Dica Saudável | Imunidade em foco | A energia das plantas e suplementos naturais para fortalecimento



A energia das plantas e suplementos naturais no fortalecimento da imunidade


Ser imune é estar protegido. O nosso sistema imunológico tem essa função: é a defesa natural que o corpo tem para lutar contra agentes nocivos que causam infecções e doenças. Portanto, se ele estiver enfraquecido, a capacidade de defesa do nosso corpo diminui e nos tornamos mais vulneráveis ​​a certas doenças. A melhor forma de fortalecer o sistema imune e fazê-lo responder bem frente a microrganismos invasores é por meio da alimentação e prática de hábitos saudáveis.



Mas o que é de fato nosso sistema imunológico?


O sistema imunológico humano (ou sistema imune, ou ainda imunitário) consiste numa rede de células, tecidos e órgãos que atuam na defesa do organismo contra o ataque de invasores externos. Estes invasores podem ser microrganismos (bactérias, fungos, protozoários ou vírus) ou agentes nocivos, como substâncias tóxicas (ex. veneno de animais peçonhentos). As substâncias estranhas ao corpo são genericamente chamadas de antígeno. Os antígenos são combatidos por substâncias produzidas pelo sistema imune, de natureza proteica, denominadas anticorpos, que reagem de forma específica com os antígenos.


Quando o sistema imune não consegue combater os invasores de forma eficaz, o corpo pode reagir com doenças, infecções ou alergias.



E como o sistema imunológico funciona?


A defesa corporal é realizada por um grupo de células específicas que atuam no processo de detecção do agente invasor, no seu combate e total destruição. Todo este processo é denominado de resposta imune.


As células do sistema imune pertencem a dois grupos principais, os linfócitos e os macrófagos.


A inflamação é a forma que o sistema imunológico utiliza para enfrentar as infecções causadas por bactérias, fungos, vírus, protozoários ou príons. Ele detecta as partículas que são prejudiciais à saúde e, em resposta à sua invasão, reage atacando e as destruindo. A inflamação diminui apenas quando a ameaça desaparece.



Veja abaixo as células principais desse sistema e as principais funções de cada uma delas:


Macrófagos – são importantes na regulação da resposta imune. Estão presentes nos tecidos conjuntivos e no sangue (quando são chamados de monócitos) e, no sistema imune, possui a função de detectar e fagocitar (processo que engloba e digere substâncias no organismo) microrganismos invasores, células mortas e vários tipos de resíduos. Essas células são as primeiras a perceber a presença de agentes invasores.


Linfócitos - essas células, presentes no sangue, são um tipo de leucócito (glóbulo branco) e podem ser de três tipos principais:


Linfócitos B – a principal função desse tipo celular é a produção de anticorpos, quando maduros e ativos. Nesta fase são denominados plasmócitos.


Linfócitos T auxiliadores (CD4) – através de informações recebidas pelos macrófagos, são estimuladas a ativar outros tipos de linfócito T, os linfócitos T matadores (CD8) e os linfócitos B. São os linfócitos auxiliadores os responsáveis por comandar a defesa do organismo.


Linfócitos T matadores (CD8) – recebem este nome por serem responsáveis pela destruição de células anormais, infectadas ou estranhas ao organismo.


O sistema imunitário é composto por dois grupos de órgãos, os órgãos imunitários primários e os órgãos imunitários secundários. Os primeiros são assim denominados por serem os principais locais de formação e amadurecimento dos linfócitos. Já os segundos, são secundários por atuarem no sistema imunológico após a produção e amadurecimento dos linfócitos. Veja quais são os órgãos que compõem esses dois grupos:



Órgãos imunitários primários


Medula óssea – além da produção de células sanguíneas e plaquetas, a medula produz linfócitos B, linfócitos matadores. É nesse órgão que ocorre o processo de amadurecimento dos linfócitos B.


Timo – o timo é responsável por produzir linfócitos T maduros.



Órgãos imunitários secundários


Linfonodos – estão presentes nos vasos linfáticos; neles a linfa é filtrada, permitindo que partículas invasoras sejam fagocitadas pelos linfócitos ali presentes.


Tonsilas – possuem função semelhante aos linfonodos. Estão localizadas na parte posterior da boca e acima da garganta.


Baço – o baço filtra o sangue para remover microrganismos, substâncias estranhas e resíduos celulares, além de produzir linfócitos.


Adenoides – constituem de uma massa de tecidos linfoides protetores localizados no fundo da cavidade nasal. Têm como função ajudar a proteger o organismo de bactérias e vírus causadores de doenças transmitidas pelo ar.


Apêndice cecal – é uma pequena extensão tubular localizada no ceco, primeira porção do intestino grosso. Através da atuação das bactérias presentes nessa estrutura, microrganismos invasores são combatidos.



Sistema imunológico em ação


Um agente invasor, ao entrar no organismo, gera um mecanismo de defesa, a resposta imune. As substâncias invasoras são detectadas pelos macrófagos, que irão atuar em sua digestão parcial e na comunicação aos demais componentes do sistema imune da invasão sofrida, para que essas substâncias sejam totalmente destruídas e eliminadas. Após a atuação dos macrófagos, os linfócitos T auxiliadores entram em ação, ligando-se aos antígenos invasores. Este processo estimula a produção, pelos leucócitos, de compostos denominados interleucinas, que atuarão na ativação e estímulo para a produção de mais linfócitos T auxiliadores. Estes novos linfócitos intensificarão o combate aos antígenos e liberarão outros tipos de interleucinas, que estimularão a produção de linfócitos T matadores e linfócitos B. Depois de estimulados, estes linfócitos se multiplicam até que os antígenos sejam desativados e eliminados.


Parte dos linfócitos produzidos é armazenada, estes são um tipo de linfócito especial, denominados de células de memória. Estas guardam durante anos, ou pelo resto da vida, a capacidade de reconhecer agentes infecciosos com os quais o organismo já se deparou. Havendo um novo ataque por agentes conhecidos, as células de memória são estimuladas a se reproduzir, dando início ao processo de defesa do organismo, em um curto intervalo de tempo.



Porque o sistema imunológico é importante?


Diariamente o corpo humano é exposto a muitos micro-organismos causadores de doenças. Estes micro-organismos podem vir tanto do ambiente, como, por exemplo, quando ficamos em lugares muito fechados, como dos alimentos que ingerimos e que não foram higienizados corretamente. Além disso, o ritmo de vida acelerado, estresse, má alimentação e sedentarismo são fatores que cada vez mais fazem parte do estilo de vida moderno e que podem diminuir as nossas defesas. Mudanças de temperatura aliadas a uma baixa imunidade, podem fazer com que aparecem sintomas de: sinusite, resfriados e gripes normalmente seguidos de febre, indisposição e dores.


Muitos desses males podem ser combatidos quando se tem uma boa imunidade. O sistema imune do nosso corpo é responsável por nos proteger de diversas infecções provenientes das mais diferentes fontes. Ter uma imunidade fortalecida não é só importante no inverno, mas também durante todo ano e ao longo da vida.



O que fazer para turbinar a imunidade?


Além dos alimentos que aumentam a imunidade, como os ricos em proteínas, minerais, carboidratos e lipídios, outros hábitos considerados saudáveis são importantes para o aumento ou manutenção de uma boa imunidade:


  • ter uma boa higienização diária;

  • ter um sono de qualidade;

  • manter o corpo hidratado;

  • evitar o consumo de bebidas alcoólicas, frituras e comidas processadas;

  • evitar o estresse prolongado;

  • fazer exercício regularmente;

  • se expor ao sol pelo menos 15 minutos por dia.


Um corpo fraco é mais susceptível a doenças, por isso hoje na Dica Saudável trouxemos medidas simples que ajudam a manter uma vida saudável. É importante lembrar que o corpo e a mente estão ligados, de forma que além e seguir as dicas acima é preciso dar atenção também ao estresse e tensão que acontecem no dia a dia.



Óleos essenciais para elevar a imunidade


A adição de óleos essenciais à sua rotina diária pode ajudar seu corpo a reparar células e remover resíduos tóxicos do corpo.



Óleo Essencial De Canela


O óleo essencial de casca de canela provou ser um dos antibacterianos e antivirais mais poderosos entre os óleos essenciais.


Você pode usar no difusor em toda a casa e em limpeza de spray de receitas para manter superfícies livre de bactérias.


Basta adicionar 20 gotas a um borrifador de água (150ml), agitar bem e borrifar superfícies como maçanetas, bancadas, geladeira, pias, pisos, por exemplo.


Borrifar essa mistura é importante, pois, quanto menos germes para o seu corpo lidar enquanto estiver doente ajudarão você a se recuperar mais confortavelmente. Assim, evitará que outras pessoas em sua casa fiquem doentes também e ajuda no controle da imunidade.



Óleo Essencial De Cravo


Óleo essencial de cravo é uma das substâncias mais antioxidantes na terra. E por isso, tem muitas aplicações para a saúde bucal .


Para resfriados e gripes, por exemplo, este óleo essencial é um ótimo complemento para o gargarejo caseiro, devido às suas fortes propriedades antibacterianas, antivirais e anti-inflamatórias.


O cravo também ajudará a entorpecer e a aliviar a dor de garganta. Além disso vai aumentar a imunidade.


O cravo é tão poderoso que até consegue combater muitas bactérias resistentes a fármacos. Por isso, é perfeito para doenças resistentes como o estreptococo.


Você também pode usar óleo essencial de cravo como um expectorante para tosse, sinusite, assim como asma e bronquite.



Óleo Essencial De Eucalipto


O eucalipto é conhecido por sua capacidade de apoiar a saúde respiratória superior e interromper o congestionamento .


É também anti-inflamatório para os pulmões. Por isso, é um óleo essencial perfeito para uso em saunas, em banhos quentes, assim como em receitas de vapor facial e em concha no rosto durante resfriados e gripes, onde há muco presente.


O eucalipto aumenta a imunidade, além disso, também estimula seus anticorpos para ajudar a combater infecções.


O óleo pode ser usado como transportador em uma massagem no peito para suportar a respiração normal. Também é muito revigorante colocar 1 gota nas mãos, esfregá-las, colocar as mãos sobre o nariz e a boca e respirar.


Por fim, você pode aumentar a imunidade com óleos desintoxicantes de eucalipto combinando com outros óleos. Ao adicionar algumas gotas junto com óleo de limão, hortelã-pimenta, ou lavanda além de aumentar a imunidade, será ótimo para difundir e apoiar o sistema respiratório.


Você pode também adicionar ao seu spray de ambiente algumas gotas de óleo de eucalipto.



Óleo Essencial De Lavanda


Óleo essencial de lavanda tem um aroma calmante, o que o torna um excelente tônico para os nervos.


Portanto, ajuda no tratamento de enxaquecas, dores de cabeça, ansiedade, depressão, tensão nervosa e estresse emocional .


O aroma refrescante remove o esgotamento nervoso, assim como a inquietação. Além disso, aumenta a atividade mental.


Outro benefício desse óleos essencial é que ele é ótimo para digestão, sono e até alívio da dor.


Coloque duas gotas nos punhos duas vezes ao dia para apoiar as glândulas supra-renais. Ou aplique nas solas dos pés antes de dormir.



Óleo Essencial De Limão


Você também pode aumentar a imunidade com óleos desintoxicantes de limão. O óleo essencial de limão é um fantástico tônico linfático, o que significa que ajuda o seu corpo a remover os resíduos celulares do corpo durante o frio e a gripe .


O sistema linfático é responsável por enxaguar esses resíduos para que suas células possam ter um ótimo desempenho.


Aplicando 2-3 gotas de limão diluído em 1 colher de chá de óleo de transportador e aplicado na parte de trás do pescoço enquanto doente é uma ótima maneira de estimular a drenagem linfática.


Você pode até usar isso como uma massagem corporal, assim como usar com um pincel seco. Tenha em mente que você não deve estar sob a luz direta do sol, se você fizer isso, porque você vai queimar!


O óleo essencial de limão difuso também reduzirá bastante a náusea.



Óleo essencial de hortelã


O aroma do óleo essencial de Hortelã Pimenta, de nome científico Mentha Piperita é familiar e agradável à maioria das pessoas.Foram feitos estudo que demonstraram que o óleo essencial de Hortelã-pimenta tem atividade antimicrobianas e antivirais significativas. Também tem propriedades antioxidantes,ações anti-tumorais, antialérgicos e analgésicos.


Com uso diário evita gripes e resfriados comuns, e sua ação anti-inflamatória impede as crises de alergia associadas à inflamação das vias respiratórias.


O óleo essencial de hortelã é excelente para aliviar dores de cabeça e enxaquecas. Ao ser aplicado no local da dor(sempre diluído), o óleo essencial de hortelã pimenta causa frescor e diminui a pressão, aliviando dores. Também ajuda a tratar quem sofre de tensão e rigidez muscular, e alergias e urticárias.


Por sua capacidade anti-inflamatório, alivia os sintomas de doenças respiratórias como asma, bronquite, sinusite e tosse.



Óleo essencial de tomilho


O óleo essencial de Tomilho possui timol, uma substância antisséptica. Funciona como revitalizante e combate sensações de esgotamento e depressão. Fortifica os pulmões no tratamento de resfriados, tosses e inflamações de garganta. Aquece o corpo e ajuda a liberar o catarro.



Óleo essencial de Melaleuca


Tea Tree é um antigo remédio aborígine (Australiano). O povo bundjaling usava as folhas esmagadas como cataplasma para feridas infeccionadas e problemas de pele. Foi chamada de Tea Tree (árvore do chá) quando o capitão Cook e seus marujos ferveram as folhas para variar o seu chá cotidiano e descobriram uma bebida agradável e picante.


É um dos óleos essenciais mais pesquisados cientificamente e, em 1925, W. R. Penfold, um químico do governo australiano, foi o primeiro a publicar o fato de que o óleo de Tea Tree é 13 vezes mais forte do que o Fenol e o Ácido Carbônico. Em 1930, um artigo do Medical Journal of Austrália comentou sobre a sua eficácia como agente germicida. Em 1937, descobriu-se que pus, sangue e outros fluidos orgânicos de fato, ao serem tratados com a Melaleuca, diminuíam a infecção, aumentando assim o conhecimento do poder antisséptico do óleo em 10 a 12%. Após a Segunda Guerra Mundial, o interesse pelo óleo diminuiu com a difusão do uso do antibiótico, mas desde então o óleo de Tea Tree tem sido estudado por muitos povos, e se poderia dizer que se tornou a cura milagrosa dos anos 1990.



Receita de aromaterapia contra gripe

Num aromatizador ultrassonico, coloque cinco gotas dos óleos essenciais de Tomilho, Tea Tree e Laranja. Se preferir inalá-los no banho, bastam apenas três de cada.


O óleo essencial de Laranja é um tônico para todo o corpo e traz equilíbrio para essa sinergia junto com o poder antisséptico do tomilho e fungicida e bactericida da Melaleuca.



Quando o resfriado já começou

Entra em cena a inalação com vapor. Funciona assim: você enche uma tigela redonda de vidro com água quente, coloca umas 8 gotas do óleo essencial. Cobre a cabeça formando uma espécie de sauninha, e inala o vapor. É um ótimo descongestionante nasal. Eu gosto muito de fazer com hortelã-pimenta, que também é ideal para crises de tosse.

Sugestão de sinergia para uso tópico.

OE Tea tree 7 gotas

OE hortelã pimenta 3 gotas

OE Eucalipto 5 gotas

OE Lavanda 10 gotas

OV Abacate 30ml

Passar 3 a 5 gotas dessa sinergia nos pulsos, debaixo das orelhas, nas têmporas e na sola dos pés.


"Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio"


O bom e velho ditado de que seu alimento pode ser seu remédio também é uma alternativa para quem quer se manter saudável e com o sistema imunológico fortalecido.


A nutricionista Maria Julia Rosa compartilhou sobre a importância de estratégias nutricionais para a prevenção de doença que achamos muito importantes:


“Para a manutenção de um bom status nutricional e conseqüente funcionamento adequado do sistema imunológico, devemos consumir diariamente:


  • Vitamina C: frutas e verduras cruas.

  • Vitamina A: vegetais alaranjados (como cenoura, moranga, mamão, caqui) e verde-escuros(couve, brócolis,rúcula)

  • Ferro: feijões(leguminosas), vegetais verde escuros e produtos de cana(melado, caldo de cana)

  • Selênio: castanhas ( castanha do para), amêndoas, nozes, sementes. Consumir com moderação.

  • Zinco: castanhas e feijões( leguminosas)

  • Vitamina E: abacate e castanhas(oleaginosas)

Para um organismo saudável a dica é alimentar-se da forma mais integral e vegetal possível, tomar bastante água, descansar e praticar exercício físico. Reduza ou elimine bebidas alcoólicas e tabaco. Mantenha seus exames em dia.”



Alimentos alcalinos e seus benefícios a saúde do organismo


Os problemas típicos da alimentação moderna refletem diretamente no corpo. O consumo diário de alimentos embalados, enlatados, refinados e processados, proteínas animais e açúcares, faz com que a prática estenda ao corpo um efeito acidificante . Sendo o sangue, idealmente, um meio alcalino, o melhor seria que consumíssemos alimentos que colaboram neste sentido. Mas que alimentos são estes?


É comum pensar que um alimento ácido fará com que nosso sangue fique mais ácido e um alimento alcalino, mais alcalino, mas esta não é exatamente a lógica correta para esta questão. Um limão por exemplo, é um alimento originalmente ácido, porém o resíduo orgânico que restará no corpo após sua digestão, é alcalino, o que caracteriza o limão como um alimento "alcalinizante".


O organismo trabalha, constantemente, para manter o pH do sangue entre 7,3 e 7,4 (levemente alcalino). Este pH permite que as células consigam armazenar nutrientes em proporções adequadas para que elas realizem suas funções - como, por exemplo, a preservação dos ossos e músculos. "Em um meio ácido (pH inferior à 7), esse mecanismo fica comprometido, pois as células deixam de liberar toxinas, ficando inflamadas e com maior chance de aparecerem prejuízos como: ganho de peso, cansaço e envelhecimento precoce da pele, além de doenças mais graves, como osteoporose e câncer", afirma a nutricionista Mariana Duro, membro do Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional.


A acidez prejudica a oxigenação e a nutrição das células, com isso todas as funções ficam comprometidas e por isso, a dieta alcalina pode ser tão interessante. Por meio dessa “correção” alimentar, o organismo sofre uma desintoxicação, favorecendo o emagrecimento e fortalecendo o sistema imunológico.Além disso, a acidez sanguínea pode acabar refletindo na diminuição de absorção de diversas vitaminas e minerais, e também no desequilíbrio enzimático, hormonal e de defesa do organismo.


Uma dieta alcalina tem como principal objetivo diminuir a acidez do organismo, deixando o PH do sangue mais alcalino. Isso, no entanto, não significa restringir a alimentação a determinados grupos alimentares, mas promover o correto equílibrio, privilegiando alimentos mais alcalinos, como pepino, tofu, salsinha, entre outros.


Especialistas recomendam que os adeptos da dieta alcalina façam a ingestão de alimentos do dia com 60% de alimentos alcalinos e 40% ácidos.


Alimentos ácidos normalmente são aqueles industrializados e processados, com baixo valor nutricional.Abaixo segue uma lista de alimentos alcalinos para se adquirir na sua rotina alimentar.



Alimentos alcalinos:

Legumes

  • Caruru

  • Abacate

  • Aspargos

  • pimentas

  • Chuchu

  • Pepino

  • Folhas de dente de leão

  • Grão de bico

  • Couve

  • Alface (todos exceto Iceberg)

  • Cogumelos (todos, exceto Shitake)

  • Folhas de mostarda

  • quiabo

  • Azeitonas (e azeite)

  • Cebolas

  • Vegetais do mar (wakame / dulse / arame / hijiki / nori)

  • abóbora

  • Espinafre (use com moderação)

  • feijões

  • Tomate - apenas cereja e ameixa

  • Folhas de nabo

  • Abobrinha


Frutas

  • Maçãs

  • Bananas

  • Cerejas

  • Tamara

  • Groselha

  • Figos

  • Uvas com sementes

  • Limas

  • Manga

  • Melões

  • Laranja

  • papaias

  • pêssegos

  • peras

  • Ameixas

  • Coco (e Oleo de coco)


Nozes e sementes

  • Amendoas

  • Sementes de gergelim cru

  • Castanha de caju

  • Manteiga de gergelim crua “tahine”

  • Nozes / Avelã


Temperos

  • Manjericão

  • Folha de louro

  • Pimenta Caiena

  • Coentro

  • Cominho

  • Manjerona

  • Cebola em pó

  • Orégano

  • Pó de algas granuladas (algas / Dulce / Nori - tem "o sabor do mar")

  • Sal marinho puro

  • Sálvia

  • Manjericão doce

  • Tomilho


Açúcares

  • Xarope de agave 100% puro - (de cacto)

  • Data "Açúcar" (a partir de datas secas)

  • Xarope de bordo 100% puro - recomenda-se o grau B

  • Maple "Sugar" (a partir de xarope de bordo seco)


Guia Nutricional | Grãos alcalinos

  • Amaranto

  • Arroz Preto

  • Kamut

  • Quinoa

  • Centeio

  • Espelta

  • Teff

  • Arroz selvagem

Ervas para limpar e revitalizar meus órgãos

  • Raiz de bardana - limpador de sangue e fígado, diurético,

  • Bladderwrack (algas) - vitaminas e suplementos minerais

  • Chlorella (algas) - proteínas, vitaminas e suplementos minerais, desintoxicante

  • Açafrão (Curcumina) -antioxidante, apoia a saúde cerebral, cardiovascular e articular

  • Dente de leão - limpador de sangue e fígado

  • Sabugueiro (Sambucus nigra ) - fortalece o corpo contra resfriados

  • Linhaça - luta contra doenças cardíacas, câncer, diabetes, ácidos graxos essenciais

  • Kelp (algas) - vitaminas e suplementos minerais

  • Verbasco - remove muco do intestino delgado

  • Óleo de orégano - antiviral

  • Salsaparrilha - purificador do sangue, diurético, antibacteriano, antiinflamatório


Infusão de ervas


Para aumentar as defesas do nosso organismo e ainda manter o corpo quentinho, que tal além de bastante água e sucos, incluir os chás em sua rotina alimentar? Separamos os principais chás que auxiliam e fortalecem o sistema imunológico, mantendo as bactérias e vírus bem longe!



Chá de boldo


O chá de boldo é clássico e o primeiro em que pensamos quando sofremos com algum problema estomacal. Super eficaz quando o assunto é indigestão, esse chá também é um verdadeiro aliado das defesas naturais do seu organismo, atuando como imunomodulador e evitando gripes e resfriados causados pela exposição do nosso corpo a baixas temperaturas. Para ver de pertinho os resultados, consuma uma xícara por dia após o almoço.

Ingredientes

  • 1 colher (sopa) de boldo

  • 1 xícara de água

Modo de preparo

Para preparar este remédio caseiro adicione as ervas na xícara com água quente e abafe por aproximadamente 5 minutos.



Chá de equinácea


Um ótimo remédio caseiro para fortalecer ou regular o sistema imunológico é tomar o chá de equinácea e alho, pois a equinácea é uma planta adaptógena que ajuda a estimular o sistema imune, caso esteja fraco, ou diminuí-lo, caso esteja muito ativo, como acontece em casos de doenças autoimunes, por exemplo. Já o alho tem forte ação anti-inflamatória e antibacteriana que protege contra infecções.

Ingredientes

  • 1 colher (sopa) de equinácea;

  • 1 dente de alho;

  • 1 xícara de água fervente.

Modo de preparo

Ferva a água junto com o dente de alho e desligue o fogo. Depois, coloque a equinácea na água quente, tampe e deixe amornar por 5 minutos. Filtre e beba a seguir, sem adoçar.



Chá de ervas e maçã desidratada


Um bom remédio caseiro para aumentar o sistema imune é tomar o chá de equinácea fortificado com alcaçuz e ipê roxo.

Ingredientes

  • 1 punhado de maçã desidratada

  • 1 punhado de alcaçuz

  • 1 punhado de cascas de ipê roxo

  • 1 punhado de equinácea

  • 1 punhado de unha de gato

  • 1 litro de água fervente

Modo de preparo

Coloque todas as ervas e a maçã numa panela, cobrindo com água quente. Tape, deixe descansar por 20 minutos, coe e beba este chá delicioso!



Chá verde


O chá verde é um excelente remédio caseiro para fortalecer o sistema imunológico porque ele é rico em flavonoides que estimulam o funcionamento do sistema imunológico, deixando o organismo mais forte contra infecções causadas por vírus e bactérias.

Ingredientes

  • 2 colheres (sopa) de ervas ou um sachê de chá verde e

  • 1 xícara de água

Modo de preparo

Para preparar este remédio caseiro adicione as ervas ou sachê de chá verde na xícara com água quente e abafe por aproximadamente 5 minutos.

Esse remédio caseiro também é excelente para quem quer emagrecer e para diminuir os sintomas de fadiga.



Suplementação para imunidade

Composto Fitoterápico para Imunidade


Hoje as pessoas estão mais sujeitas a bactérias, fungos e vírus. A Boaformula desenvolveu uma composição que contém Echinácea e Própolis, ativos que associados melhoram a imunidade e agem no organismo evitando e tratando a ação dos microorganismos, em caso de gripes, resfriados, sinusites, rinites, asma e bronquite.

Age também melhorando dores estomacais, pois o própolis protege o sistema digestivo da ação da Pilori.


Sugestão de fórmula

Própolis........................200mg

Echinácea....................200mg

120caps.

Tomar 2 cápsulas no café da manhã e 2 cápsulas a noite. Indicado 4 meses ao ano.



PROBACILLUS


Pool de Lactobacilos que agem melhorando a absorção dos nutrientes e toda produção de Complexo B, além de estimular a produção de lactase. Indicado em caso de gripes, resfriados, sinusites, rinites, asma e bronquite. Hoje com estudos em casos de problemas de pele como dermatites. Tem ação protetora contra a ação da Eschericia Coli e Salmonelas. Indicado em casos de diarréias.


Sugestão de fórmula

Probacillus.......................2 BLHUFC

FOS........................................25mg

Fazer 30 caps. Tomar 1cap a noite. Tratamento de 4 a 6 meses.



VITAMINA C


Vitamina C ou Ácido ascórbico é uma vitamina que nosso organismo não consegue produzir.

Ela é encontrada em vários alimentos. Seu uso é indicado por sua ação antioxidante potente, eliminando os efeitos de radicais livres e agrotóxicos, melhorando a imunidade.


Sugestão de fórmula

Vitamina C............................. 1g

Bioflavonóides........................100mg

Fazer 60 doses. Tomar 1 dose(2caps) 1 a 2 vezes ao dia.



Glutamina


A suplementação de glutamina pode ser indicada para pessoas que passam por situações de intenso estresse, para pessoas que estejam com a imunidade muito baixa e também pessoas com problemas gastrointestinais.


>> Glutamina Manipulada


Glutamina em pó, a partir de 100g com dosador de 5g ou conforme indicação do profissional da saúde.

Você pode escolher com e sem sabor.

Deve ser diluída em água, suco ou adicionada ao seu shake, por exemplo.


>> Glutamina Rakkau


A Glutamina da Rakkau é um módulo de L-Glutamina para nutrição enteral e/ou oral de origem vegetal que fornece 5g do aminoácido por dosador.



Composição Revigorante


A Boaformula desenvolveu esse suplemento vitamínico formulado para prevenir ou tratar carências em vitaminas ou minerais, indicado para fortalecer o sistema imunológico e para ajudar o corpo a produzir mais energia. Não possui açúcar, calorias, lactose ou glúten na sua composição.


Contém: Cobre, Ácido Lipoico, Magnésio Ascorbato, Selênio Quelado, Picolinato de Cromo, Silício Orgânico, NAC, Manganês, Zinco Quelado, Quercitina, Coenzima Q10, Ácido Fólico, Vit B1, Vit B12, Nicotinamida, Pantotenato de Cálcio, Vit B6, Vit B2, Vit E, Silimarina, Potássio Quelado.


Indicado tomar 2 cásulas no café da manhã.



Composto Imuni - LANÇAMENTO


Composto desenvolvido em parceria da Farmacêutica Estela com profissionais da área da saúde, contém Vitamina C, Zinco Quelado, NAC, Echinacea e Bioflavonoides. Ativos que juntos turbinam o sistema imunológico, possibilitando o corpo a reagir aos ataques de bactérias, vírus e outros micróbios aos quais somos expostos diariamente.



Xarope Imuni Infantil - LANÇAMENTO


Xarope desenvolvido junto com o Composto para ser usado por crianças, contém Vitamina C, Zinco Quelado, NAC, Echinacea e Bioflavonoides. Ativos que juntos turbinam o sistema imunológico, possibilitando o corpo a reagir aos ataques de bactérias, vírus e outros micróbios aos quais somos expostos diariamente.



A sua saúde em boas mãos.



Fonte: Articulista Natália F. Jonas (Instagram @nfeksa)

Fale Conosco

 

WhatsApp:  (51) 99702.5060

                  

                   

Fones:        (51) 3095.2001

                   (51) 3311.7898

                   (51) 3311.1144

 

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta

8:30 às 18:00

Sábado

9:00 às 13:00

Redes Sociais

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Blogger

Orçamentos por e-mail

envie a sua fórmula aqui:

 

 

Contato com Equipe de Vendas

boaformula@boaformula.com.br

 

Sugestões, Reclamações e Dúvidas

sac@boaformula.com.br

Venha Trabalhar Conosco!

trabalheconosco@boaformula.com.br

Endereço

Boaformula Farmácia de Manipulação

Av. Independência, 1163

Bairro Independência

Porto Alegre - RS - Brasil

CEP 90035-077

Advertência:
• Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
• Imagens ilustrativas.
• Pessoas com hipersensibilidade à(às) substância(s) não devem ingerir o produto.
• Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
• Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
• Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da   luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
• Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
• Este medicamento não deve ser utilizado por gestantes e lactantes. 
• Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
• Os resultados dependem da correta utilização do produto, conforme descrito na posologia.
• Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Venda mediante prescrição do profissional habilitado
As informações acima são de caráter informativo sem intenção de induzir a automedicação, não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um profissional habilitado. 
O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto. RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.

Boaformula

Farmácia de Manipulação e Suplementos Nutricionais

A sua saúde em boas mãos.

Porto Alegre | RS

CNPJ 94.629.169/0002-30