Dica Saudável | Óleo essencial de Bergamota  e seus benefícios.



Óleo essencial de Bergamota e seus benefícios.

Curiosidades sobre o Óleo Essencial de Bergamota


Quantidade de Bergamota para Extração do óleo 200 kg para 01 kg de óleo essencial.


Parte utilizada: casca da fruta


Aroma: frutal, doce, cítrico e delicado.


Nome cientifico: citrus bergamia


Nota Aromática:Alta

As raízes dos óleos essenciais


Parte integrante da medicina alternativa, a aromaterapia existe há mais de seis mil anos, tendo sido activamente praticada nas antigas civilizações da Grécia, Roma e Egípcio. Aliás, o médico egípcio Imhotep recomendava o uso de óleos com fragrâncias no banho, nas massagens e, claro, no embalsamento dos mortos.


O pai da medicina moderna, Hippocrates, seguiu os mesmos princípios e reza a história que terá realizado fumigações aromáticas para travar a praga em Atenas. Porém, o declínio do Império Romano levou ao desaparecimento destes conhecimentos aromáticos, que voltaram a dar que falar e cheirar por volta do ano 1000 d.C. na Pérsia. Nesta altura, os árabes iniciam a prática de destilação e o estudo das propriedades terapêuticas das plantas volta a ganhar força. Graças às Cruzadas, estes saberes regressam à Europa e, já em 1200 d.C. se produzia, na Alemanha, óleos essenciais com ervas e especiarias provenientes de África e do Extremo Oriente.


Quando a América do Sul foi invadida pelos Conquistadores, a descoberta de novas plantas medicinais e óleos aromáticos foi impressionante e a verdade é que também no Continente Americano os índios nativos passaram a ser conhecidos pela confecção de bálsamos e poções à base de plantas medicinais. Apesar desta prática consistente, foi apenas no século XIX que os cientistas europeus decidiram dedicar-se ao estudo dos efeitos destes óleos essenciais no homem.


A palavra “aromaterapia” é uma invenção do químico francês René Maurice Gattefosse que, em 1910, descobriu os poderes curativos do óleo de lavanda quando se queimou no seu laboratório de perfumes e, procurando um alívio imediato, mergulhou a mão num recipiente com óleo de lavanda. O alívio da dor foi imediata e o processo de cicatrização rápido, indolor e sem marcas posteriores. A partir daí dedicou a sua vida ao estudo dos poderes curativos dos óleos essenciais, tendo realizado vários tratamentos de êxito nos hospitais militares durante a I Guerra Mundial, experiências essas que documentou em diversos livros. Hoje em dia, a busca de uma forma de vida natural, com a mente, corpo e espírito em equilíbrio, aumentou a procura da aromaterapia.



Sentido de olfato


Um dos cinco sentidos, o nosso poder de cheirar é, em si só, extremamente potente, com efeitos curiosos. Por exemplo, um certo aroma pode despertar memórias de infância bem guardadas ou o cheiro de determinado alimento pode abrir o apetite a uns ou provocar náuseas a outros. Quando inalamos óleos essenciais, as nossas células olfactivas são estimuladas e esse impulso é encaminhado para o sistema límbico – o centro emocional do cérebro – ligado à memória, à respiração, à circulação sanguínea e às hormonas.


Na aromaterapia, as propriedades, a fragrância e os efeitos dos óleos essenciais estimulam estes diferentes sistemas. Da mesma forma que a ligação estreita entre o olfacto e o cérebro desencadeia um efeito indirecto no sistema imunitário, que potencia a capacidade do corpo se sarar a si próprio.

Enquanto medicina holística, a aromaterapia é uma forma de auto-cura porque incentiva o equilíbrio interno do organismo, mas também se manifesta ao nível físico uma vez que os óleos essenciais são conhecidos pelas suas poderosas acções revigorantes, anti-oxidantes, anti-bacterianas, anti-virais, anti-fungos, anti-inflamatórias, ansiolíticas e anti-espásticas.



Benefícios físicos, emocionais e espirituais


Escolhidos os óleos essenciais apropriados (sendo, por isso, importante procurar sempre um profissional de aromaterapia), os benefícios são mais que muitos e sentem-se a diversos níveis.


Mente – tratamento de cansaço mental, stress, tensão, certas fobias, insónias e outras perturbações do sono; aumento dos níveis de concentração, memória e produtividade.


Corpo – as propriedades anti-bacterianas dos óleos essenciais auxiliam na cicatrização de feridas externas; actuam no melhoramento da circulação sanguínea, na drenagem linfática e na eliminação das toxinas do corpo; tratamento de doenças de pele, perturbações digestivas, desequilíbrios hormonais, dores musculares e de articulações; aumento dos níveis de energia e bem-estar geral.


Estado emocional – os óleos essenciais também podem funcionar como um anti-depressivo potente, ajudando a acalmar e a aliviar estados de nervosismo, tristeza, pânico, ansiedade e de depressão; aumento dos níveis de auto-estima e de auto-confiança.


Estado espiritual – a aromaterapia também é utilizada para aumentar os níveis de consciência, percepção e de comunhão com forças maiores, sendo ainda parte integrante na prática da meditação.



Aromaterapia: O Poder dos Óleos Essenciais

Os óleos essenciais utilizados na aromaterapia são extraídos de plantas, flores, raízes, folhas, sementes, ervas, madeiras e resinas e, posteriormente misturados com outras substâncias – caso do óleo, álcool ou loção – o que permite a sua utilização de forma prática.


Utilizados a solo ou misturando mais que uma variedade, os óleos essenciais estão divididos em três categorias, ou seja, conforme as suas “notas” ou índice de evaporação. Por exemplo:


• Óleos de nota elevada – os mais estimulantes e revigorantes, têm um aroma forte, mas o seu perfume dura apenas entre 3 e 24 horas. Alguns exemplos incluem: basílico, bergamota, salva, coentro, eucalipto, laranjeira-amarga.


• Óleos de nota média – actuam ao nível das funções corporais e metabólicas e, embora menos potentes, a sua fragrância só evapora passados 2 ou 3 dias. Alguns exemplos incluem: funcho doce, gerânio,lavanda e alecrim.


• Óleos de nota baixa – o seu aroma doce e calmante, tem efeitos relaxantes no corpo e é a fragrância que mais tempo dura, até uma semana. Alguns exemplos incluem: cedro, cravo, gengibre.



Sobre o óleo essencial de Bergamota (Citrus Bergamia)


A bergamota é uma fruta cítrica proveniente de uma árvore de pequeno porte.O óleo essencial da bergamota é feito a partir da casca de uma fruta quase madura da árvore de bergamota, também conhecida como a Citrus Bergamia da família Rutaceae. A árvore Bergamota recebeu o nome da cidade de Bérgamo, na Lombardia, onde a essência foi inicialmente comercializada. A bergamota também é produzida na Costa do Marfim, Argentina, Marrocos, Turquia e Brasil.



História da Planta


A planta recebeu esse nome em virtude de uma pequena cidade da Itália (Bérgamo), onde a árvore era cultivada, originalmente. No entanto, há uma lenda segundo a qual Cristóvão Colombo teria encontrado a árvore nas ilhas Canárias e levado para Espanha e a Itália.


Há registros que mostram seu uso em Florença desde 1725, onde era popular na medicina caseira italiana, sendo, porém, exportada apenas recentemente.


Um tipo de óleo de bergamota de custo mais baixo é destilado do fruto caído ainda verde e usado, às vezes, para adulterar o óleo de custo elevado. A bergamota confere um sabor exótico ao chá Earl Grey. É usada em geral por suas qualidades revigorantes na aromaterapia e pode ser uma primeira opção ao tratamento de estados depressivos. Talvez seja um dos ingredientes mais comuns de todos os perfumes, especialmente da "eau de cologne".


Bergamota, que mais parece um limão enorme, é um mistério, a começar pelo nome. Livros de aromaterapia citam que seu nome se originou de Bergamo, uma cidade da Lombardia, norte da Itália. Isso parece curioso porque não se cultiva a bergamota lá. A história dos cítricos na Itália procedeu assim: no século III, a cidra foi trazida; no século VII, foi o limão; no século X, veio a laranja. Os italianos passaram a cultivar os cítricos no século XIV com as mudas adquiridas dos sarracenos. Mas não há documentação sobre a bergamota – na verdade, os primeiros registros surgiram do outro lado, no sul da Itália, na cidade de Reggio Calábria. Controvérsias à parte, considerando a etimologia da palavra, laranja vem do sânscrito naaranga; bergamota vem do idioma turco beg armudi, que significa «pêra príncipe».



>> Propriedades terapêuticas

Util em distúrbio de apetite. Inapetência, anorexia e excesso de fome.



Aromatização ambiental: pingue 10 gotas de óleo essencial na água do difusor ambiental.


Banho de imersão(banheiro, ofurô) para aromatizar a água do banho: dissolva até 7 até 12 gotas de óleo essencial em 3 colheres de sopa de leite de coco. Dissolva a mistura na banheira.


Colar aromático: pingue 3 gotas do óleo essencial no algodão e acomode-o no orifício do colar. Adicionar mais gostas toda vez que o aroma acabar.


Inalação: pingue 3 gotas de óleo essencial em um lenço; 5 gotas de óleo essencial no inalador, 2 gotas de óleo essencial no pulso,friccione com o pulso da outra mão e inale.


Massagem: adicione 20 gotas de óleo essencial em 120 ml de óleo vegetal e utilize-o na massagem.



Potencial antisseptico, antifúngico, alivia sintomas de cistite, corrimentos e candidiase.



Banho de imersão(banheiro, ofurô) para aromatizar a água do banho: dissolva até 7 até 12 gotas de óleo essencial em 3 colheres de sopa de leite de coco. Dissolva a mistura na banheira.


Colar aromático: pingue 3 gotas do óleo essencial no algodão e acomode-o no orifício do colar.Adicionar mais gostas toda vez que o aroma acabar.


Inalação: pingue 3 gotas de óleo essencial em um lenço; 5 gotas de óleo essencial no inalador, 2 gotas de óleo essencial no pulso,friccione com o pulso da outra mão e inale.


Massagem: adicione 20 gotas de óleo essencial em 120 ml de óleo vegetal e utilize-o na massagem.


Banho de assento: dilua 10 gotas de óleo essencial em 5 colheres de sopa de óleo vegetal e adicione água fria do banho de assento.



Ameniza disturbios do sono, Tonico mental, auxilia em momentos de depressão, desanimo e apatia.



Aromatização ambiental: pingue 10 gotas de óleo essencial na água do difusor ambiental


Colar aromático: pingue 3 gotas do óleo essencial no algodão e acomode-o no orifício do colar.Adicionar mais gostas toda vez que o aroma acabar.


Inalação: pingue 3 gotas de óleo essencial em um lenço; 5 gotas de óleo essencial no inalador, 2 gotas de óleo essencial no pulso,friccione com o pulso da outra mão e inale.


Friccção plantar: pingue 3 gotas de óleo essencial diretamente na planta de cada pé e friccione.


Travesseiros e lençóis: pingue 2 gotas de óleo essencial nos travesseiros e 6 nos lençois



>> Propriedades psicoemocionais


Age como raio de sol dissipando a insegurança, equilibra as emoções, desperta a tranquilidade para a conquista da liberdade emocional. Promove autoestima e autoaceitação. Alivia o medo, timidez, autocritica, mudanças abruptas de humor e irritação Acalma estados ansiosos e depressivos de angustia e tristeza. Quando choramos internamente este óleo essencial ilumina o coração, dissolve a culpa trazendo o amor próprio.



Colar aromático: pingue 3 gotas do óleo essencial no algodão e acomode-o no orifício do colar.Adicionar mais gostas toda vez que o aroma acabar.


Inalação: pingue 3 gotas de óleo essencial em um lenço; 5 gotas de óleo essencial no inalador, 2 gotas de óleo essencial no pulso,friccione com o pulso da outra mão e inale.


Massagem: adicione 20 gotas de óleo essencial em 120 ml de óleo vegetal e utilize-o na massagem.



>> Propriedades dermatológicas


Potencial antisseptico, com excelentes propriedades cosméticas, útil na limpeza e assepsia da pele oleosa. Estudos demonstram ação na redução da hipertatividade das glândulas sebáceas da pele e do couro cabeludo. Util nos cuidados da acne, psoríase, dermatite.


Compressa local com água ou argila: pingue 5 a 10 gotas de óleo essencial na água fria ou quente, use uma toalha para fazer a compressa.Na argila, pingue 3 gotas de óleo essencial para 1 colher de sopa de argila, 1 colher de chá de gel neutro e adicione água até formar uma pasta consistente.


Hidratação para o rosto:pingue 1 gota de óleo essencial em 1 colher de sopa de óleo vegetal, para o corpo: adicionar 10 gotas de óleo essencial ao creme hidratante e espalhar sobre o corpo.


Uso tópico: pingue 5 gotas de óleo essencial diluídas em 1 colher de sopa de óleo vegetal de andiroba, rosa mosqueta, gérmen de trigo,óleo de coco ou outro óleo vegetal, ou 2 gotas de óleo essencial diretamente sobre a área a ser tratada.



Combate oleosidade capilar.


Uso tópico capilar: após o enxágue final dos cabelos pingue 5 gotas de óleo essencial com 1 colher de sopa de óleo de argan no couro cabeludo, massageando-o e deixar agir por 10 minutos depois enxágue.




>> Outros usos do Óleo Essencial de Bergamota


Recomendamos usar o óleo essencial de bergamota como repelente de mosquito natural, pomada para mordida de insetos, desodorante, inalante, e como um óleo de massagem relaxante. Abaixo estão alguns de seus outros usos práticos:


• Perfume doce e cítrico – Devido a seu aroma único que é frutado e sutilmente picante, o óleo de bergamota é frequentemente adicionado a diferentes produtos de perfume e cosméticos. O óleo de bergamota combina perfeitamente bem com outros óleos essenciais, como de cedro, citronela, sálvia-esclareia, gerânio, , lavanda, limão, palmarosa e ylang-ylang.


• Repelente de pragas – Para proteger as plantações do ataque por pragas, a planta da bergamota, cujas raízes têm um odor potente, é cultivada como uma plantação complementar em hortas.


Acelera o processo de cicatrização de feridas, úlceras na boca e herpes – O óleo de bergamota tem um efeito antibacteriano semelhante na herpes-zóster e catapora, que também são causadas pelo vírus da varicela-zóster da herpes. Aplique o óleo essencial de bergamota topicamente na área afetada até que a doença melhore.



Cuidados e precauções

  • é aconselhável evitar o sol forte e os banhos com raios ultra-violeta após usar o óleo essencial de bergamota durante 12 horas, pois ele pode estimular a foto-sensibilidade causando queimaduras .

  • o óleo bergamota pode causar irritação à pele sensível quando usado em altas concentrações, mas se usado com moderação terá um efeito positivo.

  • Usar sempre diluído. Manter fora do alcance de crianças.

MAIS DICAS DE RECEITAS PARA O USO DO ÓLEO ESSENCIAL DE BERGAMOTA


Acne

  • 3 gotas em um cotonete. Aplique direto no local. Vaporização facial: 5 gotas em um litro de água fervente. Feche os olhos e deixe o vapor chegar ao rosto. Faça por 5 minutos. Para fechar os poros, enxague o rosto com água fria.


Ansiedade

  • Banho: coloque 1 gota na bucha e massageie o corpo todo, ou na banheira, 5 gotas. Aromatização: aromatize o ambiente colocando 5 gotas em um aromatizador elétrico e complete com água. Ou coloque de 15 a 20 gotas em 500ml de água e borrife no ambiente. Escalda-pés: em uma bacia de água morna, acrescente 10 gotas de óleo de bergamota. Massagem: 30 gotas de óleo de bergamota em 60ml de óleo vegetal.


Cabelos oleosos

  • 1 gota de óleo de bergamota em um punhado de xampu. Massagear o couro cabeludo e cabelo e enxaguar. 20 gotas de óleo de bergamota em 100ml de água. Borrifar no couro cabeludo e deixar secar. Usar 1 gota em um pouco de creme para pentear.


Dor de cabeça

  • Banho: coloque 1 gota na bucha e massageie o corpo todo, ou na banheira, 5 gotas. Aromatização: aromatize o ambiente colocando 5 gotas em um aromatizador elétrico e complete com água. Ou coloque de 15 a 20 gotas em 500ml de água e borrife no ambiente. Escalda-pés: em uma bacia de água morna, acrescente 10 gotas de óleo de bergamota. Massagem: 30 gotas de óleo de bergamota em 60ml de óleo vegetal. O uso do óleo de bergamota complementará o tratamento feito por médico ou terapeuta.


Febre

  • Faça compressas na testa e axilas com 2 gotas em meio litro de água morna. No banho, 1 gota na bucha e espalhe pelo corpo.


Indigestão

  • faça compressas no abdome com 2 gotas em meio litro de água morna.


Insônia

  • Banho: coloque 1 gota na bucha e massageie o corpo todo, ou na banheira, 5 gotas. Aromatização: aromatize o ambiente colocando 5 gotas em um aromatizador elétrico e complete com água. Ou coloque de 15 a 20 gotas em 500ml de água e borrife no ambiente. Escalda-pés: em uma bacia de água morna, acrescente 10 gotas de óleo de bergamota. Massagem: 30 gotas de óleo de bergamota em 60ml de óleo vegetal. O uso do óleo de bergamota complementará o tratamento feito por médico ou terapeuta.


Psoríase

  • 30 gotas de óleo de bergamota em 60ml de óleo de pracaxi. Passar nos locais. Não se expor ao sol.

A sua saúde em boas mãos.

Fonte: Material do Forncedor

Farmacêutica Responsável

Boaformula

Manipulação e Produtos Naturais

Porto Alegre | RS



Fale Conosco

 

WhatsApp:  (51) 99702.5060

                  

                   

Fones:        (51) 3095.2001

                   (51) 3311.7898

                   (51) 3311.1144

 

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta

8:30 às 18:00

Sábado

9:00 às 13:00

Redes Sociais

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Blogger

Orçamentos por e-mail

envie a sua fórmula aqui:

 

 

Contato com Equipe de Vendas

boaformula@boaformula.com.br

 

Sugestões, Reclamações e Dúvidas

sac@boaformula.com.br

Venha Trabalhar Conosco!

trabalheconosco@boaformula.com.br

Endereço

Boaformula Farmácia de Manipulação

Av. Independência, 1163

Bairro Independência

Porto Alegre - RS - Brasil

CEP 90035-077

Advertência:
• Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
• Imagens ilustrativas.
• Pessoas com hipersensibilidade à(às) substância(s) não devem ingerir o produto.
• Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
• Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
• Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da   luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
• Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
• Este medicamento não deve ser utilizado por gestantes e lactantes. 
• Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
• Os resultados dependem da correta utilização do produto, conforme descrito na posologia.
• Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Venda mediante prescrição do profissional habilitado
As informações acima são de caráter informativo sem intenção de induzir a automedicação, não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um profissional habilitado. 
O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto. RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.

Boaformula

Farmácia de Manipulação e Suplementos Nutricionais

A sua saúde em boas mãos.

Porto Alegre | RS

CNPJ 94.629.169/0002-30