Lactobacillus crispatus - Saúde Vaginal


Os lactobacilos são, normalmente, os micro-organismos mais prevalentes no conteúdo vaginal de mulheres saudáveis. Estes exercem importante influência no ecossistema local ao protegerem a mucosa contra o estabelecimento de patógenos, incluindo aqueles associados à vaginose bacteriana (VB), o tipo de vaginite mais comum entre as mulheres em idade reprodutiva. Isto ocorre, principalmente, devido à capacidade dos lactobacilos aderirem às células epiteliais vaginais e devido à inibição do crescimento de patógenos.


As funções protetoras exercidas pelos lactobacilos na vagina consistem em produzir acido lático, bacteriocinas, peróxido de hidrogênio, bissurfactantes e outras substâncias que lhe permitem competir por espaço, nutrientes e receptores com outros micro-organismos potencialmente patogênicos.


O Lactobacillus crispatus se destaca não somente por ser o mais prevalente entre mulheres saudáveis com idade reprodutiva, mas também por ser um dos maiores produtores de acido lático, o que determina o seu maior efeito protetor contra infecções. O seu estudo e quantificação pode servir como biomarcador de saúde vaginal e também demonstra bom desempenho, quando usado como probótico no tratamento e prevenção da vaginose.



Vaginose por Candida albicans


Estudos demonstram que o L. crispatus reduz significativamente a virulência da Candida albicans através da redução da aderência e crescimento nas células epiteliais. L. crispatus promove a defesa das células epiteliais contra infecção por C. albicans através da modulação dos TLR2/4 (Toll-like recpetors), IL-8 e β-defensinas 2 e 3, confirmando sua efetividade contra candidíase.



Vaginose por Chlamydia trachomatis


Chlamydia trachomatis é um bacilo Gram-negativo e a causa mais comum de infecções bacterianas sexualmente transmissíveis. Nas mulheres, as infecções genitais não tratadas podem resultar em consequências devastadoras, como a doença inflamatória pélvica, gravidez ectópica e infertilidade. L. crispatus inibe a adesão da C. trachomatis nas células epiteliais, além de reduzir significativamente a produção de IL-6, IL-8 e TNF-α, comprovando potente atividade anti-inflamatória.



Vaginose bacteriana por Gardnerella vaginalis e Neisseria gonorrhoeae


L.actobacillus crispatus inibe a formação do biofilme, o crescimento e a colonização da mucosa vaginal por Gardnerella vaginalis e Neisseria gonorrhoeae, demonstrado em diversas pesquisas clínicas.



SUGESTÃO DE FÓRMULAS BOAFORMULA


Cândida (primeira vez)

Lactob Crispatus....10Blh

Óvulo qsp 1 unidade

Fazer 4 óvulos, aplicar 1 por semana


Cândida de repetição

Lactob Crispatus.....2Blh

Óvulo qsp 1 unidade

Aplicar 1 óvulo por 30 dias


Uso oral:

Sacharomices boulardii..........1Blh

Lact Crispatus..........................1Blh

Lactob Reuterri.........................1Blh

Lactob Acidofilos.......................1Blh

Fazer 30 caps, revestidas. Tomar 1cap a noite, por 4 meses

A SUA SAÚDE EM BOAS MÃOS.

Referências consultadas:

Nunn KL, Forney LJ. Unraveling the Dynamics of the Human Vaginal Microbiome. Yale J Biol Med. 2016 Sep 30;89(3):331-337.

Muhleisen AL, Herbst-Kralovetz MM. Menopause and the vaginal microbiome. Maturitas. 2016 Sep;91:42-50.

Brotman RM, et al. Association between the vaginal microbiota, menopause status, and signs of vulvovaginal atrophy. Menopause. 2014 May;21(5):450-8

Hammett J, Lukman R, Oakes M, Whitcomb EL.Adherence of Lactobacillus crispatus to Vaginal Epithelial Cells From Women With or Without a History of Recurrent Urinary Tract Infection. Female Pelvic Med Reconstr Surg. 2016 Nov/Dec;22(6):438-441.

Rizzo A, Losacco A, Carratelli CR.Lactobacillus crispatus modulates epithelial cell defense against Candida albicans through Toll-like receptors 2 and 4, interleukin 8 andhuman -defensins 2 and 3. Immunol Lett. 2013 Nov-Dec;156(1-2):102-9.

Rizzo A, et al. Lactobacillus crispatus mediates anti-inflammatory cytokineinterleukin-10 induction in response to Chlamydia trachomatis infection in vitro. Int J Med Microbiol. 2015 Dec;305(8):815-27.

http://web.unifoa.edu.br/cadernos/edicao/28/83-90.pdf

http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/BUOS-9ATJ2V

Nardini P, et al. Lactobacillus crispatus inhibits the infectivity of Chlamydia trachomatis elementary bodies, in vitro study. Sci Rep. 2016 Jun 29;6:29024.

Breshears LM, et al. Lactobacillus crispatus inhibits growth of Gardnerella vaginalis and Neisseria gonorrhoeae on a porcine vaginal mucosa model. BMC Microbiol. 2015 Dec 9;15:276.

Petrova MI, et al. Lactobacillus species as biomarkers and agents that can promote various aspects of vaginal health. Front Physiol. 2015 Mar 25;6:81.

Palacios S, et al. Women's perception of the efficacy of a soy extract with probiotic: the M3 study. Gynecol Endocrinol. 2008 Apr;24(4):178-83.

Fale Conosco

 

WhatsApp:  (51) 99702.5060

                  

                   

Fones:        (51) 3095.2001

                   (51) 3311.7898

                   (51) 3311.1144

 

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta

8:30 às 18:00

Sábado

9:00 às 13:00

Redes Sociais

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Blogger

Orçamentos por e-mail

envie a sua fórmula aqui:

 

 

Contato com Equipe de Vendas

boaformula@boaformula.com.br

 

Sugestões, Reclamações e Dúvidas

sac@boaformula.com.br

Venha Trabalhar Conosco!

trabalheconosco@boaformula.com.br

Endereço

Boaformula Farmácia de Manipulação

Av. Independência, 1163

Bairro Independência

Porto Alegre - RS - Brasil

CEP 90035-077

Advertência:
• Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
• Imagens ilustrativas.
• Pessoas com hipersensibilidade à(às) substância(s) não devem ingerir o produto.
• Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
• Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
• Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da   luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
• Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
• Este medicamento não deve ser utilizado por gestantes e lactantes. 
• Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
• Os resultados dependem da correta utilização do produto, conforme descrito na posologia.
• Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Venda mediante prescrição do profissional habilitado
As informações acima são de caráter informativo sem intenção de induzir a automedicação, não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um profissional habilitado. 
O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto. RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.

Boaformula

Farmácia de Manipulação e Suplementos Nutricionais

A sua saúde em boas mãos.

Porto Alegre | RS

CNPJ 94.629.169/0002-30