Dica Saudável | Escalda pés para um cuidado especial com nossos pés, a base de nosso corpo!

 

 

 

Escalda pés para um cuidado especial com nossos pés, a base de nosso corpo!

 

 

A cultura do banho terapêutico nos pés, o chamado escalda pés, é um hábito milenar oriental esquecido pelos ocidentais. Um ritual de purificação e conexão com a essência do corpo e da alma, promove o relaxamento, revitalizando a energia do corpo todo (eliminando toxinas através da pele), e portanto, gerando uma incrível sensação de bem estar. Um momento de auto cuidado, dando carinho a nossos pés que nos transportam para todos os lugares o dia todo! Eles que nos sustentam, nos dão base e nos conectam com a terra merecem um bom banho de ervas com sal grosso para purificar e equilibrar. Hoje a Dica Saudável é um convite para você tirar alguns minutos ou até algumas horas para se cuidar, se dar um carinho e relaxar.

 

Cada vez mais está sendo comprovado  que o combate ao estresse físico, mental e psicológico é um aliado da boa saúde. E as atividades de lazer são formas de divertimento, descanso ou desenvolvimento que podem trazer inúmeros benefícios, não só para sua saúde física, como para sua saúde mental e psicológica, que são tão importantes quanto a saúde física.

 

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), saúde é “[o] estado de completo bem-estar físico, mental e social, que não se caracteriza unicamente pela ausência de doença ou enfermidade”.

 

Portanto, se você ainda não tem um tempo reservado exclusivamente para o seu lazer, trate de colocar em sua agenda um horário para se dedicar totalmente ao seu momento de lazer. Você precisa disso. É uma necessidade do ser humano. E, além disso, se você se programar corretamente, pode ter certeza que não vai atrapalhar seus afazeres do dia a dia.

 

A preocupação com o trabalho e com a correria do dia a dia faz com que muitos imaginem que momentos de lazer são somente quando realmente saímos da rotina, viajamos, mas eles podem estar em todos os momentos do dia a dia. Para alguns, ele pode ser um descanso, uma mera válvula de escape, e para outros ele pode ser momento de construir boas relações, de adquirir conhecimento, fazer alguma coisa diferente. 

 

A proposta hoje é trazer uma variedade de plantas com seus respectivos benefícios, o conhecimento sobre como se beneficiar delas através dos escalda pés como uma prática de relaxamento e autocuidado e um pouco sobre a reflexologia podal. Um momento para trazer alívio, não só para nossos queridos pés, mas para o corpo como um todo, uma vez que os pés são capazes de absorver as tensões nervosas das nossas atividades e um dos principais meios de alívio de diversas enfermidades, exatamente por possuirem uma grande quantidade de terminações nervosas.

 

 

Mas afinal, o que é escalda pés?

 

É uma terapia que tem origem na sabedoria antiga e que é preservada e passada de um terapeuta a outro por várias gerações e em várias culturas. Entre os poucos registros, sabe-se que os essênios faziam uso dessa terapia. Podemos encontrar histórias nas passagens bíblicas, como a “Cerimônia  do Lava-Pés”, e no conto de Gibram Kalil Gibram, em que a “jovem Miriam oferece sua bacia de prata para lavar os pés do Mestre Jesus”. Segundo a Medicina Tradicional Chinesa, baseada no equilíbrio da polaridade Yin e Yang, o escalda-pés é uma prática muito antiga e auxilia a distribuir essa energia yang – na cabeça – para a extremidade fria, os pés – energia yin, proporcionando um equilíbrio energético.

 

Já na Medicina Ayurvédica ou Indiana, ele é extremamente benéfico para as pessoas do tipo ou dosha Vata, que geralmente possuem os pés e extremidades mais frias no inverno, ajustando o equilíbrio energético do corpo e ativando a circulação sanguínea das extremidades.

 

Basicamente o escalda pés é uma prática onde você prepara uma  sinergia de ervas, óleos essenciais, óleos vegetais,  sal grosso, bolinhas de gude (para fazer massagens, você também pode usar suas próprias mãos) em uma bacia/recipiente com água quente e colocar seus pés em imersão por um tempo. Hoje, a ciência já atesta que o sal grosso é condutor de eletricidade e descarrega a energia estática do corpo, trazendo relaxamento, assim como as ervas e óleos, de acordo com o seu princípio ativo. Cada planta tem sua ação tópica e ativa à circulação sanguínea, estimulando os órgãos através do sistema nervoso, agindo no conjunto mental, no cardíaco e no metabólico. Sua ação local é indicada para dores inespecíficas, torções, pós-fratura e pós-cirúrgico das articulações dos tornozelos e pés. Agem combatendo a desidrose, fungos, bactérias e o mau odor dos pés.  O escalda pés caseiro, ajuda não só a manter a higiene do pé, como também melhora o emocional e o equilíbrio físico. Este também é devidamente indicado para os sedentários e aqueles que têm calos nos pé,  para tratar estresse, nervosismo, micoses, dores nas pernas, cansaço, frieiras, problemas de circulação, gripes, resfriados, insônia e muitos outros males.

 

Antigamente, o principal objetivo do escalda pés era aquecer os pés e tirar a friagem após uma caminhada em dias muito frios, exposição à chuva, nos casos de gripes, resfriados e dores articulares. Na Medicina Chinesa, quando os pés estão bem aquecidos é um sinal de saúde, significando que a energia está circulando bem. Nesse sentido, o escalda pés age positivamente no seguinte princípio: o bem-estar acontece quando temos os pés quentes e a cabeça fria! Portanto, pode ser realizado sem restrições quanto à periodicidade, somente sendo contra-indicado para casos de arteriosclerose ou doença de Buerger – afeta os vasos sanguíneos das mãos, braços, pernas e pés, provocando o seu inchaço e impedindo a circulação do sangue, isquemia.

 

Varias coisas, não é mesmo? E essa pratica é capaz de nos trazer tantos benefícios pois nosso pé é visto como o mapa do corpo, e a reflexologia podal ajuda a eliminar a tensão e a dor que adquirimos por conta do estresse. Nossos pés têm uma importância fundamental para nosso corpo e nossas vidas. Fortes e ao mesmo tempo delicados, eles estão expostos a um esforço incrível: estimam-se mais de 20 mil passos por dia e uma carga diária de 100 toneladas.

 


Mas afinal, o que é reflexologia podal?

 

Nossos pés são muito especiais e isso se dá por que além de nos oferecerem base,  neles contêm diversas terminações nervosas e conexões com o nosso sistema inteiro, o que chamamos de Reflexologia Podal. Considerada medicina complementar que funciona bem em conjunto com a medicina alopática, utilizada para combater a doença e estimular o corpo a se curar, a Reflexologia é uma técnica de tratamento suave e não invasiva, que desintoxica o organismo e relaxa o corpo. Assim como acontece com outras terapias integrativas, tem como principal objetivo tratar o indivíduo como um todo, ajudando-o na busca pelo equilíbrio . A Reflexologia baseia-se no principio de que existem áreas, ou pontos reflexos nos pés e nas mãos, que correspondem a cada órgão, glândula e estrutura no corpo. Ao trabalhar nesses pontos reflexos, reduzimos a tensão em todo o corpo. A energia flui sempre através de canais ou zonas no corpo, que terminam formando esses pontos reflexos que existem tanto nos pés como nas nossas mãos também.

 

 

Portanto, a proposta é que você tire um momento para colocar num recipiente sal marinho, ervas, óleos essenciais, algumas pedrinhas, pequenos cristais polidos/arredondados ou mesmo bolinhas de gude que proporcionam uma ótima massagem na planta dos pés, de forma a pressioná-los levemente sobre estes pequenos objetos, realizando movimentos circulares. Essa massagem pode ser feita também com suas mãos, dando um carinho aos seus pés. Graças aos sais e ativos naturais dissolvidos juntos ao calor da água, os músculos e a cabeça sentem grande alívio, promovendo uma limpeza energética ao descarregar toda a tensão elétrica do corpo. Imediatamente, os poros dilatam, a circulação é ativada e a mente relaxa. A indicação é realizar essa terapêutica uma ou duas vezes por semana, com a temperatura adequada, medindo o calor na água de acordo com a sensibilidade da sua pele: nem muito fria, nem muito quente.

