FITASE + ZINCO | Aumento da eficácia e duração do efeito da Toxina Botulínica

Atualizado: 6 de jan. de 2020





A Fitase é uma enzima especial com tecnologia e processamento patenteado, que tem a capacidade de liberar os resíduos de fosfato e minerais a partir do ácido fítico (fitato). Os fitatos são encontrados em grãos e vegetais, estes compostos ligam-se fortemente aos minerais no trato intestinal e intereferem na absorção dos minerais e do zinco.


A fitase é uma enzima capaz de degradar os fitatos, facilitando a absorção intestinal do zinco e outros minerais.


Seu uso pode ser associado em fórmulas com Zinco quelado ou Zinco citrato, na concentração de 500UI a 1000UI ao dia.



Aumento da eficácia e duração do efeito da Toxina Botulínica


A toxina botulínica é um dos procedimentos estéticos mais realizados no mundo. Sua principal indicação é o tratamento das "rugas de expressão" da face, como os conhecidos "pés de galinha" ao redor dos olhos. A duração média dos efeitos de uma aplicação de toxina botulínica varia de 4 a 6 meses.


O zinco é um mineral importante para a ação da toxina no organismo humano. Desta forma, quando temos concentrações insuficientes, poderíamos observar um efeito menos pronunciado ou mais curto da toxina botulínica. São alimentos ricos em zinco: carnes, ovos, cereais integrais, legumes e o feijão.

Um estudo publicado em 2012 analisou o efeito da suplementação de zinco e fitase na duração do efeito da toxina botulínica em 77 pessoas. Em mais de 90% destes indivíduos foi observado um aumento de 30% na duração dos efeitos da toxina. Os fitatos, ao se ligarem ao zinco, impedem a máxima absorção do mineral pelo corpo humano. Com a Fitase, os fitatos são quebrados, potencializando a relação entre a toxina e o zinco (existente no organismo e na medicação). Esse ligamento estende o efeito proporcionado pela injeção da toxina.



Estudos & Eficácia


A enzima Fitase associada ao zinco proporciona um suporte nutricional, pois disponibiliza zinco na concentração ideal para aumentar a eficácia de injeções de toxina botulínica no tratamento de espasmos blefarospasmo, hemifacial ou procedimentos cosméticos em rugas.


Estudo piloto recente, utilizando a Fitase e zinco, demonstrou que o aumento dos níveis de zinco durante procedimento e cinco(5) dias antes das aplicações de toxina botulínica resultou em um aumento do efeito do tratamento, bem como a duração. Importante, o estudo incluiu o blefarospasmo, espasmo hemifacial e cosmético.


Outro estudo concluído, constituído de 77 pacientes, também mostrou que a Fitase provocou um aumento significativo no efeito das injeções de toxina botulínica. De fato, a duração do efeito aumentou de 23,6% no estudo piloto sendo de 30% no estudo final.



Benefícios da Fitase + Zinco


A administração de Fitase associada ao zinco é segura, pode levar a diminuição das injeções e da dose de toxina. Esta associação também atua diminuindo a variabilidade e aumentando a resposta aos efeitos do tratamento.


Composição

Fitase.................................................3000UI

Zinco Citrato.....................................50mg

Frasco com 10 cápsulas


Modo de usar

Tomar 1 cápsula 2x ao dia. Iniciar 5 dias antes da aplicação, sendo que o último dia de uso deve ser o dia da aplicação ou fornecer no dia da aplicação e permanecer tomando por 5 dias.


Contra-indicação

Não foram encontrados relatos significativos



A saúde de seus pacientes em boas mãos.



_________________________________________________________________________

Referências Bibliográficas

1. Koshy JC, Sharabi SE, Feldman EM, Hollier LH, Patrinely JR, Soparkar CNS.

2. Effect of dietary zinc and phytase supplementation on botulinum toxin treatments.J Drugs Dermatol 2012 Apr 1; 11(4):507-12.

248 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo