalmente na questão de contaminação da água. Dessa forma, o descarte de óleos vegetais em ralos e pias é inadequado, pois pode causar diversos riscos ambientais e, também, entupimento nos encanamentos. Portanto, em caso de descarte, procure pelo local correto para esses produtos, coloque os resíduos de óleo em um recipiente plástico e leve-os a um ponto de descarte para que o óleo possa ser reciclado.


Bibliografia:

Material fornecedor Florien e Terra Flor

Artigos Cientificos

Ecycle

Portal São Francisco

www.ibrafe.org





A sua saúde em boas mãos.

374 visualizações0 comentário