top of page

Dica Saudável | Receita de Cupcake Vegano e sem Glúten



Uma alimentação saudável também pode ter muito sabor!

Receita de Cupcake Vegano e sem Glúten


Na busca de uma vida mais saudável, refletir sobre nossa alimentação é essencial. Como cuidamos e nutrimos esse corpo reflete em nossa energia, disposição e bem-estar. Natural a gente enfrentar desafios, pois em uma sociedade com alimentação globalizada e majoritariamente industrializada, os hábitos que aprendemos trazem praticidade e sabor, mas poucos nutrientes. É um processo que demanda uma reeducação alimentar onde a intenção seja uma alimentação balanceada que supra as demandas metabólicas do organismo e auxiliem em sua regeneração e preservação.


Adotar uma alimentação saudável em seu dia a dia pode trazer inúmeros benefícios para sua saúde e bem-estar. Aqui estão algumas razões pelas quais é importante aderir a uma alimentação saudável:


  • Fornece nutrientes essenciais: Uma alimentação saudável pode fornecer ao seu corpo os nutrientes essenciais que ele precisa para funcionar corretamente. Isso inclui vitaminas, minerais, proteínas, carboidratos e gorduras saudáveis.

  • Ajuda a controlar o peso: Comer alimentos saudáveis e equilibrados pode ajudá-lo a manter um peso saudável ou alcançar seus objetivos de perda de peso.

  • Melhora a saúde do coração: Uma dieta saudável pode ajudar a reduzir o risco de doenças cardíacas, controlando os níveis de colesterol e pressão arterial.

  • Fortalece o sistema imunológico: Alimentos ricos em nutrientes podem ajudar a fortalecer o sistema imunológico, ajudando a prevenir doenças e infecções.

  • Melhora o humor: Uma dieta saudável pode melhorar o seu humor e níveis de energia, ajudando a reduzir o estresse e a ansiedade.

  • Melhora a saúde mental: Estudos têm mostrado que uma alimentação saudável pode melhorar a saúde mental, incluindo a redução dos sintomas de depressão e ansiedade.

  • Reduz o risco de doenças crônicas: Uma dieta saudável pode ajudar a reduzir o risco de várias doenças crônicas, incluindo diabetes tipo 2, doenças cardíacas e alguns tipos de câncer.


Em resumo, adotar uma alimentação saudável pode melhorar sua saúde física e mental, reduzir o risco de doenças crônicas e aumentar sua qualidade de vida.


E uma vez que fazemos essa virada de chave e experimentamos, nosso próprio organismo dá respostas claras dos benefícios de escolher uma alimentação mais saudável. Para auxiliar você a trazer mais saúde aos seus dias, preparamos uma receita simples, fácil, nutritiva e cheia de sabor. Alimentação não é um bicho de sete cabeças, apenas precisamos entender e ter paciência com a gente mesmo no processo. E é claro, muita vontade e motivação! Quem não deseja ter mais concentração e vitalidade em seus dias? Uma pele macia, hidratada e saudável? Cabelos brilhosos e volumosos? A verdade é que não existe uma pílula magica que irá te proporcionar isso. Existem mudanças de hábitos e estilo de vida que demandam disciplina do indivíduo. Muitos são os profissionais de saúde que auxiliam nesse processo caso precisar de ajuda, como o acompanhamento de um nutricionista que pode indicar diferentes receitas e um quadro alimentar para seu caso especifico como também nutracêuticas para suplementar quando necessário.


Uma frase que inspirou essa Dica Saudável de hoje é: “O oposto de fácil é fazer” (Autor Desconhecido).


Se a gente viesse falar aqui para vocês que se alimentar de forma saudável é fácil, seria mentira e um equivoco. Não é fácil sair da zona de conforto e ao invés de pedir comida, entrar para cozinha e fazer sua própria refeição. Talvez para alguns seja mais intuitivo, outros nem tanto. Alguns podem ter aprendido algumas receitas, outros não saberem nada e estarem começando nessa alquimia que é cozinhar. Cada pessoa tem uma relação e história com a comida e nossa proposta é trazer receitas que todos possam reproduzir e se deliciar em sua casa, seja você que já tem intimidade com a cozinha ou você que deseja começar. A proposta é que seja prazeroso esse momento, como uma forma de carinho com a gente mesmo sabe?


Então hoje para descomplicar e desconstruir objeções de uma comida saudável, vamos compartilhar uma receita de Cupcake Vegano e sem Glúten. Essas duas definições já torcem o nariz de muita gente né?


Primeiro, o glúten não faz mal a saúde. Ele é uma proteína natural do trigo, entretando muitas pessoas possuem sensibilidade a ele. Isso é preocupante pois o glúten provoca uma inflamação na parede do intestino, dificultando a absorção de nutrientes necessários ao bom funcionamento do organismo. Para tornar mais acessível nossa receita, optamos por apresentar uma alternativa no uso de farinhas que também oferece uma diversidade maior de grãos e cereais em nossa alimentação.


E por que um cupcake vegano? O que isso quer dizer?


Em uma definição muito simples, alimentos veganos são todos aqueles que não incluem nenhuma exploração animal, em qualquer momento da produção. Isso quer dizer que a alimentação vegana vai muito além da ausência de carne: ela é resultado de uma observação completa do ciclo de produção.


Isso mesmo! Um alimento que usa gordura animal na receita, mesmo que seja em uma proporção muito pequena, não é um alimento vegano.


Tem gente que associa a dieta vegana à ausência de nutrientes, dizendo que é impossível ser saudável adotando-a. E isso é realmente um erro, pois diversos estudos demonstram que há muitos benefícios para quem começa a desenvolver uma dieta vegana.


“Os estudos populacionais que comparam grupos vegetarianos e não vegetarianos com estilo de vida similar mostram que os vegetarianos têm menor incidência de todas as doenças crônicas não transmissíveis, como dislipidemias (alteração dos lipídios no sangue), hipertensão, cardiopatia isquêmica (infarto agudo do miocárdio), diabetes, diversos tipos de câncer e obesidade.


Um padrão de alimentação que promove tantos benefícios não pode ser constituído de uma dieta carente. O que leva uma dieta a ser ou não deficiente não é o fato de ter ou não ter carne no cardápio, mas sim a forma que a dieta é feita. Uma pessoa que comer carne, sendo chamada de onívora, mas não come frutas e verduras, pode ter deficiência de ácido fólico, baixa ingestão de fibra e potássio, por exemplo. A dieta vegetariana bem planejada, como deve ser qualquer dieta, pode e oferece todos os nutrientes que precisamos.


Como a maior parte das pessoas que comem carne não fazem uma dieta equilibrada, é interessante que aprendam a se alimentar de forma correta, e aprender isso o momento que se adotar a dieta vegetariana é uma boa possibilidade.” (Sociedade Vegetariana Brasileira).



Receita de Cupcake Vegano e sem Glúten



Ingredientes:

  • 1 e 1/2 xícara (chá) farinha de aveia

  • 1 colher de sopa de psyllium*

  • 1/3 xícaras (chá) óleo de gergelim*

  • 6 bananas prata (bem madura)

  • 1 colher de sopa de uva passas

  • 2 colheres (sopa) sementes de linhaça* ou chia* trituradas

  • 6 colheres (sopa) água

  • 1 colher (sopa) fermento em pó

  • 1 pitada sal

  • 1 colher de chá de maca peruana*

  • 1 colher de chá de canela em pó


*você encontra esses ingredientes na Boaformula!


Para começar, amasse as frutas com um garfo até que vire uma papinha. Quando as bananas chegarem à consistência desejada adicione o resto dos ingredientes e misture bem para que fique homogêneo, por último misture o fermento em pó.


Depois, você deve distribuir a massa da sua receita em forminhas de silicone para que fiquem em formato de cupcake. Leve ao forno pré-aquecido por 20 a 30 minutos a 160ºC.

Deixe assando até que a massa fique dourada e que chegue na consistência de um bolo. Agora é só se deliciar!


Quem não ama um lanchinho super fácil e rápido de fazer? Eu gosto de praticidade e nessa receita é só amassar as bananas e juntar tudo em uma vasilha só, colocar nas forminhas, levar ao forno e está pronto!


Dicas: Você pode acrescentar gotas de chocolate 70% cacau


Essa receita é incrível para quando temos diversas bananas que estão bem maduras e com aquela casca mais escurecida sabe? Além de auxiliar a ter desperdício zero daqueles alimentos que já não ficam agradáveis de comer puro, ela está no seu ponto mais doce para oferecer muito sabor ao seu cupcake!



Vamos conhecer um pouco mais dos benefícios

de alguns desses ingredientes em nosso organismo?


AVEIA

A aveia é um cereal integral rico em nutrientes e fibras, e pode oferecer muitos benefícios para a saúde quando incluída na alimentação. Aqui estão alguns benefícios da aveia:


  • Ajuda a controlar o açúcar no sangue: A aveia é rica em fibras solúveis, que podem ajudar a reduzir a absorção de açúcar no sangue, o que é especialmente importante para pessoas com diabetes.

  • Promove a saciedade: A aveia também é rica em fibras insolúveis, que ajudam a manter a saciedade por mais tempo, reduzindo a fome e o consumo excessivo de alimentos.

  • Melhora a digestão: As fibras presentes na aveia ajudam a melhorar a digestão e a prevenir a constipação.

  • Reduz o risco de doenças cardíacas: A aveia contém beta-glucanas, um tipo de fibra solúvel que pode ajudar a reduzir os níveis de colesterol no sangue e, portanto, diminuir o risco de doenças cardíacas.

  • Fornece nutrientes importantes: A aveia é uma fonte de nutrientes importantes, incluindo proteínas, vitaminas do complexo B, ferro e magnésio.

  • Ajuda a manter um peso saudável: Devido à sua capacidade de controlar o açúcar no sangue e promover a saciedade, a aveia pode ser um alimento útil para ajudar na perda de peso ou na manutenção de um peso saudável.


Em resumo, a aveia é um alimento nutritivo e versátil que pode oferecer muitos benefícios à saúde quando incluída na alimentação regularmente.



PSYLLIUM

O psyllium é uma fibra solúvel derivada das sementes da planta Plantago ovata. Aqui estão alguns dos benefícios que têm sido associados ao consumo regular de psyllium:


  • Ajuda a regular o trânsito intestinal: O psyllium é uma fibra solúvel que pode ajudar a melhorar a consistência das fezes e prevenir a constipação. Ele age como um laxante suave, aumentando o volume das fezes e facilitando a passagem pelo trato intestinal.

  • Reduz os níveis de colesterol: O psyllium tem sido associado à redução do colesterol total e do LDL (colesterol ruim) no sangue. Ele pode ajudar a reduzir a absorção de colesterol no intestino e promover a excreção de ácidos biliares, que são produzidos a partir do colesterol.

  • Controla o açúcar no sangue: O psyllium pode ajudar a controlar os níveis de açúcar no sangue em pessoas com diabetes tipo 2. Ele retarda a absorção de açúcares na corrente sanguínea, reduzindo assim a carga glicêmica dos alimentos.

  • Melhora a saciedade: O psyllium forma um gel no estômago quando combinado com líquidos, o que pode ajudar a reduzir o apetite e promover a sensação de saciedade. Isso pode ser útil para pessoas que desejam controlar o peso ou reduzir o consumo de calorias.

  • Promove a saúde do coração: Alguns estudos sugerem que o psyllium pode ajudar a melhorar a saúde do coração, reduzindo a pressão arterial e a inflamação no corpo.


É importante lembrar que o psyllium não é um substituto para uma dieta saudável e equilibrada e que deve ser consumido com bastante líquido para evitar a obstrução intestinal.



