Dica Saudável | Vitamina B12 e Saúde

1 Jun 2018

 

 

 

 


VITAMINA B12 E SAÚDE

 

 

O que é a vitamina B12?

 

A vitamina B12 pertence ao grupo das cobalaminas, denominação que remete para os seus iões de cobalto positivos centrais e esses são os únicos compostos naturais que contêm cobalto. A vitamina B12 e a cobalamina são sinônimos, são substâncias cristalinas, sem odor, de cor vermelha escura, sensíveis ao calor e á luz. No organismo, apresenta geralmente a forma de metilcobalamina. Nas mitocôndrias, ou centro das células, a cobalamina toma a forma de adenosilcobalamina (com metilcalonil-CoA mutase e leucina mutase), também denominada de cobabamida.

 

A vitamina B12 é produzida pelos micro-organismos na terra, em algumas algas e, em especial, no organismo de humanos e animais. Nos ruminantes, a vitamina é formada no rúmen, tornando o consumo exterior desnecessário. Outros herbívoros recolhem pequenas quantidades de vitamina B12 do solo. No caso dos humanos a vitamina B12 é produzida endógenamente por bactérias intestinais, no entanto, elas não estão passíveis de ser absorvidas pelo corpo. Esse fator torna o homem dependente da alimentação para preencher as necessidades de vitamina B12.

 

 

A importância e efeitos da vitamina B12

 

A vitamina B12, ou cobalamina, é um composto exclusivamente sintetizado por micro-organismos e atualmente é muito utilizado como um agente terapêutico devido á sua importância para a saúde.  A vitamina B12 tem influência em praticamente todas as áreas do organismo humano, ela é uma coenzima necessária para o metabolismo de todas as células reprodutivas e particularmente importante na formação do sangue, proteção dos nervos, multiplicação das células, sintetização do ADN, além de apoiar a produção de neurotransmissores, criação de energia e o metabolismo proteico. É especialmente relevante também na manutenção dos nervos, do equilíbrio energético e da saúde mental, a vitamina B12 vem ganhando um grande destaque e importância no tratamento de várias doenças.

 

 

Deficiência de B12

 

A B12 é essencial para a saúde e é uma vitamina que o nosso corpo não é capaz de produzir sozinho, por isso é importante absorvê-la a partir dos alimentos e suplementação. As deficiências de longo prazo podem ser compensadas rapidamente em indivíduos saudáveis. Na verdade, o nosso organismo tem uma grande reserva de cobalamina (vitamina B12) no fígado. No entanto, o esgotamento gradual dessas reservas leva á deficiência, o que tem consequências muito graves e muito variadas em nosso organismo. O processo de desgaste pode-se desenvolver durante anos quando os sintomas de deficiência não são compensados.

 

Além disso, é sabido que os sintomas de deficiência podem aparecer muito antes do esgotamento total. Devido á grande variedade de possíveis sintomas que a deficiência de vitamina pode criar, eles são muitas vezes ignorados ou mal diagnosticados.

 

As razões mais habituais para este desequilíbrio estão relacionadas com falhas no processo de absorção da vitamina. A deficiência tem uma evolução rápida quando existem distúrbios nas mucosas gástricas e intestinais ou quando são ingeridos medicamentos que bloqueiam os seus processos.

 

Em outros casos, não são consumidas quantidades suficientes de vitamina B12 para as necessidades do organismo.  Em determinadas circunstâncias, o organismo processa uma quantidade mais elevada da vitamina, e em outras não são consumidos produtos de origem animal em quantidade suficiente. Mesmo dietas consideradas saudáveis apresentam em muitos casos um teor baixo de vitamina B12. Vegans e vegetarianos, em especial,  são grupos que apresentam grandes dificuldades em atingir os valores mínimos necessários para o equilíbrio dos níveis da vitamina, pois as suas dietas se baseiam em alimentos de origem vegetal. 

