Dica Saudável | Argila Vermelha



Hoje na Dica Saudável compartilharemos um pouco sobre os benefícios medicinais e terapêuticos da Argila Vermelha! As argilas são conhecidas por seus benefícios para auxiliar na saúde da pele no famoso “skin care”, renovando e revitalizando esse órgão tão importante. A partir de pesquisas e estudos, iremos trazer suas propriedades e outros usos da argila para você conhecer um pouco mais. Nosso corpo deve ser cuidado, nutrido e estimulado a estabelecer seu próprio ritmo saudável. A geoterapia é uma das praticas ideais para esse propósito.


Geoterapia


A Geoterapia é um tipo de tratamento natural, terapêutico ou estético, que usa elementos da natureza para a saúde e bem-estar do homem. Entre estes elementos está a Argila, que é composta por partículas extremamente pequenas de silicato de alumínio minimizado, além de diversos oligoelementos, destacando entre os minerais encontrados, o silício – segundo elemento mais abundante na natureza.



Para Limas, Duarte e Moser (2010), a Argiloterapia ou Geoterapia é o uso da terra no combate às enfermidades e uma das mais importantes técnicas terapêuticas da medicina natural. As máscaras faciais argilosas são as preparações cosméticas mais antigas usadas para tratamentos de beleza (MATTIOLI et. al., 2016)


A Geoterapia é um tratamento que possui inúmeros benefícios à saúde e à estética da pele, possui propriedades antissépticas, cicatrizantes, antiinflamatórias, esfoliantes, hidratantes, refrescantes, desintoxicantes, entre outros benefícios.


Ainda, existem estudos que relatam que a aplicação da argila responde positivamente no alívio e tratamento em casos de contusões, esforço físico excessivo, má postura, doenças, enfermidades degenerativas, processos inflamatórios desintoxicação, tratamento de ferimentos, lesões superficiais revitalização do corpo, processos dérmicos e digestivos, distúrbios circulatórios e linfáticos, desequilíbrios geniturinários e respiratórios, quadros de estresse cardiopatias, lesões ou traumas musculares (MEDEIROS, 2013).

O que são as argilas?


Argila é o nome dado a um sedimento formado por partículas de dimensões muito pequenas, abaixo de 1/256 milímetros (4 micrômetros) de diâmetro. São materiais naturais com granulação fina, textura terrosa e comportamento plástico quando umidecidos. O termo é utilizado para materiais proveniente do intemperismo, ação hidrotermal, ou da sedimentação em ambientes fluviais, lacustres, marinhos ou eólicos. É resultado da fragmentação(química ou física)de rochas silicatizas da crosta terrestre, como feldspato e micas, entre outras. Ao longo dos anos, por meio do intermperismo (variações atmosféricas), ocorre a formação de diferentes tipos de argila pela concentração variada de minerais. Com diferentes argilominerais, elas possui características físico químicas diferentes, cores diferentes e propriedades diferentes.

São poderosas na beleza natural, limpando a nossa pele, desintoxicando, estimulando a regeneração celular, esfoliando e remineralizando. A argila é um dos elementos mais sagrados da natureza, uma fonte rica de nutrientes, de energia, de vida. Ela é o elemento terra em destaque, chamada também de barro medicinal, argila medicinal ou lama terapêutica.

As diferentes fontes de extração produzem silicatos minimizados de diferentes tipos e concentrações como, por exemplo, o titânio, magnésio, cobre, zinco, alumínio, cálcio, potássio, níquel, manganês, lítio, sódio e ferro.

O uso das argilas é tão antigo quanto a própria humanidade

Ainda hoje, pensa-se que, tratamentos estéticos com argilas são novidades, mas registros históricos provam totalmente o contrário, esses tratamentos são milenares, foram encontrados registros de que, os Egípcios já usavam argilas há cerca de 3000 A.C(como medicamento e para mumificação de seus mortos), ou seja, é tão antiga quanto à própria humanidade.


A argila do Nilo era utilizada no cotidiano de diferentes maneiras, tais como, Estética, mumificação e principalmente na cura. Já na Mitologia Grega, atribuiu-se a Prometeu, Deus dos Titãs e a seu irmão Epimeteu a incumbência de fazer o homem, assegurar-lhe todas as faculdades, conta-se que este tomou um pouco de terra recentemente separada do céu na criação e ainda rica em sementes celestiais ocultas, misturou--a com água e fez o homem à semelhança dos Deuses (NICKEL, 1995).

