Dica Saudável | Por um mundo com menos lixo | Parceria Selo Eureciclo

 

Por um mundo com menos lixo e mais reciclagem: parceria selo eureciclo

 

Hoje na Dica Saudável viemos compartilhar com vocês o Relatório de Impacto do Selo Eureciclo. A Boaformula aderiu ao selo Eureciclo em setembro de 2018, acreditando ser uma das formas de demonstrar nossa preocupação com a sustentabilidade da empresa e a nossa responsabilidade com os resíduos gerados em nossa linha de produção.  Nosso propósito é promover a saúde de maneira holística, tanto do homem como do meio ambiente. A EuReciclo faz uma medida compensatória, mediante a uma contribuição nossa, onde garante a efetiva reciclagem de um percentual equivalente ao que produzimos de polímeros (plástico).

 

O relatório de impacto ambiental da eureciclo traz os resultados ambiental, social e financeiras proporcionado pela solução de logística reversa de embalagens pós consumo do selo eureciclo, e de que maneira a solução se tornou viável e confiável. Dessa forma ela traz o resultado da aderência ao selo pela Boaformula para o cumprimento das determinações legais definidas na Politica Nacional de Resíduos sólidos

 

 

O que é Logistica Reversa?

 

O aumento do consumo traz consigo uma grande geração de resíduos sólidos urbanos e, muitas vezes, o gerenciamento desse lixo é realizado de forma incorreta. O desperdício de resíduos passíveis de reutilização, reciclagem ou reaproveitamento é comum e muitos deles acabam indo parar em aterros e lixões ou, pior, escapam para a natureza. Daí a importância de políticas públicas e empresariais de logística reversa.

 

Foi instituída a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), Lei n° 12.305/10, que dispõe princípios, objetivos e instrumentos relacionados com o manejo de resíduos sólidos, bem como as diretrizes relativas à gestão integrada e ao gerenciamento desse material, entre outros aspectos.

 

Fazem parte dos princípios e instrumentos definidos na lei a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos e a logística reversa. De acordo com a PNRS, a responsabilidade sobre o produto cabe a comerciantes, fabricantes, importadores, distribuidores, cidadãos e titulares de serviços de limpeza e manejo dos resíduos sólidos urbanos.

 

Isso significa que a PNRS obriga as empresas a aceitarem o retorno de seus produtos descartados, além de se responsabilizem também pelo destino desses itens. A lei define a logística reversa como um "instrumento de desenvolvimento econômico e social caracterizado por um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada".

 

 

Descarte de Lixo Quimico

 

Alguns produtos necessitam de um sistema de logística reversa independente do serviço de limpeza público, ou seja, é de total responsabilidade da empresa recolher novamente os produtos que sejam perigosos para a população e o meio ambiente. Assim, desde 2000, realizamos o recolhimento de lixo químico. Na Boaformula a gente se preocupa e faz o descarte correto.

 

O descarte pode ser feito na loja

Av. Independência, 1163

Porto Alegre/RS

 

Para facilitar você pode solicitar que o entregador do seu próximo pedido de tele-entrega da Boaformula leve os medicamentos para descarte.

A embalagem vazia também pode ser entregue.

 

Vamos juntos cuidar do meio ambiente ! 

 

 

A importancia de repensarmos nossa relação com o lixo

 

Infelizmente, o principal produto do desenvolvimento tecnológico é a geração de resíduos, consequência do consumo em grandes escalas, exigindo reflexões profundas sobre a finitude dos recursos naturais (PORTILHO, 2005). Os padrões de consumo da atual sociedade, questão importante discutida pela ONU na elaboração da Agenda 21, observa o aumento do consumo em escalas mundial um grande problema, o qual demanda matéria prima extraída da natureza, muitas vezes proveniente de fontes não renovável. Nesta perspectiva, o imediatismo que domina o modo de produção deve ser substituído por uma nova lógica de respeito à natureza garantindo a existência das futuras gerações (ADÃO, 2005).

 

Além do padrão de consumo insustentável, temos um outro problema: para onde vão esses resíduos depois que seu ciclo de vida chega ao fim? O destino final desses resíduos é um dos agravantes da degradação do meio ambiente.

