top of page

Dica Saúdavel | Tortinha Vegan


"A comida é para o corpo assim como o amor é para alma. E você? Como anda nutrindo seu corpo?"

@conscienciaintuitiva





Movimento Slow Food


Em um modelo de sociedade que exige agilidade para realizar várias tarefas ao mesmo tempo, a agenda lotada de compromissos e uma necessidade de produzir cada vez mais, onde está o tempo para praticarmos um auto cuidado e cultivarmos uma alimentação saudável?


Essa foi a brecha que as cadeias de fast food encontraram para ganhar seu público. De um lado, ofertam facilidade e praticidade para comer. Do outro, produtos ultraprocessados e cheios de gorduras, açucares e aditivos. A mesma realidade se encontra dentro dos supermercados, onde 90% dos produtos na prateleira não existiam nos últimos 100 anos. Ocorreu um distanciamento do homem e sua alimentação, e paralelo a isso o aumento de doenças.


Na contramão dessa tendência está o Slow Food, movimento criado na Itália em 1986 para retomar a importância do cuidado com a alimentação. A proposta é unir o prazer de comer com produção e consumo responsável dos alimentos. Isso quer dizer que ter um ritmo saudável de vida é tão importante quanto ser consciente de cada etapa que envolve a alimentação.


Para entender melhor o que é o Slow Food, é preciso conhecer seus três princípios: alimento bom, limpo e justo.



>> Alimento bom | Preservar ao máximo a naturalidade dos alimentos, que devem ser apreciados com calma.


Você é o que você come



Quanto mais sintonizada uma pessoa esta com os sinais que o corpo envia, melhor é a assimilação do que realmente nutre e acompanha o processo de desenvolvimento saudável e integro de quem se abre a isso. A frase você é o que você come faz todo o sentido. O alimento é o combustível que nutre nossas células e reflete quem somos. Todo alimento natural pode ser classificado como “funcional”, visto que contem, em doses variadas, vitaminas, minerais, enximas ou fibras essenciais a saúde . cada pessoa tem uma resposta bioquímica ao que consome, por isso suas necessidades são particulares.


Então qual a melhor alimentação?


A melhor alimentação é aquela que esta baseada no simples, no puro. Quanto mais nos aproximamos do que a natureza nos oferece, mais nutrimos nossos corpos, primeiramente o físico, e depois o emocional, através da vida que os alimentos nos proporcionam através de texturas, as cores vivas e o prazer dos sabores variados. Também aprendemos a nutrir nosso mental, pois é através do conhecimento que diferenciamos o que é saudável, o que é “contaminado” com materiais sintéticos, artificiais e do que parece ser, mas não é saudável. Para isso, temos que nos conectar com uma postura atenta, buscar a seleção dos alimentos que escolhemos no mercado, na feira, no armazém, na loja de produtos naturais ou no restaurante, como no bar de encontro com amigos ou na cantina escolar. Uma alimentação de qualidade não só previne como é um poderoso recurso terapêutico. Portanto, qualquer proposta deve considerar o homem, seu ambiente, seus hábitos, seu modo de vida, suas escolhas, seu estado de espírito e sua qualidade alimentar. Sabe-se que a busca de melhor qualidade de vida é a maior motivação para promover mudanças e adquirir hábitos mais saudáveis.



>> Alimento limpo | Privilegiar o modo de cultivo que preserva o meio ambiente, os animais e a saúde do consumidor. Para isso, é preciso investir em uma produção livre de agrotóxicos, com o mínimo de processamento e de uso de aditivos químicos.

É fundamental sensibilizar e informar a respeito das repercussões do consumo de produtos mais adequados para manter a saúde humana. Muitas vezes as pessoas desconhecem os modos de produção, Uma informação muito importante quando se escolhe um alimento é sua origem , pois as pessoas tem o direito de escolher. Por esse motivo, hoje iremos compartilhar um pouco sobre o que leva um alimento a estar contaminado, e o que é o dito alimento limpo.



Agrotóxicos