MACA PERUANA

A maca peruana é uma raiz originária dos Andes peruanos que tem sido utilizada há séculos por seus benefícios nutricionais e medicinais. Aqui estão alguns dos possíveis benefícios associados ao consumo de maca peruana:


  • Aumenta a libido e a fertilidade: A maca peruana é frequentemente considerada como um afrodisíaco natural, e alguns estudos sugerem que ela pode aumentar a libido e a função sexual em homens e mulheres. Além disso, ela pode melhorar a fertilidade em homens, aumentando a quantidade e a motilidade dos espermatozoides.

  • Reduz os sintomas da menopausa: A maca peruana pode ajudar a reduzir os sintomas da menopausa, como ondas de calor, suores noturnos e alterações de humor. Ela contém compostos fitoquímicos que imitam a ação do estrogênio no corpo, o que pode ajudar a equilibrar os níveis hormonais.

  • Melhora a energia e a resistência física: A maca peruana contém carboidratos complexos, proteínas e minerais, o que pode ajudar a aumentar a energia e a resistência física. Alguns estudos sugerem que ela pode melhorar o desempenho atlético em atividades de alta intensidade.

  • Ajuda a regular o humor: A maca peruana pode ajudar a regular o humor e reduzir os sintomas de ansiedade e depressão. Ela contém compostos que afetam a atividade dos neurotransmissores, como a serotonina e a dopamina, que estão associados ao bem-estar emocional.

  • Melhora a saúde óssea: A maca peruana é rica em cálcio, magnésio e outros minerais que são importantes para a saúde óssea. Alguns estudos sugerem que ela pode ajudar a prevenir a perda óssea em mulheres na pós-menopausa.


É importante lembrar que a maca peruana não é um medicamento e que seus benefícios podem variar de pessoa para pessoa.



ÓLEO DE GERGELIM

O gergelim é uma oleaginosa do gênero Sesamum. Ela possui 36 espécies, sendo a mais conhecido e comercial a Sesamum indicum L.. O óleo de gergelim é feito a partir da sua extração por meio do processo de prensagem a frio das sementes de gergelim. Elas passam por um compressor físico que extrai o óleo sem a alteração de temperatura ou adição de solventes, resultando em uma torta (bagaço resultado das sementes oleaginosas), rica em fibras, e no óleo, que é então filtrado e refinado, ficando com uma cor amarelada.


O óleo de gergelim possui uma alta estabilidade e não rancifica facilmente, graças à sua composição. O óleo possui ligninas, sesamolina, sesamina, vitaminas A, B, C e E e alto teor de ácidos graxos insaturados (como ácido oleico e linoleico, conhecidos como ômega 9 e ômega 6). Por meio da decomposição da sesamolina, são formados o sesamol e sesamina, que atuam como antioxidantes e são responsáveis pela estabilidade do óleo.


A presença de sesamina e lignanas podem contribuir acelerando a decomposição do álcool no fígado, além de apresentarem atividades anti-hipertensiva, imunorreguladora e anticarcinogênica. O óleo de gergelim é comestível, podendo ser utilizado na culinária como tempero, porém seu foco atual de produção está ligado ao biocombustível.


O óleo de gergelim também pode ajudar a regular os níveis de açúcar no sangue em longo prazo em adultos com diabetes tipo 2.


Graças à presença de compostos com alto propriedades antioxidantes, o óleo de gergelim pode trazer diversos benefícios, tanto para o organismo interno, por meio da ingestão, quanto para o organismo exterior (corpo e cabelos), possibilitando sua aplicação em cosméticos e até fármacos. Além do seu alto poder antioxidante, o óleo de gergelim pode possuir diversas propriedades, como:


  • Ação anti-inflamatória;

  • Diminuição da pressão arterial;

  • Hidratação e maciez;

  • Antienvelhecimento;

  • Proteção dos raios UV.

Com essas propriedades, o óleo de gergelim pode ser aplicado na manutenção, proteção e hidratação da pele e dos cabelos.



A sua saúde em boas mãos.





Comments


bottom of page