Aristóteles referiu-se a argila, como um recurso que conserva e trata a saúde. Galileu e Discóride, célebres anatomistas gregos, assim como os árabes Avicena, recorreram ao barro diversas vezes, para tratamentos de saúde, relatando sua eficácia. (LAMAITA, 2014).

Mahatma Gandhi, o Unificador da Índia, sempre aconselhava a cura pelo barro. Durante a Segunda Guerra Mundial, quando a Disenteria ocorreu na França, o uso da mostarda com o barro foi bem sucedido no tratamento desses mal. Graças a Gandhi e a alguns Naturopatas do início do século XX, como Strumpt, Luís Kuhme, Adolf Just e Kneipp, relatos importantes foram deixados sobre os tratamentos com argila. Essas contribuições foram importantes para que Países da Europa a adotassem a argila na medicina oficial para a cura de doenças, em especial a Tuberculose. Atualmente, existe na Alemanha, Suíça, Escandinávia e, também, no Brasil, Institutos que se especializaram em argiloterapia (apostila de Argila Terapêutica AZOUBEL, 2014)



Os pesquisadores DORNELLAS e MARTINS (2013), citam diversas aplicações industriais para as argilas, em cosméticos, sabões, velas e sabonetes, ornamentação, cerâmica, cimento, abrasivos, isolantes elétricos, defensivos agrícolas, lubrificantes, entre outros. O Brasil, de norte a sul possui um inesgotável manancial de argila de todos os tipos e variadas cores, de acordo, com a sua composição estrutural. Sendo que, as propriedades das argilas variam conforme sua composição, podendo ser ativadoras da microcirculação periférica, absorventes, antioxidantes, calmantes, analgésicas, cicatrizantes, descongestionantes, purificadoras, refrescantes, regeneradoras, bactericidas etc. Estas propriedades conferem à argila efeitos nos tratamentos estéticos, como retardo do envelhecimento; alívio da tensão, fadiga muscular, insônia e má circulação; eliminação de toxinas, entre outras (MASCKIEWIC, 2014).

Durante estes últimos anos tem aumentado o uso da argila com fins terapêuticos.Há uma característica da ação cicatrizante da argila que se deve pelo fato de possuir uma sinergética natural, com componentes dosados de forma equilibrada pela natureza.

Além de tratamentos medicinais, a argila é usada em tratamentos estéticos para o corpo, pele e cabelo. Como suas cores, elas possuem propriedades e características diferentes,porém mesmo com essa diversidade todas tem um potenciais em comum: promover uma ação absorvente, cicatrizante, estimulante, antiinflamatória, anti-séptica e ativadora das funções imunológicas.

Cada argila tem uma determinada propriedade e , por isso um estimulo especifico no contato com a pele. Devido a presença de diferentes composições de componentes químicos e suas variações, encontramos diversas cores de argilas, cada qual com seus benefícios específicos.


A pele


A pele é o maior órgão do corpo, representando em média 16% do peso de uma pessoa. É a primeir abarreira do organismo contra invasão e proliferação de agentes nocivos e infecciosos. Além dessa importante função, ela exerce outras funções primordiasi a vida humana, como controle do fluxo sanguineo, regulação térmica, proteção contra a radiação ultravioleta, entre outros. Em geral atua na manutenção do equilíbrio com o meio externo e na manutenção vital do meio interno, sendo possível observar a nossa saúde através dela. Nossa pele também é um reflexo das nossas emoções e energia, sendo também possível a avaliação dos estados de nossa mente(espírito) através dela.


Funções principais da pele:

· Termo regulação

· Proteção da desidratação

· Ação imunitária

· Função sensorial

· Proteção física


Inter-relação pele e argila


Segundo DORNELLAS e MARTINS (2013), as argilas apresentam propriedades cosmetológicas, devido às trocas iônicas que ocorrem entre seus elétrons livres (íons de Manganês, Magnésio, Alumínio, Ferro, Sílica, Titânio, Cobre, Zinco, Cálcio, Fósforo, Potássio, Boro, Selênio, Lítio, Níquel, Sódio e outros) e a pele. Por isso, possuem propriedades que são fundamentais em tratamentos estéticos:


1- Liberação dos elementos: a argila libera os íons que a constituem (ativos). Isto ocorre, devido a sua capacidade em reter água e fazer trocas iônicas de íons como o Sódio, Potássio, Cálcio, Magnésio, entre outros, com a pele.


2-Absorção: A absorção é a passagem de substâncias do local de contato, que pode ser a pele, os endotélios, um órgão ou capilares, para o sangue. É um processo físico-químico no qual, ocorre a passagem de elementos químicos e vários nutrientes provenientes das argilas, chegam às células, passando através das membranas celulares.


3 - Adsorção: Fixação de moléculas de uma substância (o adsorvato) na superfície de outra substância (o adsorvente). Essa propriedade fornece à argila a capacidade de adsorção de toxinas


Quando a argila é aplicada, estabelece-se um sistema de troca, entre seus elementos e a pele, como o Ferro, Silício, Manganês, Alumínio, entre outros indispensáveis para manutenção do organismo. A presença destes minerais na argila confere-lhe efeitos no organismo, dentre eles estão: a estimulação a microcirculação cutânea; Permite a troca de energia dos elementos minerais com a área tratada; Regula a queratinização da pele promovendo descamação (peeling suave) e consequentemente renovação celular; Desinfiltra os espaços intercelulares; Regula a secreção sebácea da pele e melhora os quadros de acne; Revitalizante, nutritiva e hidratante, elimina os radicais livres e com isso, retarda o envelhecimento e auxilia na suavização de marcas de expressão; Ativa a circulação sanguínea e linfática; Promove melhora na elasticidade e firmeza, proporcionando uma revitalização à pele; Suaviza manchas de depilação em axilas e virilha; Ação revitalizante, analgésica, cicatrizante, desodorizante, tonificadora e catalisadora; Auxilia os processos de emagrecimento, tratamento de FEG e Gordura Localizada; Usada em máscaras elimina toxinas, limpa e tonifica a pele; Estimula a circulação sanguínea, ajudando no tratamento da celulite e gordura localizada; A circulação do sangue flui melhor, as células absorvem mais nutrientes e oxigênio, proporcionando sua regeneração; Possui efeito tensor, devido a sua formulação que é rica em Oligoelementos que participam da formação das fibras elásticas da pele (DORNELLAS e MARTINS, 2013).



Elementos da argila e seus beneficios


Alumínio(Al):Atua contra a falta de tonicidade, tem ação cicatrizante e inibe o desenvolvimento de Staphylococcus aureus (bactérias que podem provocar doenças, que vão desde simples infecções, como espinhas, furúnculos e celulites, até infecções graves, como pneumonia e meningite).


Ferro(Fe):Tem papel importante na respiração celular e na transferência de elétrons. Na pele, as carências deste elemento manifestam-se por uma epiderme fina, seca e com falta de elasticidade.


Magnésio(Mg):Tem o poder de fixar os íons de potássio e do cálcio e de manter o gel celular, ou seja, ajuda na hidratação e na síntese das fibras do colágeno.


Manganês(Mn):Tem ação específica na biossíntese do colágeno, anti-infecciosa, cicatrizante e antialérgica.


Silício(Si): Sua carência produz desestruturação do tecido conjuntivo, com sinais de envelhecimento. Este elemento tem papel fundamental na reconstituição dos tecidos cutâneos e na defesa do tecido conjuntivo. Tem ação hemostática, purificante, adstringente e remineralizante. Reidrata a pele e as mucosas e reduz as inflamações. Também tem ação na elasticidade da pele atuando na flacidez tissular


Cobre(Cu): desempenha importante papel no processo de fixação do oxigênio, na melanogênese. É eficaz em todas as manifestações infecciosas.

Zinco(Zn): sua concentração é relativamente elevada na pele, sua carência causa aumento da queratinização


Enxofre(S): na pele é um componente dos Aminoácidos nas proteínas da pele. Tem efeito antisséptico.

Argila vermelha


Este tipo de argila é muito rica em hematite, ou seja, uma molécula mineral composta por ferro (sob a forma de Fe2O3). É uma argila pouco densa. A hematite é uma molécula importante para a oxigenação das células, contribuindo para uma pele visivelmente mais equilibrada.



“Compete a argila vermelha a ação de estimular a circulação sanguinea e acelerar os processos de supuração ou tratamento de lesões primárias. Em casos de descamações gerados por desintoxicação natural ou induzidas, também é indicado essa cor de argila.


Na analise química, aparecem ferro, silício, cobre e cromo, entre outros componentes químicos. Cada um desses elementos possui uma açõa biológica que favorece a manutenção da biodinâmica celular, porem observou-se que tem uma função especifica de ativar a circulação sanguinea periférica. Por isso, é indicada para processos que já estão na pele e precisam de uma “forcinha” para cicatrizar.


Não indicamos o uso de argila sobre lesões secundárias, tais como escamas, crosta, fissuras ou ulceras. A argila vermelha pode ser aplicada ao redor da lesão, para estimular a cicatrização. Quando aplicamos argila diretamente sobre essas lesões, favorecemos o acumulo em locais de difícil remoção, prejudicando a recuperação da área.


Na estética, a argila vermelha é intitulada como “mascara do rejuvenescimento”, pois é esta a sensação que se tem após a retirada da mascara vermelha Promete o “efeito Cinderela”. Suaviza as linhas de expressão, dá brilho e deixa a pele suavemente rosada. Promove uma microabrasão (peeling suave). Intensifica a renovação celular das camadas superficiais da pele, aumentando a elasticidade e a microcirculação, além de ser energizante e suavizante, resultando em uma pele revitalizada, com viço e luminosidade. Pode ser utilizada em feridas para ajudar na cicatrização e age como um secativo.


Na estética corporal, é utilizada para revitalizar a pele e auxiliar a drenagem linfática(reduzindo medidas). Também é eficaz como tensora nos tecidos flácidos, agindo também no relaxamento e na eliminação do stress.


Como o vermelho é a cor quente, a argila dessa cor tem ação de estimular, ativar, movimentar o corpo. Energeticamente, a argila vermelha induz o movimento de vitalidade, traz segurança, clareia a mente e favorece o animo, coragem, energia, concentração, autoafirmação corporal, aterramento. A aplicação da modalidade cinturão de gaia ou cataplasma abdominal trabalha com uma área de memória corpórea ou simbologia corporoa que inspira mudanças, equilíbrio, força interior, prazer pela vida e autoestima.” (O poder da argila medicinal, Graciele Medeiros)


A simbologia da cor vermelha


Chevalier e Gheerbrant (1998) observam a cor de uma forma simbólica. Para eles o vermelho é uma cor universalmente considerada como um símbolo fundamental do princípio de vida, com sua força, seu poder e seu brilho, cor de fogo e de sangue.


Entre os celtas da Irlanda era comum dizer-se que uma menina ou um menino era vermelho, como sinônimo de beleza. Nas tradições irlandesas, o vermelho é uma cor guerreira. Os bambaros dizem que a cor vermelha faz pensar no calor, no fogo, no sangue, no cadáver, na irritação, na dificuldade, no Rei, naquilo que não se pode tocar, no inacessível. No extremo oriente, o vermelho também evoca de maneira geral, o calor, a intensidade, a ação, a paixão, a cor do sangue, da vida, da beleza e da riqueza, é a cor da união e da imortalidade. O vermelho é a cor da alma, da libido e do coração. É a cor da ciência, do conhecimento esotérico, interdito aos não iniciados, que os sábios dissimulam sob seu manto. (CHEVALIER; GHEERBRANT, 1998)


A cromoterapia do vermelho 10 O vermelho, para a cromoterapia, é a cor do elemento fogo, do impulso, do que segue seu próprio caminho, nos proporciona coragem para a realização do movimento, é a vibração da força de vontade, a aceleração, desperta a ação, portanto ajuda a romper padrões de rigidez. O vermelho corresponde principalmente aos órgãos genitais e reprodutivos, por representar essa sexualidade e a paixão. (BONDS, 1999). Esta cor é importante para todos os seres vivos, sem ela o frio paralisa tudo, sem o calor seria impossível qualquer movimento ou atividade, ela estimula o crescimento. É a primeira cor do arco-íris, é a cor que nos dá raízes. O calor dos raios vermelhos vitaliza e energiza o corpo físico. (BONDS, 1999). O vermelho estimula os músculos e as articulações enrijecidas, a corrente sanguínea, o fluido da medula espinhal, o sistema nervoso simpático, através do seu movimento, e auxilia na liberação das congestões mucosas. (AMBER, 1992; CORVO; BONDS, 1997; PAGNAMENTA,1998). A cor vermelha deve ser evitada em condições de inflamação, febre, hipertensão, em pessoas com irritabilidade, pois esta cor trará um aumento do movimento e do calor. Se o vermelho for utilizado com muita frequência pode levar os esgotamento da energia vital. (AMBER, 1992).