         

  

Você já parou para pensar em como funciona a inteligência do planeta?

 

Esse grande organismo vivo se gere e autorregula em um processo cíclico. A energia é provida pelo sol em abundancia e todo o “lixo” de uma espécie é alimento de outro. Tudo nasce para depois morrer e se transformar em energia para o ambiente novamente. O ciclo funciona em harmonia, ou deveria. O ser humano cada vez mais desequilibra essa balança e torna difícil para os serviços ecossistêmicos suportarem ou se recuperarem. Somos os únicos serem a produzirem o chamado “lixo”, que seria os  resíduos que não tem qualquer utilidade prática, nem possibilidade de transformação e que, muitas vezes, são muito nocivos ao ambiente e à saúde humana. Então, na verdade, apenas um percentual do que descartamos é de fato lixo e a maior parte seria classificada como resíduo com potencial de reciclagem ou compostagem.  

 

Segundo o estudo “Organização Coletiva de Catadores de Material Reciclavel no Brasil: dilemas e potencialidades sob a ótima da economia solidária”, realizado pelo técnico de planejamento e pesquisa do instituto de Pesquisa Economica Aplicada, a geração de resíduos sólidos urbanos no Brasil pode ser estimada em torno de 160 mil toneladas diária. Dentre esse montante, apenas 31,9% tem potencial de ser reciclado (plástico, vidro, metal e papel). O restante orgânico, potencialmente pode ser reciclado por compostagem (51,4%) ou não representam possibilidade de destinação adequada (16,7%). Do material com potencial de reciclagem, apenas 3,8% é recuperado por programas governamentais, enquanto  o restante (96,2%) chega à industria reciclador por outras fontes, resíduo solido industrial, pré consumo, coleta seletiva informal, importação, entre outros caminhos percorridos até a efetiva reciclagem. Segundo o relatório do Sistema Nacional de Informações sobre a Gestão dos Residuos Solidos, em sua versão republicada em maio de 2019, do total de resíduos coletados em 2017 (60,6milhoes de toneladas), apenas 4,95% foram destinados para a reciclagem.

 

Se considerar a quantidade recebida via coleta seletiva, a quantidade de sucata recebida pela industria representa apenas 16,8% para o papel, 33,6% para o plástico, 16,6% para o vidro e 99% para o metal. A discrepância do ultimo material é explicada pela alta reciclabilidade do metal e pelo alto valor do alumínio e aço, o que torna atrativa a coleta e reaproveitamento do mesmo. As 7 milhoes de toneladas de resíduos sólidos por ano que não são coletados ou tem destinação inadequada resultam em um prejuízo a saúde de mais de 96 milhões de pessoas em todas as regiões do país. Por isso, falar sobre o lixo e seu descarte também é cuidar da saúde. Em São Paulo, os lixões e unidades inadequadas de destinação geram um prejuízo de 420 milhoes de reais anuais para o tratamento de saúde e recuperação ambiental, sendo os dados da ABRELPE. Nos últimos dias, a cidade ainda sofreu com uma chuva torrencial que alagou as ruas, casa e comércios. Muito pouco foi falado sobre a má gestão dos resíduos sólidos de nossa sociedade que entope os boeiros e contamina as ruas. É preciso que a gente reflita e faça mudanças em nossos hábitos em prol do bem estar de todos. Por isso é importante se falar na implantação de projetos para redução do volume de resíduo gerado dentro das empresas e em nossas casas.

 

A construção de valores e atitutes pró-ambientais é o que nos motiva, por isso viemos aqui compartilhar com você também  um pouco dessa nossa caminhada! Pequenas atitudes e mudanças de hábitos já geram resultados positivos diminuindo essa sobrecarga no meio ambiente.Todos nós devemos e podemos fazer nossa parte. O que hoje é descartado, seja no âmbito doméstico, industrial, comercial, ou no campo, poderia receber outra aplicação que não fosse a destinação a lixões ou aterros sanitários sem qualquer tratamento. Como todos sabemos e os dados acima nos mostram, a maior parte do que consideramos lixo ainda recebe esse destino no Brasil e em grande parte do mundo.

 

A coleta seletiva é uma alternativa que permite diminuir a quantidade de lixo produzido e o reaproveitamento de diversos materiais já transformados, ajudando a preserva a natureza. Entretanto, esse sistema sozinho não está dando conta da demanda de resíduos produzidas por nossa sociedade. Pensando em como otimizar esse processo, diversas ações são implementadas na farmácia Boaformula a fim de diminuir o impacto ambiental, nos tornando mais sustentáveis e garantindo sua saúde em boas mãos.

 

 

Sobre a Eureciclo

 

>> O que é?

 

É um certificado de compensação ambiental que nasceu com o propósito de transformar a cadeia de reciclagem no Brasil. A Eureciclo acredita  que é possível torná-la mais sustentável financeira, ambiental e socialmente. Constroem esse futuro junto a cooperativas de reciclagem, empresas e consumidores engajados, através do empoderamento e da transparência.

 

>> Como surgiu?

 

O selo eureciclo foi idealizado pela New Hope Ecotech, uma empresa de tecnologia e impacto social fundada no coração de uma das mais prestigiadas faculdades de negócios do mundo, a Kellogg School of Management, nos EUA. Seu time é apaixonado por tecnologia e pelo desafio de transformar o setor de reciclagem ajudando na melhoria da gestão e transparência dos dados.

 

>> O que faz?

 

Realiza, de forma sustentável, a compensação ambiental de resíduos pós-consumo recicláveis. Essa compensação é feita em parceria com cooperativas de reciclagem, que retiram do meio ambiente uma quantidade de resíduos equivalente em massa e material às embalagens produzidas pelas empresas. Isso possibilita que as empresas tomem responsabilidade pelo seu impacto ambiental, neutralizando-o e contribuindo para o desenvolvimento da cadeia de reciclagem no país. Nós da Boaformula fazemos parte agora desse processo, estando em transição para logo você poder encontrar o sorriso Eureciclo em nossos rótulos e embalagens, a fim de comunicar ao consumidor nosso compromisso com a reciclagem.

 

 

Pilares da empresa EuReciclo

 

>> Missão

 

Querem transformar a reciclagem em um processo transparente e sustentável no âmbito ambiental, financeiro e social. Buscam, também, criar uma comunidade de marcas e consumidores conscientes.

 

>> Visão

 

Ressignificar a ideia de sustentabilidade e desenvolver a cadeia de reciclagem.

 

>> Valores

  • Sustentabilidade

 É a base da organização. Prezam pela sustentabilidade ambiental, financeira e social. Acreditam que iniciativas duradouras e com impactos consistentes são aquelas que conseguem se sustentar no longo prazo, maximizando conjuntamente os recursos naturais e o impacto gerado para os agentes envolvidos.

  • Transparência

Através de uma tecnologia própria, cadastram cooperativas de reciclagem de todo o Brasil e rastream os resíduos sólidos coletados e efetivamente reciclados. Os dados levantados são disponibilizados para as marcas que possuem o selo e comprovam a compensação das suas embalagens.

  • Inclusão

Com o pagamento extra para os cooperados e cooperadas, é possível aumentar a renda e qualidade de trabalho deles. A decisão de como utilizar o dinheiro fica a critério da cooperativa, o que dá também uma maior autonomia a eles.

 

>> Estratégia

 

A base do certificado de reciclagem é a compensação ambiental, que produz um incentivo para o desenvolvimento da cadeia de reciclagem. Basicamente, a compensação ambiental é um termo que pode ser usado ambplamente para definir um mecanismo que visa equilibrar os impactos ambientais de uma atividade ou empreendimento.

 

Esse equilíbrio se estabelece entre dois atores: os que colocam algum tipo de embalagem no meio ambiente ao vender seus produtos e os que retiram as embalagens do meio ambiente. O primeiro grupo é composto majoritariamente por empresas de bens de consumo que geram externalidades negativas no momento em que suas embalagens são descartadas pelo consumidor, e representam a demanda pelos certificados de reciclagem. Já o segundo grupo é composto por operadores de triagem, que geram uma externalidade positiva no momento em que coletam, triam e destinam as embalagens para a reciclagem, representando a oferta dos certificados de reciclagem.

 

Por meio da compensação ambiental, a empresa que gera a externalidade negativa direciona recursos para o operador, responsável pela externalidade positiva, neutralizando assim o impacto ambiental.

 

 

Impacto do selo Eureciclo

 

A certificação do selo Eureciclo possui externalidades positivas relavantes para a cadeia de reciclagem no Brasil, impactando os três pilares da sustentabilidade: ambiental, econômico e social.

 

No quesito ambiental, são criados incentivos financeiros por meio da remuneração dos operadres pela coleta e triagem dos resíduos, tornando a atividade mais atrativa em termos de investimento. Como resultado, o aumento da demanda por certificados de reciclagem exige uma ampliação na capacidade dos operadores, aumentando também a quantidade de material reciclado.

 

No questio econômico, a solução simples e acessível do selo eureciclo permite que mais empresas se adéquem à legislação ambiental e adotem soluções de logística reversa, ampliando a remuneração dos operadores e conseqüentemente sua capacidade operacional, destinando mais investimentos para a cadeia de reciclagem.

 

No questio social, os catadores de material reciclável e os colaboradores das cooperativas passam a ser reuminerados pela coleta e triagem dos materiais, aumentando sua renda. Assim, essas pessoas que prestam um lindo serviço ambiental e que tanto contribuem para a cadeia de reciclagem(hoje responsáveis pela coleta de 90% de todos o resíduos recicláveis), mas que vivem em situação de vulnerabilidade e insalubridade, conquistam melhores condições de vida.

 

 

Resumo de compensação Ambiental

 

>> De novembro/2018 a fevereiro/2020

 

Com objetivo de prevenção da poluição e gestão de resíduos, a Boaformula aderiu o selo Eureciclo  como estratégica de sustentabilidade para a compensação do impacto ambiental gerado pelas embalagens da empresa. Através da parceria com a eureciclo, a farmácia beneficiou 2 operador(es) de reciclagem no período de parceria. Os repasses no período atingiram operadores de 2 estados brasileiros: PR e RS.

 

Através da parceria, incentivamos a coleta, a triagem e a destinação de massas proporcionais aos matérias da emabalagem de nossos produtos, totalizando 1 tonelada de material plástico efetivamente reciclado.

 

 

A saúde do meio ambiente está em nossas mãos.

 

 

Fonte: Articulista Natália F. Jonas (@nfeksa)

Please reload

Gostou e quer encomendar?
         51 99702.5060
       

Meratrim® | Diminuição das Medidas de Cintura e Quadril

15 Jan 2020

1/6
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Fale Conosco

 

WhatsApp:  (51) 99702.5060

                  

                   

Fones:        (51) 3095.2001

                   (51) 3311.7898

                   (51) 3311.1144

 

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta das 8:30 às 18:30

Sábado das 9:00 às 12:00

Redes Sociais

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Blogger
  • Preto Ícone LinkedIn

Contato com Equipe de Vendas

boaformula@boaformula.com.br

 

Sugestões, Reclamações e Dúvidas

sac@boaformula.com.br

Venha Trabalhar Conosco!

trabalheconosco@boaformula.com.br

Endereço

Boaformula Farmácia de Manipulação

Av. Independência, 1163

Bairro Independência

Porto Alegre - RS - Brasil

CEP 90035-077

Advertência:
• Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
• Imagens ilustrativas.
• Pessoas com hipersensibilidade à(às) substância(s) não devem ingerir o produto.
• Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
• Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
• Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da   luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
• Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
• Este medicamento não deve ser utilizado por gestantes e lactantes. 
• Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
• Os resultados dependem da correta utilização do produto, conforme descrito na posologia.
• Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Venda mediante prescrição do profissional habilitado
As informações acima são de caráter informativo sem intenção de induzir a automedicação, não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um profissional habilitado. 
O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto. RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.

Boaformula

Farmácia de Manipulação e Suplementos Nutricionais

A sua saúde em boas mãos.

Porto Alegre | RS

CNPJ 94.629.169/0002-30