 

São coisas simples que você pode fazer em casa. Esta receita tradicional com as pedrinhas ou bolinhas de gude ajuda a aliviar a pressão dos pés, descansar as pernas, reduzir calos e aliviar o estresse do dia-a-dia. De acordo com a acupuntura, nos pés estão cerca de 70 mil terminações ou pontos nervosos que estão associados aos diversos órgãos do corpo humano. Portanto, a pressão e o aquecimento desses pontos causam um reflexo imediato na parte física e também no equilíbrio energético de todo o corpo.

 

Mergulhar os pés numa bacia com água morna-quente deve ser realizado até, ou passando um pouco, a altura dos tornozelos – pedilúvio – por 15 minutos, no mínimo, e não ultrapassando 25 minutos, a fim de que as toxinas não retornem ao corpo, no caso de escalda-pés para desintoxicação. Por outro lado, se o objetivo for energizar-se e descarregar o excesso de energia elétrica do corpo, o tempo estimado é determinado pela sua intuição e pela sensação de leveza e bem estar sentida. Assim, você pode acrescentar na água diferentes elementos que, quando combinados, tem como resultado um trabalho mais eficiente.

 

 

Confira em seguida, dois exemplos de receitas para o escalda pés e ervas para você se inspirar e fazer sua própria sinergia!

 

 

1- Com camomila, óleo essencial de lavanda e argila branca

 

Há quem diga que o camomila pode ser um bom calmante, por isso vamos ver uma receita bem simples para escalda pés.

  • Água quente;

  • ½ colher de sopa de flor camomila;

  • 3 rodelas de limão;

  • 5 gotas de óleo de coco;

  • 1 colher de sobremesa de argila branca;

  • 2 gotas de óleo essencial de lavanda francesa.

 

2- Com hortelã, moringa e sal grosso

 

A hortelã é útil para a gripe e outros males, para a dor também não poderia ser diferente. Confira a seguir.

  • Água quente;

  • ½  colher de sopa de sal grosso;

  • 5 gotas de óleo de amêndoas;

  • ½  colher de sopa de folhas de moringa;

  • ½ colher de sopa de folhas de hortelã;

  • 1 gota de óleo essencial de copaíba.

 

 

>> Modo de preparo do Escalda Pés <<

 

Junte tudo em um recipiente, de preferência uma bacia e acrescente água quente o suficiente para deixar o pé inteiro submerso. Cuidado com a temperatura da água para não se queimar. Pode adicionar bolinhas de gude para fazer massagem ao fundo também. Vá estimulando sua sola do pé com o vapor quente da água que sai da bacia. Toque um dedinho de cada vez, coloque sua atenção em cada centimentro de seu pé sentindo o vapor. Vá aos poucos colocando seu pé dentro da água  e deixe o pé descansando ali por pelo menos 15 minutos. É um ótimo momento para colocar uma música relaxante, acender um incenso e uma vela, ler um livro ou escrever algo, ou simplesmente relaxar a mente e sentir os benefícios da prática.Tire esse momento para fazer o que lhe deixa relaxado, cada um vai saber o que é mais confortável para si. É importante ressaltar que cada um é diferente e pode gostar e se sentir melhor com outras ervas. Pegue uma que você já tenha uma intimidade e faça sua própria receitinha para o escalda pés.

 

Abaixo seguem mais algumas dicas de ervas e ingredientes alem dessas das receitas que propusemos para você conhecer seus benefícios!

 

 

Alecrim: traz bem estar, alegria, e disposição.

 

Anis estrelado: acalma o excesso de masculinidade, agressividade e violência. Reduz o efeito “pavio curto” (pessoa explosiva e irritada) e a falta de tolerância, reduz a hiperatividade e o estresse físico.

 

Argila: auxilia na descarga elétrica do corpo e, ao mesmo tempo, na “recarga” de energias, uma vez que nos aproxima do contato com a terra. Indico-a, principalmente, para aquelas pessoas que não tem muito tempo para poder colocar os pés na terra e estar em contato com a natureza na sua pureza e plenitude. Procuro realizar, ao final do escalda-pés, massagens com essa argila e os óleos essenciais ao longo das pernas até os joelhos, outra forma de estimular a circulação e retirar as dores e cansaço. Se for do seu intento, podem ser usada todos os tipos de argila de acordo com o que você necessita, seja para relaxar ou estimular.