Os componentes químicos da argila vermelha e sua formação cristalina. A argila vermelha, além de ter sua cor como uma forma de cura através da sua vibração, também possui elementos minerais auxiliando para que isso aconteça. Os principais elementos presentes na argila vermelha, com suas respectivas estruturas cristalinas, são: óxido de magnésio (MgO) – HC; sódio (Na) – CCC; óxido de ferro (Fe2O3) – CCC; óxido de cobre (CuO) – CFC; óxido de potássio (K2O) – CCC; ferro (Fe) – CCC; cobre (Cu) – CFC e cromo (Cr) – CCC. (HENKE, 2012; GOPINATH et al., 2003; SAMPAIO, 2008; STARIOLO, 2009).


Em razão de suas características, sugere-se uma associação comparativa com o cobre, de cor avermelhada, com sistema cristalino isométrico ou cúbico, 11 encontrado em áreas de oxidação, associados a lavas basálticas, em reação de soluções hidrotermais.


O cobre está associado aos primeiro e segundo chakras2 , além das glândulas suprarrenais, portanto relacionado à função de sobrevivência física, à estabilidade e à distribuição de energia. (ARRIETA, 2006).


O magnésio é um elemento químico presente na argila vermelha, e no ser humano principalmente nos ossos, participa também do mecanismo de contração muscular e é indispensável para a ação de muitas enzimas, auxilia na tendinite, na artrite e na artrose.


O sódio é importante na manutenção do equilíbrio hidrossalino do organismo, atua na transmissão dos impulsos nervosos e no transporte dos metabolitos.


O ferro por sua vez é um constituinte da hemoglobina e da mioglobina (molécula que fixa e transporta o oxigênio no sangue e nos tecidos) e de complexos enzimáticos, necessário para a geração de energia celular e para a integridade do sistema imunológico.


O cobre é utilizado terapeuticamente para sintomas no sistema urogenital e para amenizar inflamações e edemas, e fortalece o sistema imunológico. (DUNCAN, 1998; LILLY, 1999).


O potássio regula a homeostase dos fluidos corpóreos, atua nas contrações musculares e na transmissão de impulsos nervosos. O elemento cromo é importante para o metabolismo dos açúcares. (VILA Y CAMPANYA, 2000; BRASIL, 2013).



Ação medicinal da argila vermelha.


Segundo Huard (2007), a argila vermelha, por ser de forte poder de penetração, pode estimular muito a circulação sanguínea e os músculos. É a argila usada para ajudar na supuração de ferimentos, tosse crônica, ajudando no movimento dos fluidos locais. É bastante estimulante, ativa as pessoas preguiçosas e acelera o metabolismo. Em lesões como pápula, bolha, pústulas ou descamação por causa de desintoxicação é indicada a utilização da argila vermelha, para estimular o efeito de drenagem e oxigenação da pele. Por estimular a drenagem, é utilizada na estética facial em máscaras de rejuvenescimento. Suaviza as linhas de expressões e aumenta brilho da pele. Na estética corporal, é utilizada na drenagem linfática reduzindo medidas, por estimular o movimento dos fluidos ajudando na drenagem (MEDEIROS, 2013; HUARD, 2007)


Sugestões de uso


As argilas, portanto, são biominerais capazes de doar propriedades específicas a um determinado produto, seja como excipiente ou substância ativa, oferece benefícios à saúde das pessoas. Os benefícios mais conhecidos relacionados aos cosméticos à base de argila são a purificação e remineralização da 8 pele, ação tensora, anticaspas, cicatrizante e eficácia no combate a oleosidade da pele. Os benefícios podem ser relacionados a produtos para o corpo, para o cabelo e para os cremes faciais, bem como para os produtos de higiene pessoal em geral (VALENZUELA et al., 2009)

A pele deve ser esfoliada para remover a camada superficial de células mortas, resíduos de creme e sujidades por exposição ao meio ambiente, para depois aplicar a massa de argila. Além disso, essa friccção no processo de esfoliação permite exposição de elétrons, o que facilita a migração e ligações de íons em direção a derme, bem como a agregação dos mesmos.

Os resíduos de nossa pela são adsorvidos na argila enquanto ela esta hidratada, sendo indicado a aplicação de uma grossa camada para que ela permaneça úmida por mais tempo. Quando perde a hidratação, ela perde a capacidade de adsorção de resíduos, gorudras, sebo e secreções da pele.


Tempo mínimo de exposição da pele à massa de argila deve ser de seis a oito minutos nas aplicações faciais (sendo 20 minutos o tempo Maximo) e 40 minutos nas aplicações topicas no corpo, tipo cataplasma.


Mascara facial Rejuvenecedora


Receita

· 2 colheres rasas de sopa de argila vermelha

· 1 gota de óleo essencial de ólibano

· Hidrolato de rosas

Modo de preparo: Em uma vasilha de vidro ou cerâmica, adicione a quantidade de argila e o hidrolato de rosas (hidrolato de gerânio também é uma ótima opção) e vá misturando até formar uma mistura pastosa e densa. Prepare a pele lavando com o Fitodetergente e esfoliando gentilmente a face. Aplique uma camada grossa de argila em toda a região do rosto e permaneça com ela por 15minutos. Observe se sua mascara facial segue úmida, caso sentir ressecamento borrife o hidrolato na face em uma distância de 15-20cm. Após esse período remova com água e ajuda de um ecodisco. Com a pele limpa, aplique o hidrolato de rosas e seu hidratante. Indicamos para acompanhar esse cuidado o uso de 3 gotinhas de óleo de rosa mosqueta.


Cataplasma Força interior


Receita

· 5 colheres de sopa de argila vermelha

· Hidrolato de Lavanda

Em um pote de vidro ou cerâmica adicione a argila vermelha e o hidrolato até formar uma mistura pastosa, com textura de maionese. Com a pele da barriga limpa e esfoliada, aplique a argila sobre a região embaixo ao umbigo. Faça uma camada grossa e fique deitada com essa massa de argila. Indico que utilize uma toalha embaixo para evitar de sujar a cama ou sofá onde esteja. Permaneça com o cataplasma de 20-30minutos até , no Maximo, 40 minutos. Remova no banho, esfoliando gentilmente e removendo a massa de argila. Aplique o creme corporal hidratante da Vegalótus com óleos essenciais para finalizar o tratamento.

Bibliografia:

Artigos científicos fornecedores e scielo.

O PODER DA ARGILA MEDICINAL. Graciela Mendonça da Silva de Medeiros.

MODO DE AÇÃO DAS ARGILAS NA PELE, QUANDO APLICADAS EM TRATAMENTOS ESTÉTICOS. Sandra Medeiro e Marcos Lanza

ARGILAS MEDICINAIS: POTENCIAL SIMBÓLICO E PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS DAS ARGILAS EM SUAS DIVERSAS CORES . Lara Fernanda de Morais Lopes e Graciela Mendonça de S. Medeiros



A sua saúde em boas mãos.






Fale Conosco

 

WhatsApp:  (51) 99702.5060

                  

                   

Fones:        (51) 3095.2001

                   (51) 3311.7898

                   (51) 3311.1144

 

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta

8:30 às 18:00

Sábado

9:00 às 13:00

Redes Sociais

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Blogger

Orçamentos por e-mail

envie a sua fórmula aqui:

 

 

Contato com Equipe de Vendas

boaformula@boaformula.com.br

 

Sugestões, Reclamações e Dúvidas

sac@boaformula.com.br

Venha Trabalhar Conosco!

trabalheconosco@boaformula.com.br

Endereço

Boaformula Farmácia de Manipulação

Av. Independência, 1163

Bairro Independência

Porto Alegre - RS - Brasil

CEP 90035-077

Advertência:
• Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
• Imagens ilustrativas.
• Pessoas com hipersensibilidade à(às) substância(s) não devem ingerir o produto.
• Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
• Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
• Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da   luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
• Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
• Este medicamento não deve ser utilizado por gestantes e lactantes. 
• Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
• Os resultados dependem da correta utilização do produto, conforme descrito na posologia.
• Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Venda mediante prescrição do profissional habilitado
As informações acima são de caráter informativo sem intenção de induzir a automedicação, não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um profissional habilitado. 
O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto. RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.

Boaformula

Farmácia de Manipulação e Suplementos Nutricionais

A sua saúde em boas mãos.

Porto Alegre | RS

CNPJ 94.629.169/0002-30