Dica Saudável | Moringa




Moringa – Superalimento


Uma planta que esta em alta agora por suas propriedades medicinais incríveis e multifuncionalidade que a classificam como um superalimento: Moringa!

A Moringa oleífera, conhecida como morangue, quiabo de quina, been tree, acácia-branca, pilão árvore ou apenas moringa, é uma árvore que tem sua origem no noroeste da Índia, entretanto, também é encontrada em toda Ásia e América Central. Apresenta importância econômica grande, pois tem aplicação industrial, além de ser utilizada como planta fitoterápica.


Recomendada pela ONU, UNICEF e OMS (Organização Mundial da Saúde) pelas suas propriedades benéficas a saúde, considerada eficaz para o tratamento de muitos males, da malária a dores de estômago, a moringa é um alimento com alto valor nutritivo e uma excelente composição de proteínas, vitaminas e sais minerais.


Alimentando e nutrindo pessoas há milhares de anos, a Moringa possui registros de utilização há pelo menos 4000 anos. Mesmo tendo sido utilizada por milhares de anos, foi somente a partir da década de 70 que estudos começaram a ser conduzidos acerca das suas propriedades nutricionais.


Apesar da longa existência e dos inúmeros estudos reforçando suas qualidades, esta incrível planta ainda é pouco difundida no Brasil.



>> Características Botânicas


Árvore caducifólia, de copa rala e tronco e ramos claros, com rapizes espesssas e carnosas, de 6-15m de altura. Folhas compostas bipinadas, longo pecioladas e concentradas no ápice dos ramos, com 7-9 jugas, cada uma com 7-11 folíolos obovais, glabros , membranáceos, de menos de 3cm de comprimento. Flores brancas, perfumadas, reunidas em panículas terminais laxas. Frutos do tipo cápsula cilíndrico-alada, deiscente, de cor amarronzada, com aspecto de vagem, de 18-34cm de comprimento, contendo muitas sementes trialadas e oleaginosas.


>> Uma planta com multifunções e usos diversos!!


De divulgação relativamente recente no Brasil (mas, há coletas desde 1839 e 1900), é cultivada em quintais, principalmente na região Nordeste, tanto para uso medicinal como para o aproveitamento de suas sementes no tratamento caseiro da água de consumo. Suas folhas e frutos jovens, flores, raízes e sementes podem ser consumidas.


Propagação: por sementes e estacas grossas.


Usos culinários: é ingrediente importante da culinária indiana e grande potencial de uso no Brasil como hortaliã arbórea. As folhas podem ser usadas como a maioria das verduras: saladas, salteadas, sopas, pães e bolinhos. As flores podem ser consumidas cruas em saladas ou cozidas. Os frutos tenros bem jovens de algumas variedades podem ser raspados e cozidos como vagem de feijão. As raízes engrossadas podem ser desenterradas, descascadas e raladas para uso como dondimento similar à raiz-fore, com mais sabor e aroma muito pungente tipo “óleo de mostarda”. Logo, como todos os condimentos fortes, deve ser usada com parcimônia e bom senso. Das sementes esmagadas é possível obter óleo para saladas. As folhas tem alto teor de carotemina A ( até 44.817 UI) entre as verduras. Os frutos verde tem ca. de 43kmcal/100g e são boas fontes de Ca e, especialmente, vitamina C (100mg/100g ou mais)até 220mg/100g.



>> Suplemento nutricional natural


Rica em nutrientes, a Moringa é utilizada como um suplemento nutricional por conter grandes quantidades de proteínas, aminoácidos essenciais e vitaminas A, B, e E, além de minerais como ferro, cálcio, zinco e selênio.


A junção de todos esses nutrientes, na quantidade que a Moringa possui, dá a ela o título de superalimento.



>> Os benefícios da Moringa.

– Possui em média 10 vezes mais cálcio que o leite, mais potássio que a banana, mais ferro que o espinafre e mais vitamina C que a laranja.


– Capacidade potencializada como sequestradora de radicais livres, os quais são responsáveis em torno de mais de 50 tipos de doenças, entre elas: câncer, Alzheimer, Parkinson, AVC, infarto, envelhecimento celular, catarata, esclerose múltipla.


– Diminuição do estresse oxidativo, o que vai colaborar para a menor produção de placas ateroscleróticas (gordura no sangue), diminuindo assim os riscos cardiovasculares causados pelas mesmas. Sendo os resultados da planta comparada em vários artigos científicos com as estatinas.


– Ação antibacteriana, inclusive com pesquisas no tratamento de úlceras e gastrites causadas pela H. pylori.


– Ação antitóxica: possibilita defesa do organismo em relação ao consumo de agrotóxicos e demais agentes de poluição aos quais estamos diariamente expostos.


– Ação hipoglicemiante: diminuição dos níveis de glicose no sangue e recuperação do organismo por danos oxidativos causados pelo desequilíbrio da glicemia.


– Diminuição da estafa e cansaço cerebral, e devido a sua capacidade antioxidante, melhora também da cognição.


– Recuperação muscular após exercícios, evitando assim o fator fadiga pós treino. Dessa forma, melhora o desempenho e resultados para ganho de massa magra e diminuição de gordura.



>> Indicações terapêuticas


A moringa oleífera é usada tradicionalmente para:

  • Estimular as defesas do corpo

  • Aumentar a Imunidade

  • Desintoxicar o corpo

  • Reduzir o inchaço

  • Aumentar os níveis de energia

  • Controlar o peso, reduzindo o apetite

  • Facilitar a digestão

  • Manter a Diabetes Controlada

  • Promover a pele saudável

  • Aliviar as dores de cabeça

  • Aliviar os sintomas da menopausa

  • Prevenir a perda de cabelo

Ao longo dos séculos a planta vem sendo utilizada como remédio para tuberculose, diabetes, dores crônicas, epilepsia, bronquite, anemia e a hipertensão arterial, além de outras condições como: tosse, asma, menopausa, fibromialgia e artrite, entre outras.


A moringa tem sido recomendada como antibiótico, anticancerígeno e anti-inflamatório, além de ser muito eficaz para as doenças dos rins, pâncreas, coração e dos olhos. É realmente uma planta incrível, não?



MORINGAplus® | A moringa da Florien

As vitaminas e os minerais são substâncias que participam de diversas reações metabólicas no organismo. Estão presentes em pequenas quantidades nos alimentos e são indispensáveis para o funcionamento adequado do organismo. As quantidades necessárias variam de acordo com o sexo, idade, estado fisiológico e prática de atividades físicas do indivíduo, essa necessidade aumenta durante as fases de crescimento, gestação, lactação, determinadas patologias e condições de esforços intensos.


A vitamina A é encontrada na MORINGAplus® em concentrações superiores que em espécies como: brócolis, cenoura, couve, espinafre e alface. É importante para a visão normal em luz fraca, para a diferenciação do epitélio secretor de mucos, prevenindo sua queratinização e para melhorar a resistência do organismo contra infecções. A vitamina E, substância antioxidante composta de tocoferóis, ajuda a interromper as reações de peroxidação lipídica geradas pelos radicais livres. Atua metabolizando os peróxidos antes que estes possam causar lesões nas membranas celulares, o que favorece o estresse oxidativo, resultando em manifestações patológicas, como aterosclerose e câncer.


MORINGAplus® é uma fonte altamente disponível de folato, o qual é um nutriente essencial, e sua deficiência pode trazer riscos negativos para o corpo como a elevação de homocisteína, que pode aumentar as chances de doenças cardíacas e de acidente vascular cerebral. Além disso, o folato é necessário para a formação do tubo neural em fetos, portanto sua suplementação na gestação é importante para prevenir os riscos de malformações (SAINI et al., 2016).


Estudos têm revelado o uso de extratos de Moringa para melhorar o desempenho antifadiga, melhorando o desempenho do exercício, sem efeitos deletérios sobre a saúde dos usuários. O potencial antifadiga pode ser expresso através de mecanismos que envolvem a atividade antioxidante do extrato (LAMOU et al., 2016).


MORINGAplus® possui também comprovada atividade hipoglicemiante, podendo ser utilizada como tratamento alternativo ou complementar para diabetes. Foi conduzido um estudo para avaliar a atividade hipoglicêmica e antioxidante de proteínas presentes no extrato obtido das folhas da Moringa. O estudo concluiu que o extrato possui a capacidade de reduzir os níveis de glicose no sangue, além de reduzir o estresse oxidativo em ratos com diabetes (PAULA et al., 2017).

MORINGAplus® pode ser utilizada para auxiliar no tratamento de pacientes com altos níveis de colesterol e formação de placas ateroscleróticas.



>> Ação Antioxidante


À medida que nós envelhecemos, nosso organismo começa a liberar mais radicais livres que geram um estresse oxidativo em nosso corpo. Esse estresse oxidativo pode levar a doenças degenerativas como Alzheimer, Parkinson e ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica) – além de facilitar o desenvolvimento de um câncer, inclusive.


Em pesquisa conjunta da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, foi descoberta a capacidade da planta no combate desses radicais livres, impedindo a proliferação destas doenças, além de ainda ajudar na prevenção e controle do câncer.


A planta moringa oferece uma mistura rica de antioxidantes como a quercetina, a rutina, a zeatina e o ácido clorogênico e beta-sitosterol.


Em estudos recentes independentes demosntraram que o pó das folhas da moringa alcançou um ORAC (sigla em inglês para Capacidade de Absorção do nosso Organismo) superior a qualquer outro alimento antioxidante da lista: superou o açaí, amoras, chocolate escuro e chá verde.



>> Reduz Inflamações


Os flavonoides, isotiocianatos e ácidos fenólicos presentes nas folhas, vagens e sementes da moringarepresentam seu grande potencial anti-inflamatório.


O diabetes geralmente causa problemas circulatórios que podem ser administrados através de suplementos inibidores de inflamações, tornando os suplementos a base da Moringa uma ótima opção natural para essas pessoas administrarem o açúcar no sangue e cuidar dos sintomas da diabetes.


Quem sofre com úlceras estomacais, artrites e edemas pode ainda se beneficiar das características naturais anti-inflamatórias da planta, que inibem os sintomas dessas condições.


A Moringa conta também com propriedades diuréticas, antibacterianas e antivirais, regula o sistema digestivo (prevenindo diarreia ou prisão de ventre) e promove a nutrição do sistema imunológico do corpo.


As vantagens da utilização da planta moringa para a saúde são tantas que renderiam um – ou dois – livros extensos.


Porém, estes benefícios só são aproveitados de verdade se ela for consumida (e manejada) da maneira correta.


Depois de tantos benefícios, o que mais se pode pedir?



>> Indicações do Uso


Infusão: 1 a 3 xicara ao dia – 1 col de sob da folha para 200 ml de água.


Farinha: 1 a 3 col de sobremesa em preparações ao dia


Moringa Plus® (extrato seco): 500 mg – 2 vezes ao dia.



A moringa, em cápsulas e em pó, pode ser adicionada a shakes, smoothies e sucos verdes.



>> Cápsulas <<