 

 

Primeiros sintomas de carência

 

Como aparecem os primeiros sintomas de deficiência de vitamina B12? Esta molécula está envolvida em numerosos processos e funções do nosso corpo:

  • Síntese do ADN; 

  • Mitose (divisão celular);

  • Formação dos glóbulos sanguíneos;

  • Síntese de hormonas e de neurotransmissores;

  • Protecção dos filamentos nervosos na medula espinhal e no cérebro (mielina);

  • Reciclagem da homocisteína.

 

Em caso de deficiência, todas essas áreas críticas são perturbadas. Por exemplo, desequilíbrios na formação das células sanguíneas podem levar a fadiga crônica. A síntese conturbada de hormônios e neurotransmissores pode levar a muitos problemas psicológicos e á deterioração do sistema nervoso (desmielinização). Esses distúrbios podem causar vários tipos de dores e até mesmo a paralisia no corpo. Isto explica a grande variedade de distúrbios que podem ocorrer em situações de deficiência. Os sintomas mais comuns são classificados de acordo com quatro categorias:

  • Problemas do sistema nervoso: dor, formigamento, problemas de coordenação, perda de memória;

  • Anemia: perda de força, fraqueza imunológica, fadiga crônica, dificuldade de concentração;

  • Problemas síntese de neurotransmissores e hormônios: distúrbios psicológicos, depressão, psicose;

  • Problemas digestivos: obstipação, diarreia, inflamação da boca e ou gastrointestinais.

 

 

Deficiência de B12: os sintomas não são específicos

 

Infelizmente, os sintomas leves (mas também as manifestações mais graves) de deficiência de B12 não são específicos e, portanto, são muito difíceis de relacionar diretamente com a B12. Os efeitos e extensão dos sintomas são relativamente novos e desconhecidos. As análises de vitamina B12 eram incomuns no passado e se tornaram mais frequentes nos últimos quinze anos. No entanto, o diagnóstico está a melhorar, porque esse é uma questão que está ganhando popularidade e que é objeto de muitos estudos recentes.

 

Por sintomas graves não são fáceis de se relacionar com a deficiência de vitamina B12 é o fato de que este elemento tem um papel fundamental em nosso corpo e ele realmente não existe de sintomas francas. A vitamina B12 tem um domínio de aplicação muito profundo em nosso corpo, que se manifesta na particularmente complexa e variada superfície.

 

Os sintomas de deficiência de B12 não são unilaterais: há muitos outros elementos que podem intervir no aparecimento dos sintomas. É também por isso o aparecimento de um distúrbio particular não permite afirmar com certeza que existe uma deficiência. Pelo contrário, na presença de um ou mais sintomas listados abaixo, é recomendada uma análise do teor de vitamina B12. Em caso de dúvida, tem sido demonstrado que tomar comprimidos de vitamina B12 de forma preventiva é benéfico pois não pode, em qualquer caso, ter efeitos colaterais (exceto casos raríssimos), pois a excedente é facilmente eliminada pelo trabalho dos rins.

 

 

Sintomas de carência leve de vitamina B12

 

Sintomas psicológicos

 

  • Perda de líbido

  • Problemas de concentração

  • Irritabilidade

  • Flutuações de humor

  • Nervosismo

 

Sintomas físicos

  • Imunidade enfraquecida, sensibilidade a infeções

  • Exaustão, fadiga crônica

  • Perda de força

  • Inflamações da boca (úlceras da boca) ou gastrointestinais

  • Lábios rachados

  • Problemas de apetite

  • Palidez

 

 

Sintomas de carência grave de vitamina B12

 

Sintomas psicológicos

  • Depressão

  • Ansiedade

  • Apatia

  • Problemas de memória

  • Confusão mental

  • Demência senil

  • Psicose

  • Alucinações

  • Problemas do sono (insónia)

  • Problemas de personalidade

 

Sintomas físicos

  • Anemia

  • Deterioração do intestino

  • Dores nervosas

  • Formigamento

  • Problemas de motricidade (marcha, movimento, coordenação)

  • Vertigens, desmaios

  • Friagens

  • Problemas de audição

  • Paralisia

  • Artériosclerose

  • Infarte

  • AVC

  • Problemas de visão, deterioração da retina

  • Espasmofilia

  • Incontinência

  • Impotência

  • Problemas de fertilidade

 

 

Causas de deficiência de vitamina B12

 

As principais causas da deficiência de vitamina B12 são as seguintes:

  • Transtornos, irritações, inflamações ou desordens da mucosa gástrica (diminuição das funções do FI) ou do intestino delgado, tal como gastrite, doença de Crohn, enterite crónica, diarreia crónica ou doenças do pâncreas. Nesses casos, a mucosa gástrica está desequilibrada e forma pouca quantidade da proteína de transporte, ou FI, ou pouco ácido no estômago. As funções de absorção da vitamina B12 são então limitadas ou mesmo, em determinados casos, impossíveis. O mesmo se aplica em uma perturbação ou inflamação do intestino delgado. Esses fatores podem reduzir significativamente a concentração de cobalamina no sangue. Pessoas com função gástrica diminuída e/ou mucosa duodenal inflamada podem, portanto, sofrer uma grave deficiência de vitamina B12, mesmo quando a consomem em quantidade suficiente na sua alimentação.

  • Consumo de álcool ou drogas: O uso de álcool ou drogas consome uma grande quantidade de vitamina B12 e tem impacto na mucosa gástrica e no fígado, o que se reflete na função do FI, piorando a absorção da vitamina no intestino.

  • Uma dieta alimentar com pouco conteúdo de vitamina B12. Se aplica, especialmente, no caso de vegetarianos e vegans.

  • Um aumento da exigência da vitamina B12 devido a situações específicas, em que as necessidades não são adequadamente cobertas.  Em particular, no caso de “stress” crônico ou nitrosativo, em problemas provocados por sobrecargas, contato com metais pesados, toxinas, medicamentos ou traumatismos (por exemplo na coluna cervical).

 

Além desses, os seguintes fatores também são relevantes:

         

  • Parasitas.  As ténias, em particular, “roubam” do organismo altas quantidades de vitamina B12. Enquanto esses parasitas não são eliminados é muito difícil equilibrar os níveis de vitamina B12.

  • Remoção parcial do estômago devido a intervenções cirúrgicas.

  • Idade. Muitas vezes, as funções das paredes do estômago tornam-se ineficazes na terceira idade. A deficiência de vitamina B12 é um motivo comum para a fadiga, perda de memória e humor depressivo das pessoas mais velhas. 

  • Medicamentos. Contraceptivos e preparações hormonais (inibidores da bomba de protões), medicamentos para diabetes (metformina), anti-hipertensivos (ECA), medicamentos para distúrbios do ritmo cardíaco (beta bloqueadores, sprays de nitratos, nitroglicerina), medicamentos para baixar o colesterol (estatinas) contendo estrogênio influenciam a absorção da vitamina B12.

  • Doenças. Doenças do fígado (problemas de armazenamento e transporte). 

  • É importante assinalar que os primeiros sinais de deficiência de vitamina B podem assemelhar-se aos sintomas de flutuações sanguíneas de hiperglicemia (nervosismo, desejos, problemas de concentração, agressividade, irritabilidade, alterações de humor repentinas e depressões refratárias). Curiosamente, os hidratos de carbono (isolados, de qualquer tipo), também são ricos em vitamina B necessária para o metabolismo de uma grande quantidade do açúcar. Além disso, elementos como o magnésio, crómio e zinco, assim como o magnésio mineral são consumidos por ele que, por sua vez, tem um efeito negativo indireto sobre as vitaminas do complexo B.

 

Presença

 

A vitamina B12 é produzida por microorganismos  que vivem na terra e nos intestinos dos seres humanos e animais. Dessa forma ela existe em maior concentração em vísceras, carne, peixe, queijo, gemas de ovo e leite. Além disso pode também ser encontrada na superfície de frutas e vegetais. Infelizmente, essa opção não pode ser contemplada pelo ser humano pois estes alimentos precisam, por razões de higiene, ser lavados antes do consumo, perdendo assim essa possibilidade.

 

O ser humano também possui essas bactérias produtoras de vitamina B12 no seu intestino, mas essa vitamina também não pode ser aproveitada.

 

 

A vitamina B12, veganos e vegetarianos 

 

Pode-se dizer que em tempos remotos, vegetarianos e vegans conseguiam preencher as suas necessidades de vitamina B12 através do consumo de frutas e legumes que não foram lavados. Hoje, porém, os nossos alimentos são muito mais limpos bem como os insetos que os acompanham (não intencionalmente, claro), como larvas.

 

Hoje, além de não ser recomendável consumir alimentos sem os lavar, a demanda por nutrientes aumentou devido ao estresse e doenças. Os veganos, por não consumirem alimentos de origem animal, têm dificuldades em suprir as necessidades de vitamina B12. Embora esta seja considerada uma dieta bastante saudável é completar a dose diária de vitamina B12 ao suplementar, escolher e planejar as refeições.

 

Segundo os especialistas em medicina alternativa e naturopata, os seguintes alimentos são considerados fontes de vitaminas B12:

 

• Alimentos à base de ácido láctico fermentado (com microorganismos), por exemplo o chacrute;

• Algas – especialmente a espirulina 200 μg / 100g – nori ou chlorela;

• Bactérias presentes em derivados do tremoço;

• Alimentos á base de soja fermentados (miso, molho de soja, tempeh).

 

 

A vitamina B12 é considerada vegana?

 

A vitamina B12 é considerada vegana sim, livre de qualquer ingrediente de origem animal, pois ela é produzida por bactérias ou sintetizada em laboratório.  A vitamina B12 é um dos poucos nutriente que um vegetariano/vegano pode precisar suplementar mesmo com uma dieta bem planejada. A vitamina B12 está presente apenas nos alimentos de origem animal em quantidade significativa. Devemos lembrar que leite, queijos e ovos são de origem animal e contém essa vitamina. A maioria dos vegetarianos utiliza esses alimentos. Se o uso deles for regular (diário) e atingir as necessidades diárias, não é necessário utilizar suplementos. No caso dos veganos, onde  nenhum alimento de origem animal participa de sua dieta, a suplementação se torna mais recomendável.

 

 

 

Suplementos de vitamina B12 - Indicação Boaformula

 

Quem não garante a quantidade diária recomendada de vitamina B12 a partir da alimentação é importante recorrer a suplementos existentes em diversas formas, como os orais, que podem apresentar a forma de tablete, cápsula sublingual e solução sublingual. 

 

Indicação de uso de 1 tablete/cápsula ao dia ou 1ml de solução ao dia.

 

Para maiores informações consulte a nossa Farmacêutica.

 

 

A sua saúde em boas mãos. 

 

 

Fonte: Farmacêutica Responsável

 

Boaformula

Manipulação e Suplementos Nutricionais

Porto Alegre | RS

Please reload

Gostou e quer encomendar?
         51 99702.5060
       

Beleza de dentro para fora. | SiliciuMax®

4 Jul 2019

1/6
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Fale Conosco

 

WhatsApp:  (51) 99702.5060

                  

                   

Fones:        (51) 3095.2001

                   (51) 3311.7898

 

Redes Sociais

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Blogger
  • Preto Ícone LinkedIn

Contato com Equipe de Vendas

boaformula@boaformula.com.br

 

Sugestões, Reclamações e Dúvidas

sac@boaformula.com.br

Venha Trabalhar Conosco!

trabalheconosco@boaformula.com.br

Endereço

Boaformula Farmácia de Manipulação

Av. Independência, 1163

Bairro Independência

Porto Alegre - RS - Brasil

CEP 90035-077

Advertência:
• Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
• Imagens ilustrativas.
• Pessoas com hipersensibilidade à(às) substância(s) não devem ingerir o produto.
• Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
• Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
• Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da   luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
• Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
• Este medicamento não deve ser utilizado por gestantes e lactantes. 
• Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
• Os resultados dependem da correta utilização do produto, conforme descrito na posologia.
• Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Venda mediante prescrição do profissional habilitado
As informações acima são de caráter informativo sem intenção de induzir a automedicação, não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um profissional habilitado. 
O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto. RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.

Boaformula

Farmácia de Manipulação e Suplementos Nutricionais

A sua saúde em boas mãos.

Porto Alegre | RS

CNPJ 94.629.169/0002-30