 

Arnica ou Laranja amarga / doce: para reduzir o inchaço e relaxar; Aqui, você também pode optar pelas cascas de laranja doce, dando preferência para as orgânicas. Geralmente, antes de usá-las no escalda-pés, deixo-as secando de forma natural e guardo-as bem fechadas para não entrarem em contato com umidade, evitando o mofo.

 

Artemisia: estimula a fertilidade; regula o fluxo menstrual; reduz efeitos da TPM (tensão pré-menstrual); reduz cistos no ovário, miomas no útero e dores pós-parto; prepara energeticamente o ventre de mulheres que desejam engravidar.

 

Boldo: equilibra o excesso de ego; possibilita posturas saudáveis em todas as situações da vida; limpa sofrimentos reprimidos; elimina automartírio e autorepressão; bloqueia a penetração de energias densas; equilibra o excesso de expansão de consciência.

 

Calêndula: ajuda na circulação, nos problemas de varizes.

 

Camomila: elimina a raiva, o ódio, as mágoas, o medo e a falta de fé; ajuda a ter esperança e saber perdoar; gera otimismo e elimina o estresse emocional. Acalma e relaxa em casos de nervosismo e hiperatividade.

 

Capim limão (óleo ou folhas de capim-cidró ou cidreira): calmante, descongestionante, relaxante.

 

Erva baleeira: proporciona sensibilização no ser, favorecendo que venha à tona sentimentos e emoções que estão desequilibrados. Não é recomendada para pessoas que já estejam em crises emocionais, problemas ou emoções afloradas, porque pode gerar grandes catarses e liberações. É recomendada para pessoas que não gostam de admitir suas fraquezas emocionais, já que este vegetal estimula a conscientização do universo sentimental sobrepondo-se ao mental. Faz as pessoas racionais ficarem equilibradas em seu lado emocional, gerando grandes desbloqueios.

 

Erva cidreira: Elimina pesadelos, insônia e desordens do sono, traz um sono vitalizador e energizante,limpa estados obsessivos e gera harmonia.Elimina a ansiedade em geral, o nervosismo e a irritação mental.

 

Erva doce: promove o otimismo, a motivação e a vontade; aumenta a coragem; diminui a ansiedade; gera dinamismo; ajuda a saber organizar as prioridades. Por diminuir a ansiedade, quando utilizado antes de dormir, induz a uma leve sonolência.

 

Eucalipto: combate cansaço e livra as pernas da sensação de peso, além de auxiliar nos problemas respiratórios – eucalipto glóbulos.

 

Ginko biloba: ativa a circulação cerebral; faz a memória ficar mais rápida; reforma padrões da mente; ativa o raciocínio e estimula a reflexão e a consciência; traz sensação de clareza nos pensamentos.

 

Hibiscus: elimina o excesso de consumismo material, o tabagismo; estimula a aproveitar da vida somente o que é real, ser realista, ter os pés no chão, saber amar coerentemente sabendo dizer não quando for necessário. Também indicado para conseguir ter orgasmos na relação sexual e sentir os prazeres da vida.

 

Hortelã: serve mais para desodorizar o pé e estimular a circulação, acentuando a vitalidade e estimulando o corpo ao dilatar os vasos sanguíneos. Portanto, seria mais para dar uma revigorada do que acalmada.

 

Lavanda: incentiva a esperar a hora certa para dizer as coisas, a economizar com equilíbrio em qualquer aspecto; gera paz interior; completa o “Eu” interior; favorece a lida com muitas coisas ao mesmo tempo sem gerar estresse; ajuda a planejar bem o futuro, criar visão estratégica da vida, ter empreendedorismo, não julgar o próximo, respeitar os limites das outras pessoas. Efeito relaxante e calmante.

 

Manjericão: antisséptico e antibactericida, relaxa e acalma, tonificando os nervos, aliviando os sintomas de cabeça pesada e descongestionando. Além disso, por experiência própria, posso afirmar que é só fazê-lo que o sono vem rapidamente!

 

Moringa: suas folhas são usadas com fins medicinais, para tratar infecções cutâneas, pressão baixa, açúcar no sangue, reduzir o inchaço, curar úlcera gástrica e acalmar o sistema nervoso.


Óleo de amêndoas: também hidrata e amacia a pele, um poderoso calmante e com potencial anti inflamatório.

 

Óleo de coco: é um hidratante natural para nossos pés, combate a micro-organismos  e tem ação anti inflamatória.

 

Pétalas de rosa branca, rosa cor-de-rosa, lilás e amarela clara; flores brancas: flores de tonalidades claras relaxam e acalmam, podendo ser usadas para trazer centramento, harmonia e paz interior.

 

Pétalas de rosa vermelha, rosa magenta, hibisco: flores de cores quentes ativam nossa energia vital. Podem ser acrescentadas para trazer mais vitalidade quando nos sentimos muito exauridos. Ideal usá-las durante períodos do dia.

 

Raízes (rizomas ou em pó) – gengibre, curry/cúrcuma, açafrão, priprioca, bardana, entre outros: podem ser utilizados para retirar dores no corpo que estão enraizadas por aspectos emocionais – geralmente psicossomáticas – e também para nos “enraizar” quando nos sentimos “avoados”, aqueles dias em que tropeçamos ou batemos em tudo, um exemplo para nos mostrar que não estamos no nosso centro. Esse trabalho pode ser feito colocando poucos pedaços dessas raízes na água, inclusive para trabalhar, a médio e longo prazo, aspectos emocionais que envolvam padrões e crenças que nos limitam, nos bloqueiam ou que temos dificuldade de modificar, sejam herdados pelas nossas raízes ancestrais, sejam atraídos ou desenvolvidos por nós ao longo da vida, enraizados no nosso mental e emocional. Aqui, procure posicionar a sola dos pés sobre as raízes, intencionando o que você gostaria de modificar. Faça essa prática várias vezes, como um tratamento complementar.

 

Sal grosso: proporcionam sensação de leveza nos pés, ajudando a drenar o excesso de líquidos e reduzir o inchaço. Repetir esse escalda-pés três vezes por semana também combate infecções causadas por fungos. Você pode utilizar qualquer tipo de sal grosso, já que hoje temos diferentes tipos de sal no mercado. Os mais comumentes encontrados são o sal grosso marinho ou do himalaya (sal rosa).

 

Sálvia branca ou sálvia officinalis (óleo ou folhas): como tônico, antidepressivo, baixa a pressão e equilibra a circulação, renova a pele.

 

Tea Tree / Melaleuca: são relaxantes, regeneradores celulares e podem curar frieiras, pois são fungicidas, bactericidas e cicatrizantes.

 

 

 

*Você encontra alguns desses ingredientes e ervas na Boaformula, em forma de chá ou de óleo essencial/vegetal.

 

 

A sua saúde em boas mãos.

 

 

Fonte: Articulista Natália F. Jonas (@nfeksa)

Please reload

Gostou e quer encomendar?
         51 99702.5060
       

Beleza de dentro para fora. | SiliciuMax®

4 Jul 2019

1/6
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Fale Conosco

 

WhatsApp:  (51) 99702.5060

                  

                   

Fones:        (51) 3095.2001

                   (51) 3311.7898

 

Redes Sociais

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Blogger
  • Preto Ícone LinkedIn

Contato com Equipe de Vendas

boaformula@boaformula.com.br

 

Sugestões, Reclamações e Dúvidas

sac@boaformula.com.br

Venha Trabalhar Conosco!

trabalheconosco@boaformula.com.br

Endereço

Boaformula Farmácia de Manipulação

Av. Independência, 1163

Bairro Independência

Porto Alegre - RS - Brasil

CEP 90035-077

Advertência:
• Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
• Imagens ilustrativas.
• Pessoas com hipersensibilidade à(às) substância(s) não devem ingerir o produto.
• Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
• Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
• Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da   luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
• Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
• Este medicamento não deve ser utilizado por gestantes e lactantes. 
• Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
• Os resultados dependem da correta utilização do produto, conforme descrito na posologia.
• Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Venda mediante prescrição do profissional habilitado
As informações acima são de caráter informativo sem intenção de induzir a automedicação, não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um profissional habilitado. 
O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto. RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.

Boaformula

Farmácia de Manipulação e Suplementos Nutricionais

A sua saúde em boas mãos.

Porto Alegre | RS

CNPJ 94.629.169/0002-30