Sulbutiamina | Potencializa a atividade mental, melhora o cansaço e a fraqueza orgânica.




O QUE É SULBUTIAMINA?


A sulbutiamina é uma molécula sintética derivaada da Vitamina B1 (Tiamina). De forma mais precisa, trata-se de um dímero de moléculas modificadas de tiamina. A sulbutiamina é um composto lipofílico, cuja biodisponibilidade é extremamente mais significativa do que a própria vitamina. A Sulbutiamina é utilizada para combater problemas relacionados à fraqueza física e ao cansaço mental.



INDICAÇÃO


Com propriedades estimulantes e indicada para tratar problemas relacionados ao cansaço físico, psíquico, intelectual e sexual (impotência psicogênica de início recente), a sulbutiamina também é utilizada na reabilitação de pacientes com problemas de doença arterial coronariana.



SINTOMAS DA FALTA DA VITAMINA B1


Por causa do papel central da vitamina B1 para o metabolismo energético, a deficiência deste nutriente prejudica quase todas as funções importantes no corpo. A falta de vitamina B1 começa a ser notada pela fraqueza, distúrbios emocionais, cãibra noturna nas pernas, formigamento das mãos e pés, sonolência, aumento de sensibilidade à dor, vômitos e nervosismo. Deficiência grave e prolongada de vitamina B1 afeta o sistema nervoso, o coração e a função digestiva, dentre outras áreas.



MECANISMO DE AÇÃO


Acredita-se que a Sulbutiamina pode incrementar a transmissão colinérgica na formação reticular reduzindo desta forma algumas situações astênicas (fraqueza orgânica e cansaço). Por ser um pro-farmaco da vitamina B1, participa do metabolismo de glicose formando parte da co-carboxilase junto com ATP e da enzima tiamindifosfoquinase. Também participa do metabolismo de proteínas e lipídeos, na síntese de acetilcolina, e na transmissão do impulso nervoso para manter um crescimento normal.


Por ser uma molécula lipofílica, ou seja, interagir facilmente com ácidos graxos, e outros tipos de lipídeos, a Sulbutiamina consegue atravessar a barreira hematoencefálica com mais facilidade do que a tiamina. A barreira hematoencefálica é uma estrutura que protege o sistema nervoso central, e para que qualquer substância chegue ao cérebro deve conseguir atravessá-la. Ao entrar no cérebro, sua metabolização eleva os níveis de tiamina e ésteres de fosfato de tiamina.



ESTUDOS


A Sulbutiamina foi estudada em humanos em astenias funcionais através de estudos controlados (placebo ou produto de referência) utilizando-se os testes psicométricos (Wescheler), as escalas de avaliação (Middlesex Hospital Questionary, a escala de observação clínica dos estados depressivos não psicóticos de Crocq, a escala de auto-avaliação de Lipman), com avaliação estatística dos resultados. Estes estudos confirmam a atividade da Sulbutiamina no tratamento sintomático das astenias funcionais.



COMO AGE NO ORGANISMO


  • Administrada por via oral, é rapidamente absorvida;

  • Atinge concentração plasmática máxima em 45 minutos;

  • Distribui-se rapidamente por todo organismo, concentrando-se principalmente no cérebro;

  • Após 24 horas, aproximadamente 70% da dose administrada é eliminada;

  • Meia-vida biológica, cerca de 5 horas;

  • Eliminada pela urina (50%) e pelas fezes (50%).



POSOLOGIA



De 200 a 600mg ao dia. Dose usual - adultos: 400mg no desjejum.



CONTRA-INDICAÇÃO


Hipersensibilidade à Sulbutiamina.



EFEITOS ADVERSOS


Alergia cutânea. Nos idosos, pode causar discreta agitação.

A SUA SAÚDE EM BOAS MÃOS.

Fonte: Material do Fornecedor - Infinity Pharma

Farmacêutica Responsável

Boaformula

Manipulação e Suplementos Nutricionais

Porto Alegre | RS

1.114 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo