LATANOPROSTA

O que é Alopecia?

A alopecia é um processo fisiológico que gera a queda ou perda prematura do cabelo sem que o mesmo seja renovado. Pode ser desencadeada por inúmeros fatores de ordem genética, autoimunes e hormonais, podendo haver redução parcial ou total de pelos ou cabelos em uma determinada área.


Tem um impacto significativo na aparência, afetando a qualidade de vida tanto de homens quanto de mulheres. Nas mulheres, apresenta-se de forma mais difusa.


Os tipos de alopecia descritos são: Alopécia androgênica, Alopécia areata, Eflúvio telógeno e Eflúvio anágeno. O tipo mais frequentemente observado é a alopecia androgenética, que se estima que 70% dos homens e 40% das mulheres possam ser afetados durante a vida. O quadro pode apresentar-se de forma reversível, quando ocorre a interrupção do ciclo de crescimento do folículo, ou definitiva, quando ocorre Quando ocorre a destruição completa do folículo piloso.

Entenda as fases do cabelo:

Conceito inovador, baseado em evidências: O papel da prostaglandina no ciclo de crescimento capilar.


Um estudo realizado com amostras de tecido de couro cabeludo de pacientes com alopecia androgenética observou que existe um desbalanço na concentração de prostaglandinas nesta região.


Este desbalanço leva à redução da fase de crescimento capilar (anágena) e ao aumento das fases de regressão (catágena) e queda (telógena). Isto gera uma miniaturização dos folículos capilares, que reduz a conversão de pelos velus a pelos terminais, reduzindo a densidade capilar.


O uso tópico de análogos de prostaglandinas foi eficaz no tratamento da queda capilar, promovendo aumento de comprimento e espessura dos fios.


Garza LA, Liu Y, Yang Z, Alagesan B, Lawson JÁ, Norberg SM, Loy DE, Zhao T, Blatt

HB, Stanton DC, Carrasco L, Ahluwalia G, Fischer SM, FitzGerald GA, Cotsarelis G.

Prostagladin D2 Inhibits Hair Growth and Is Elevated in Bald Scalp of Men with

Androgenetic Alopecia. Sci Transl Med. Mar 21, 2012;4(126):126ra34.


Em outro estudo pré-clínico, a aplicação tópica de prostaglandina em ratos com alopecia induzida e em macacos com sinais de alopecia androgenética, confirmou a eficácia das prostaglandinas no crescimento capilar.


Observou-se o aumento da fase anágena do ciclo capilar, resultando no aumento do número e espessura dos pelos.


O estudo concluiu que os efeitos de crescimento capilar das prostaglandinas ocorrem no início da fase anágena e sua ação ocorre provavelmente nas papilas dérmicas.


Johnstone MA, Albert DM. Prostaglandin-induced hair growth. Surv Ophthalmol. 2002.

Aug;47 Suppl 1:S185-202.


O que é Latanoprosta?

Latanoprosta é um análogo de prostaglandina utilizado sob a forma de colírio no tratamento de glaucoma que apresenta como efeito adverso o aumento de números e espessura dos cílios. Com base nesta evidência, estudos avaliaram a ação do Latanoprosta no tratamento de alopecia e foi observado que houve o aumento significativo da densidade capilar, apresentando aumento tanto de pelos terminais quanto de pelos velus.


Como age o Latanoprosta?

Por ser um análogo direto da prostaglandina, mais especificamente da prostaglandina PGF 2 alfa , a aplicação de Latanoprosta na região afetada pela alopecia androgenética resgata o equilíbrio do ciclo capilar diminuído a fase Telogénica e aumentando a fase Anagénica, promovendo o aumento do diâmetro, densidade e pigmentação capilar.


O que esperar do tratamento com Latanoprosta?

2 meses – Redução brusca na queda dos fios;

4 a 6 meses – Aumentos dos terminais e diâmetro dos fios;

12 meses – Aumento da densidade capilar.


Como adquirir minha fórmula personalizada com Latanoprosta?

O diagnóstico do tipo de alopecia que acomete você deve ser feito por um médico dermatologista, com base em seu diagnostico, o médico personalizará seu tratamento de acordo com o que você precisa.


Consulte seu médico, fale com um de nossos farmacêuticos.

409 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo