Óleo de Orégano


O orégano é uma especiaria utilizada no tempero de pratos no mundo todo. A planta vem da família Labiatae, que também dá origem a outras ervas aromáticas como hortelã, manjericão, sálvia, manjerona e lavanda.


Há mais de 40 espécies de orégano, mas o óleo é extraído da espécie Origanum vulgare L., a mais benéfica terapeuticamente e cujo óleo é usado milenarmente para o tratamento de inúmeras condições de saúde.


O que é o óleo de orégano?

Os antigos gregos e romanos tinham um profundo apreço pelo orégano, usando-o para vários fins medicinais. Eles deram à planta o nome derivado das palavras gregas “Oros” e “Ganos”, que significa, literalmente, “alegria da montanha”.

Para obter o óleo de orégano, as flores e folhas secas da planta Origanum vulgare L. são colhidas quando o teor de óleo da planta é mais elevado e, em seguida ele é destilado. O óleo resultante é de coloração amarelo ouro, com um odor forte e picante. Os elementos químicos que lhe dão o aroma característico e seus principais benefícios são o timol, carvacrol e ácido rosmarínico.


Carvacrol fenol >> antibacteriano poderoso

Timol >> combate fungos e fortalece o sistema imunológico

Ácido Rosmarínico >> protege o organismo contra os radicais livres

Principais Indicações


Estimulante do sistema nervoso, antioxidante, antimicrobiano, forte ação analgésica, espasmolítica, sudorífica, estimulante da digestão e da atividade uterina, bem como expectorante brando.


Utilizado para tratar gripes e resfriados, indigestão, flatulência, distúrbios estomacais e de cólicas menstruais, dores articulares e musculares, dor de dente, cefaleias e queixas nervosas.



O óleo de orégano e a saúde humana

O óleo de orégano apresenta diversas aplicações para melhorar problemas de saúde. Ele funciona como um expectorante aliviando problemas respiratórios e também combate inflamações na garganta e pulmões.

É um ótimo antiinflamatório interno e externo, diminuindo irritações e aliviando a dor. A aplicação no local onde o óleo deve agir ao invés de ingeri-lo é melhor para aliviar a dor, pois irá agir somente no local.


O óleo de orégano protege contra bactérias, fungos e protozoários. Por melhorar a imunidade, o óleo de orégano protege contra vírus, sendo muito eficiente para prevenir a gripe.


A característica antioxidante mantem a saúde, retarda o envelhecimento e previne diversas doenças graves.


O óleo de orégano é eficaz para aliviar sintomas e severidade de reações alérgicas minimizadas. É recomendável para equilibrar o trato intestinal, melhorando a digestão. E ainda ajuda emagrecer e a aliviar os sintomas da menopausa.


O carvacrol, substância em abundância no óleo de orégano, ajuda a perder peso e diminuir o colesterol.


Outra aplicação bastante difundida do óleo de orégano é na prevenção de ataque de micróbios a animais, sendo um ótimo substituto aos antibióticos. O óleo de orégano ainda atua como um ótimo conservante natural de alimentos.



O óleo de orégano e a saúde feminina


Embora seja normal que algumas bactérias e fungos vivam dentro e ao redor da vagina, alguns deles não deveriam estar lá porque, se em quantidade exagerada ou em desequilíbrio, causam infecção vaginal. Algumas infecções vaginais são bens comuns, por exemplo, três quartos das mulheres poderão ter sapinho, candidíase e vaginose bacteriana em algum estágio de suas vidas.

Fungos, bactérias e vírus são os agentes causadores dos problemas vaginais e somente um médico ginecologista poderá fazer o diagnóstico correto com análises clínica ou laboratorial.


Para um tratamento natural contra este tipo de fungo, a ingestão do óleo de orégano tem se mostrado eficiente devido a uma substância presente nele, o timol, que combate fungos patogênicos como o Cândida.


A melhor notícia é que o óleo de orégano demonstrou ser tão eficiente no auxílio ao combate à candidíase quanto alguns medicamentos encontrados em farmácias, com a vantagem de não ser tóxico e não ter efeitos colaterais. Além de auxiliar no combate ao Cândida, o óleo de orégano age ainda contra outros tipos de fungos, como os causadores da micose entre os dedos, o conhecido “pé de atleta”.



Toxicidade/Contraindicações


Nenhuma contraindicação foi identificada.


O orégano é reconhecido como seguro para consumo humano. Sensibilidade alérgica é rara, mas já foi relatada. A segurança e eficácia do orégano em doses acima das recomendadas não foi estabelecida, portanto gestantes devem evitar quantidades acima daquelas encontradas em alimentos.


Indicações de Uso


Óleo de Orégano em gotas >> 2 a 4 gotas, até 4 vezes ao dia.


Também pode ser manipulado em creme vaginal e em óvulos.



A sua saúde em boas mãos.



Fonte: Material do Fornecedor | Florien

1.195 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo