Dica Saudável | Óleo Essencial de Patchouli


Patchouli

Óleo Essencial do Autoconhecimento e Amadurecimento.


INCI: Pogestemon cablin oil

Nome cientifico: Pogostemon cablin

Familia: Lamiaceae

Origem: India, Malásia

Extração: Destilação das folhas secas e fermentadas

Órgão extraído: o arbusto integral

Extração: destilação a vapor d’agua das folhas secas ao sol e fermentadas



Originário de um arbusto com cerca de 60cm de altura, hoje na Dica Saudável falaremos sobre um óleo essencial muito especial: o de Patchouli. Seu aroma nos leva de volta ao passado da Índia, sendo amadeirado e de canfora. Seu nome deriva do Tamil e significa “folha verde” ( em Tamil, “patchai” é verde e “ellai” é folha).


O óleo essencial de patchouli é extraído por destilação a vapor das folhas da planta de patchouli. Na aromaterapia é muito utilizado por suas propriedades antidepressivas, anti-inflamatórias, antissépticas, afrodisíacas, adstringentes, cicatrizantes, desodorantes, diuréticas, febrífugas, fungicidas, inseticidas, sedativas e tônicas. Um aliado a saúde que vem equilibrar nossa mente e corpo, promovendo energia e vitalidade. Energeticamente, ele eleva a reverência pele vida, uma atitude que celebra o valor de todas as experiências e todas as formas de vida e acolhe que há uma fagulha do sagrado em toda matéria. Fisicamente combate inflamações e ajuda a curar a pele gretada e seca, as lesões cutâneas e os ferimentos. Também pode ajudar em casos de acne, pé de atleta, infecções causadas por fungos, psoríase e caspa. Estimula a substituição das células cutâneas, podendo ajudar na cicatrização da pele. Ajuda a esticar a pele flácida, sobretudo após perda de peso. Pode também ajudar em casos de celulite e retenção de líquidos.



Composição quimica:

· Sesquiterpenos (40-50%)

· Sesquiterpenois (40-50%)


Possui como componentes básicos o alfa-patchoulene, beta-patchoulene, alfa-guaiane, alfa-bulneseno, cariofileno, norpatchulenol, álcool patchouli, seychellene e o pogostol.



Propriedades terapêuticas:


· Flobotonico, linfotonico

· Anti-inflamatório

· Descongestionante venoso, linfático e prostático

· Cicatrizante

· Antálgico

· Antisséptico

· Bactericida

· Fungicida

· Calmante

· Afrodisíaco

· Hidratante e umectante

· Febrífugo

· Estrogênio like-potencial



História do Óleo Essencial de Patchouli

O nome “patchuli” provém do Industão e tem uma longa história de uso medicinal na Malásia, na China, na Índia e no Japão. Era um conhecido antídoto contra picada de inseto e de cobra. O maior volume de óleo foi destilado na Malásia Britânica durante muitos anos. As ilhas Seychelles tornaram-se grandes produtoras durante a última Guerra Mundial – embora o óleo seja considerado ligeiramente inferior ao malaio.


Era costume colocar folhas secas de Patchouli entre as dobras dos xales indianos de casimira no período Vitoriano para proteger a mercadoria contra traça. Na Índia, os saches de Patchouli são muito usados para perfumar a roupa de cama e afastar percevejos. É um fixador de perfumes do tipo oriental que esteve muito em voga durante o movimento hippie, na década de 1960, assim como o sândalo e o jasmim. É também utilizado como condicionador de cabelos para os “dreadlocks” dos rastafáris. O Patchouli afasta o mal e o negativo. O movimento Hare Krishna foi responsável em grande parte por difundir o aroma de Patchouli – acredita-se que Deus Krishna “habita” no Patchouli.


A planta fresca não possui cheiro. É necessária uma fermentação das folhas para ver surgirem os precursores das moléculas de patchoulol e de pogostol. Depois da destilação, o óleo essencial de patchouli se torna uma matéria prima cara e luxuosa, utilizada como nota de fundo em perfumes tanto masculinos quanto femininos.


