top of page

Dica Saudável | Citronela e seus benefícios


Nome Científico: Cymbopogon winterianus

Nomes Populares: Citronela, Capim-citronela, Cidró-do-paraguai, Citronela-de-java, Citronela-do-ceilão

Família: Poaceae

Categoria: Medicinal, Plantas Hortícolas

Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical

Origem: Ásia, Índia, Indonésia, Java, Sri Lanka

Altura: 0.9 a 1.2 metros, 1.2 a 1.8 metros

Luminosidade: Sol Pleno

Ciclo de Vida: Perene



As plantas são fundamentais para toda a vida na Terra. Elas geram oxigênio, alimento, fibras, combustíveis e remédios que permitem aos humanos e outras formas de vida existir. Elas também são essenciais para o controle da temperatura da Terra e o equilíbrio e dinâmica da água no planeta.


As substâncias encontradas nas plantas que permitem a cura ou tratamento de doenças variam de espécie para espécie e normalmente estão relacionadas com a defesa da planta e com a atração de polinizadores. Essas substâncias, quando possuem ação farmacológica, dão à planta a classificação de medicinal. O uso de plantas medicinais faz parte da história humana. A aspirina, originalmente extraída da casca de salgueiros, é um exemplo. A cura para diversas doenças pode vir de vegetais, esperando para serem descobertas. Estimulantes populares, tais como café, chocolate, tabaco e chá, também têm origem em plantas. A maior parte das bebidas alcoólicas são obtidas da fermentação de plantas, como lúpulo e uvas. Plantas nos fornecem muitos materiais naturais: algodão, madeira, papel, linho, óleos vegetais, alguns tipos de cordas e borracha são alguns exemplos.


Hoje na Dica Saudável iremos falar um pouco sobre outra planta medicinal muito conhecida por suas propriedades repelentes: a citronela. Seu nome científico é Cymbopogon nardus L, e ela pertence à família Poaceae, sendo nativa de países como Índia, Ásia, Indonésia e Sri Lanka.É conhecida por vários nomes, como capim-citronela, cidró-do-paraguai, citronela-de-ceilão e citronela-de-java.



Ela forma um touceira densa que pode chegar a ter por volta de 90 centímetros de altura com suas folhas longas e de coloração verde clara, lembrando ao capim –limão.Você consegue identificar a diferença pelo aroma, que é suave, com perfume de limão, diferente da citronela que é marcante e intenso. Ela contém grandes quantidades de óleo essencial Citronelal, responsável por suas utilizações repelentes. Sua composição química é dada pelos seguintes componentes: Limoneno - 2,0%, Linalol - 0,8%, Citronelal - 41,6%, Citronelol - 11,0%, Geraniol - 22,8%, Geranial - 0,9%, acetato de citronelila - 2,6%, acetato de geranila - 3,0%, elemol - 2,2%, bulnesol - 1,3%.



A forma da citronela mais utilizada é, além do chá das folhas, o óleo essencial extraído também de suas folhas, através de um processo industrial conhecido como “arrasto de vapor”, que separa o óleo através do vapor da água. Os óleos essenciais são considerados a "alma" da planta e são os principais componentes bioquímicos de ação terapêutica das plantas aromáticas e medicinais. Podem ser incorporados no seu dia-a-dia, trazendo vários benefícios para sua saúde física, mental e emocional



Citronela e suas propriedades


A planta é amplamente conhecida por suas propriedades repelentes de insetos, porém possui também atividade antimicrobiana, fungicida e terapêutica para dores reumáticas.


Mente: Tem efeito esclarecedor e revitalizante sobre a mente. Pesquisas apontam a citronela como uma forte aliada em tratamento alternativo contra depressão - e também para aliviar a ansiedade, tristeza e sentimentos negativos. O frescor da essência atua sobre os neurotransmissores, induzindo a um sentimento literalmente de 'frescor', aflorando sentimentos de felicidade e esperança. Traz sensação de limpeza para pessoas que se sentem sujas, impuras ou são inseguras. Acredita-se que ajude a limpar a mente e, portanto, pode ser eficaz contra dores de cabeça, enxaqueca e nevralgia.



Corpo: Fungicida, e inseticida, age como excelente repelente natural de insetos. Espanta insetos em geral, traças, formigas e mosquitos. Pode ser usado em coleiras de animais, afastando pulgas, carrapatos e mosquitos de cachorros. Bactericida, age como desinfetante e desorizador de ambientes. Uma gota em um chumaço de algodão colocado dentro de uma gaveta mantém as roupas cheirosas e repele traças e insetos. Além de ser reconhecida pelo aroma e como um excelente repelente de insetos, graças ao poder medicinal, no Oriente todo, a citronela também é utilizada para tratar problemas digestivos e menstruais.


Também funciona como tônico para o organismo em geral, equilibrando o coração e o sistema nervoso. Pode ter efeito semelhante nos sistemas digestivo e reprodutor e, por isso, pode ser útil no estágio final das doenças para ajudar a restabelecer a tonicidade, o humor e o equilíbrio. Suas propriedades anti-sépticas podem ser úteis no quarto de um doente ou enfermaria, afastando os germes, neste caso também sendo usado em um difusor. Suas qualidades desodorizantes e estimulantes podem refrescar pés suados e cansados, ativando, assim, todo o sistema. Antiinflamatório, também trata reumatismos e articulações é útil também em infecções, gripes e resfriados.



Pele: As propriedades antissépticas da citronela podem ainda combater infecções em feridas, sendo útil principalmente para a assepsia de cortes e lesões na pele.Ele pode ser usado em spray para repelir insetos ou para limpeza caseira de sua casa.



Principais indicações: Estimulante; respiratório; clareador/tônico mental; emagrecimento; estetica corporal; desintoxicação corporal; pele oleosa


O óleo essencial de Citronela combina bem com os óleos essenciais de bergamota, laranja, pinho, limão, palmarosa e lavanda.


Aroma: refrescante e cítrico.


Precauções: não deve ser utilizado por quem tem pressão alta e problemas cardíacos, pois pode acelerar os batimentos.



Citronela como opção natural de repelente de insetos


Com as temperaturas mais quentes, umidade e pele a mostra os mosquitos podem começar a incomodar mais e a citronela pode ser uma boa aliada no verão. A função do repelente é repelir espécies de insetos que tem em média 10 milímetros. Um pequeno tamanho, mas que pode fazer um grande incomodo.


É preciso entender que as condições climáticas características do verão brasileiro de fato favorecem a reprodução dos pernilongos. O calor acelera o processo reprodutivo deles, fazendo com que as fêmeas coloquem mais ovos e com que os ovos eclodam mais rapidamente. Além disso, as temperaturas que normalmente são constatadas pelos termômetros ao longo dessa estaçã