Apesar da associação comum com estilos de vida alternativos, o Patchouli tem uma vasta utilização na indústria moderna. Faz parte de cerca de um terço dos perfumes produzidos atualmente, sendo mais da metade, no caso, de perfumes masculinos. É também um importante componente do incenso produzido na Ásia Oriental. É também utilizado como aroma para toalhas de papel, detergentes ou sabão para lavar roupa e aromatizantes de ambiente e automóvel.


A Indonésia é o maior produtor de óleo de patchouli no mundo com uma estimativa de produção de 550t/ano, o que representa mais de 80% do total. A India, atualmente, está produzindo uma quantidade insuficiente do óleo e a maior parte de sua demanda interna é atendida por importação. (SINGH, RAO, 2009)



Aspectos botânicos


Rendimento: 25g de óleo essencial para cada kg de planta

Características: lenhoso, denso resino

Aspecto: óleo denso amarelado-acastanhado até o verde-acastanhado


Erva originária da Malásia e India, possui crescimento rápido, propagada vegetativamente por cortes de caule (estaca) e que se adapta bem a ambientes semi-sombreados. Possui alta porcentagem de enraizamento das etacas quando preparadas a partir das regiões basais e medianas dos ramos, mantendo-se um par de folhas. Sugere-se que estejam em local com alta umidade relativa do ar e redução de luminosidade.


A família Lamiaceae possui distribuição cosmopolita, incluindo cerca de 300 gêneros e 7.500 espécies, sendo que destes 28 gêneros e cerca de 350 espécies ocorrem no Brasil. Dentre os gêneros pertencentes a essa família, Pogostemon foi introduzido no Brasil e é composto por 80 a 90 espécies, incluindo altos subarbustos e ervas aquáticas .


Devido a sua importância econômica, a espécie Pogostemon cablin (Blanco) Benth., nativa da Indonésia, Malásia, Índia e Filipinas, vem se destacando no mercado nacional e internacional . P. cablin, conhecida vulgarmente como patchouli, é uma erva perene, aromática, ereta e ramificada, que atinge altura de 0,5 a 1,2 m; com folhas opostas cruzadas e ovaladas, de 5 a 10 cm de comprimento e 3 a 8,9 cm de largura, margem lobada com dentes crenato-serrados, os lobos e o ápice da folha são obtusos, as flores brancas, bissexuadas, zigomorfas, diclamídeas, cálice pentâmero, gamossépalo, ovário súpero e bicarpelar.



Indicações e aplicações do óleo essencial de Patchoully



A International Standard Organization – ISSO (2002) define óleos essenciais como substâncias volátes obtidos de partes de plantas através de destilação por arraste com vapor de água, bem como por hidrodestilação ou prensagem a frio, onde são obtidos por expressão dos pericarpos de frutos cítricos. De forma geral, são misturas complexas de substancias voláteis, lipofílicas, liquidas e odoríferas.


Propriedades físicas: Anti-inflamatório, antisséptico, cicatrizante, Descongestionante venoso, linfático e prostático. É eficiente em tratamentos cutâneos como acne, rachaduras, pele envelhecida, caspa, dermatites em geral, eczemas, ulcerações, feridas inflamadas. Fungicida, combate pé de atleta.

Propriedades emocionais: Sedativo, sendo calmante e relaxante. Trata uma série de doenças psicossomáticas, como compulsão alimentar e obesidade, causadas por angústia e depressão.

Propriedades vibracionais: Auxilia aqueles que tem dificuldade de dizer não quando necessário. Promove compreensão das relações de causa e efeito e persistência para superar as dificuldades. Estimula a tolerância e integra corpo e mente. Estimula o 1° e o 2° chakra.


Propriedades terapêuticas: É antifúngico e anti-micótico de uso geral (frieiras).

O patchouli álcool (patchoulol), principal componente (25-40%) do óleo essencial de patchouli (Pogostemon cablin) possui potentes propriedades anti-inflamatórias, anticancerígenas e antimicrobiais já estudadas.


Anticancerígeno: Estudos in vitro foram conduzidos para avaliar a atividade anticancerígena do álcool de patchouli, um dos principais constituintes do óleo essencial de P. cablin. O álcool de patchouli suprimiu o crescimento celular e induziu a apoptose de uma forma dependente da dose em células humanas de cancro do cólon. Além disso, o álcool de patchouli diminuiu o crescimento celular nas linhas de células endoteliais da mama, do pâncreas, da próstata e do cordão umbilical.


Antifúngico: Estudos in vitro foram conduzidos para avaliar a atividade antifúngica do óleo essencial de cebolinhos de alho Allium tuberosum (Rottler ex Spreng.), Cinnamomum cassia (auct.) e de P. cablin contra estirpes de Aspergillus flavus e Aspergillus oryzae (fungos de ampla dispersão oportunistas Humanos e animais e podem afetar indivíduos imunocomprometidos). O óleo essencial de patchouli inibiu os fungos em concentrações superiores a 1500 ppm e exibiu um efeito de supressão no crescimento de colônias em todas as concentrações (100, 250 e 500).


Antibacteriano: O Patchouli P. cablin da China, Indonésia e Índia foram testados contra 17 fungos patogênicos e 16 bactérias comuns. Candida albiACHS, C. krusei, C. parapsilosis, Aspergillus fumigatus e Asp. Flavus eram resistentes aos óleos dos três países. Cryptococcus neoformans, sete de oito bactérias causadoras de odor nos pés, e todos os dermatófitos foram todos susceptíveis ao patchouli chinês. O patchouli chinês tinha propriedades mais efetivas em geral do que o óleo da Indonésia e da Índia (esse efeito foi atribuído ao maior teor de álcool de patchouli possuído pelo óleo chinês).


Antiviral: Durante o rastreio de vírus anti-influenza, substâncias de ambos os medicamentos tradicionais à base de plantas, o extrato de metanol das folhas de P. cablin mostrou potente atividade antiviral in vitro (99,8% de inibição numa concentração de 10 μg / mL) contra o vírus influenza H1N1. O principal princípio ativo foi identificado como o álcool de patchouli. A inibição dependente da dose do vírus H1N1 foi registada quando o álcool de patchouli foi estudado independentemente. No entanto, o álcool de patchouli não inibiu os vírus influenza H3N2 e neuraminidase (neuraminidases são partes de um vírus que torná-lo mais infeccioso, permitindo-lhes deixar as células infectadas e passar para outras células saudáveis).


Cicatrizante: Possui potencial cicatrizando, ajudando o processo de cicatrização de cortes e feridas e também acelera o desaparecimento das cicatrizes. É igualmente eficaz na eliminação de marcas deixadas por furúnculos, acne, varíola e sarampo.

Propriedades cosméticas: Poderoso cicatrizante, excelente em rachaduras de pé, feridas que não se cicatrizam e em hemorragias. Excelente anti-inflamatório na pele, dermatoses, dermatites alérgicas, eczemas, psoríase e acne; cicatrizante e emoliente; regenerador celular; beneficia peles secas, cansadas, com marcas, rachaduras e cicatrizes; fungicidas ,Tinea pedis, pé de atleta, infecções causadas por fungos; diurético, retenção de líquido e celulite; descongestionante dos vasos venosos anti-varizes; bom coadjuvante no tratamento da obesidade ou restrição alimentar, diminui o apetite; afrodisíaco, trabalha a sensualidade. É aliado na saúde da pele por não só previnir o aparecimento de acne, como também pode ajudar no tratamento das espinhas com suas propriedades antissépticas e anti-inflamatória. É hidratante e umectante, hidratando e protegendo a epiderme, além de aliviar as marcas de expressão e rugas.


Propriedades emocionais (psicoaromaterapia): O óleo essencial de Patchouli fortalece o idealismo e a autoestima, assim como auxilia aqueles que têm dificuldade em tomar decisões e que não acreditam em si mesmos. Traz consciência corporal, ajuda na conscientização dos limites e aumenta a concentração mental.


Enraíza e fortalece a vontade de viver, sendo um estimulante. A energia do patchouli eleva a reverência pela vida, uma atitude que celebra o valor de todas as experiências e todas as formas de vida, e aceita que há uma fagulha do sagrado em toda matéria.


Vem promover equilíbrio, sendo muito indicado para quem sofre de depressão. Ele melhora o humor e promove relaxamento. Ao inalar o óleo essencial de patchouli, há estímulo à liberação de hormônios do prazer, como a serotonina e a dopamina. E os sentimentos de ansiedade, raiva e tristeza são amenizados. Este óleo dissipa a tristeza. Abre o chacra raiz, ajudando-nos a nos firmar no momento presente e a nos render à simplicidade de apenas ser.


Possui também propriedades afrodisíacas, trazendo um tesão pela vida e estimulando os hormônios sexuais, aumentando a libido. A essência do óleo de patchouli destrava a energia sensual do chacra raiz, e transforma estados de frigidez em sensualidade.


Por possuir propriedades calmantes que convidam a um relaxamento e aliviam estresse, especialmente graças ao seu aroma agradável, o óleo de patchouli pode promover um sono melhor, mais profundo e mais tranquilo.


Perfumaria: O aroma do patchouli é poderoso e inconfundível. Ou você vai amá-lo ou odiá-lo! Veteranos de guerra irão reconhecer o aroma de patchouli. Era uma fragrância favorita da geração hippie dos anos 60 quando era usada como uma fragrância. Há uma doce nota inicial, seguida por uma rica nota de corpo terrosa. Notavelmente, o patchouli pode durar em um bufo de perfume por quase um mês. É utilizado extensivamente como um fixador em sabão, perfume e cosméticos.



Sugestão de Uso


Repelente natural

Alguns estudos demonstraram que o óleo essencial de patchoulli pode atuar como repelente de formigas, sendo uma boa opção para utilizar em casa. Sendo natural . biodegradável e trazendo seus benefícios medinais e terapêuticos ao nosso dia a dia. As propriedades inseticidas do óleo essencial de patchouli são reconhecidas desde a antiguidade. Apesar de ter um cheiro doce, ele é muito eficaz em manter os insetos à distância. Importante lembrar que são substancias muito concentradas e para seu uso ser sustentável é sempre indicado que se siga a premissa de que menos é mais, utilizando com consciência. Sendo ótimo para repelit formigas, podendo pingar 5 gotas em um pote com 200ml de água e com um pano aplicar sobre a superfície. Tambem pode fazer um borrifador com 2% de patchoulli e 1% de hortelã pimenta ou cravo da índia. Será bem positivo e ainda é um aromatizador delicioso, sem aquele aroma de veneno dos repelentes convencionais e ainda promove saúde a você e seu lar.


Ele também pode ser misturado com água para lavar roupas e lençóis de cama para afastar mosquitos, percevejos, piolhos, pulgas, moscas e traças. Apenas algumas gotas são necessárias para manter os insetos longe. Você também pode aplicar o óleo essencial de patchouli em um difusor.



Óleo afrodisíaco corporal 2%

· 30ml de óleo de semente de uva

· 6 gotas de patchouli

· 6 gotas de ylang ylang

Para despertar a chama do amor e aumentar a libido. Em um vidro âmbar adicione os 30ml de óleo de semente de uva e os óleos essenciais. Misture bem e pode aplicar sobre a pele, aplicando uma massagem gentil e suave.



Mascara de argila Cicatrizante

· 2 colheres de sopa de argila branca

· Hidrolato de gerânio Brasil

· 1 gota de óleo essencial de patchouli

Em um pote de vidro ou cerâmica, adicione a argila branca e vá adicionando o meio fluido aos poucos, incorporando ele na massa. Para nossa receita, trouxemos o hidrolato de gerânio com propriedades regeneradoras , podendo também ser utilizado de lavanda, alguma infusão de ervas ou água mineral. Vá adicionando até atingir a consistência de maionese. Com o rosto limpo, aplique sobre a pele com os dedos ou ajuda de um pincel. Faça uma camada média-grossa e permaneça com a mascara por 15 minutos. Caso ela seque, borrife o hidrolato para manter sua mascara hidratada, permitindo que siga desintoxicando, realizando trocas de íons com a pele e impedir que resseque em excesso sua pele. Remova com água e aplique um hidratante, nossa sugestão é que utilize o Serum Regenerador Vegalótus e 3 gotas de óleo vegetal de jojoba para finalizar. Sua pele irá adorar!



O Patchouli se mistura bem com Bergamota C. aurantium var. Bergamia, Cedro do Átlas Cedrus atlantica G. Manetti ex Carriere, Canela C. zeylanicum, Sálvia Sclarea S. sclarea, Cravo S. aromaticum, Gerânio P. graveolens, Lavanda L. angustifolia, Mirra C. myrrha, Néroli C. aurantium Var. Amara, Musgo de Carvalho E. prunastri, Rosa de Damasco R. damascena, Sândalo S. album, e Vetiver V. zizanioides.



Atenção: Os óleos essenciais são extratos puros das plantas, muito concentrados. A superdosagem pode causar dermatites e intoxicação. Na dúvida, siga a orientação de um aromaterapeuta.


Precauções: Pode interagir com medicação anticoagulante. Os constituintes tóxicos são a patchulenona e ácido cinâmico. Evitar o uso de patchouli com perda de apetite ou anorexia, pois pode reduzir o apetite . Pode causar fotossensibilidade. O índice de toxicidade é I e é necessário um teste de pele.



Bibliografia

Livro O grande manual da aromaterapia por Dominique Baudoux

Livro Técnicas de aplicação de óleos essenciais por Fernando Amaral

Artigo Caracterização molecular de germoplasma de patchouli (Pogostemon sp.) por marcadores RAPD por P. S. Santos; M. F. A. Blank; A. F. Blank; S. A. Silva; I. G. Gois; R. S. Man

Material fornecedores Bioessencia



A sua saúde em boas mãos.

Fale Conosco

 

WhatsApp:  (51) 99702.5060

                  

                   

Fones:        (51) 3095.2001

                   (51) 3311.7898

                   (51) 3311.1144

 

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta

8:30 às 18:00

Sábado

9:00 às 13:00

Redes Sociais

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Blogger

Orçamentos por e-mail

envie a sua fórmula aqui:

 

 

Contato com Equipe de Vendas

boaformula@boaformula.com.br

 

Sugestões, Reclamações e Dúvidas

sac@boaformula.com.br

Venha Trabalhar Conosco!

trabalheconosco@boaformula.com.br

Endereço

Boaformula Farmácia de Manipulação

Av. Independência, 1163

Bairro Independência

Porto Alegre - RS - Brasil

CEP 90035-077

Advertência:
• Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
• Imagens ilustrativas.
• Pessoas com hipersensibilidade à(às) substância(s) não devem ingerir o produto.
• Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
• Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
• Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da   luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
• Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
• Este medicamento não deve ser utilizado por gestantes e lactantes. 
• Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
• Os resultados dependem da correta utilização do produto, conforme descrito na posologia.
• Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Venda mediante prescrição do profissional habilitado
As informações acima são de caráter informativo sem intenção de induzir a automedicação, não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um profissional habilitado. 
O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto. RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.

Boaformula

Farmácia de Manipulação e Suplementos Nutricionais

A sua saúde em boas mãos.

Porto Alegre | RS

CNPJ 94.629.169/0002-30