top of page

Gastrofort | Evolução do gengibre para sintomas da Dispepsia Funcional




Você sabe o que é Dispepsia funcional?


A dispepsia funcional (DF) é um transtorno gastrointestinal sem causa orgânica ou alteração metabólica, com a presença de sintomas como sensação desagradável de persistência prolongada de alimentos no estômago, desconforto e queimação epigástrica, além de sensação de que o estômago está cheio logo depois de iniciar-se a refeição, situação conhecida como saciedade precoce. Embora o tratamento englobe várias abordagens medicamentosas e não medicamentosas, ainda pode apresentar falhas, evidenciando a necessidade de terapias eficazes no controle da doença. Devido ao crescente número de evidências que apoiam o uso do gengibre como uma alternativa natural ao tratamento de distúrbios gastrointestinais, foi desenvolvido Gastrofort, extrato de Zingiber officinale cujo método de extração altamente tecnológico resulta em teor superior de fitoquímicos (26%) comparado aos extratos de gengibre convencionais. Para comprovar sua eficácia em pacientes com dispepsia funcional, seu estudo clínico foi realizado e está publicado no Journal of Dietary Supplements (2020).


Vamos conhecer o Gastrofort?


Gastrofort é um extrato obtido do rizoma do gengibre (Zingiber officinale Roscoe) com padronização em gingeróis e shogaóis altamente biodisponíveis em no mínimo 26%. Um dos diferenciais de Gastrofort para os demais extratos de gengibre está na tecnologia de obtenção. Primeiramente, é empregada a tecnologia de extração usando dióxido de carbono supercrítico, um solvente inerte que não agride o meio ambiente e que resulta em um extrato de qualidade, sem resíduos químicos ou impurezas. Em seguida, o extrato passa por um processo de produção único e patenteado com a tecnologia Aqueosome®, que promove sua solubilidade, aumentando e controlando a absorção dos gingeróis (Figura 1).



Figura 1 – Ilustração do processo de obtenção de Gastrofort e comparação com outros processos de obtenção convencionais.


Tecnologia Aqueosome®: favorece o aumento da solubilidade através da formação do compelexo trimolecular. Este processo patenteado de complexação baseia-se no tratamento da oleoresina do gengibre, obtida do rizoma e rica em gingeróis, com um cátion bivalente (magnésio) e fosfolipídios obtidos a partir da lecitina de girassol.


Outras características de Gastrofort: o produto é parcialmente solúvel em água, não irradiado, livre de maltodextrina, livre de alérgenos, livre de BSE-TSE (encefalopatia espongiforme bovina), livre de OGM (Organismo Geneticamente Modificado), certificado Halal, em conformidade com altos padrões para níveis residuais de pesticidas, metais pesados e contaminantes.


Mecanismo de ação


Náuseas, vômitos e hipomotilidade digestiva na dispepsia funcional resultam em uma alteração temporária da complexa rede integrada de receptores colinérgicos M3 e receptores serotonérgicos 5-HT3, 5-HT4 no corpo. O gengibre e seus constituintes atuam dentro do trato gastrointestinal, pelo aumento do tônus gástrico e motilidade devido a ações anticolinérgicas e antiserotonérgicas, como já comprovado em estudos que os principais constituintes químicos lipofílicos do gengibre tais como gingerol-6, gingerol-8, gingerol-10 e shogaol-6 modulam todos estes receptores (Nikkhah Bodagh et al., 2018).


Além disso, estudos mostraram que o 6-shogaol, um importante fitoquímico do gengibre, inibiu a infiltração de leucócitos em tecido inflamado acompanhado pela formação de edema. Em avaliações in vitro e in vivo, o fitoquímico reduziu mediadores inflamatórios, tais como COX-2 ou iNOS, afetados pela sinalização de NFκB e MAPK e aumentou níveis de HO-1 (citoprotetor). Outros estudos demonstraram ações anti-inflamatórias envolvendo PPAR-γ, JNK/Nrf2, p38/HO-1, e NFκB (Bischoff-Kont, Fürst, 2021).


A Figura 2 mostra os possíveis mecanismos de ação do extrato de gengibre na dispepsia funcional.



Figura 2 – Possíveis mecanismos do extrato de gengibre na DF: redução do infiltrado inflamatório e modulação de receptores muscarínicos.



Aplicações


• Sintomas da dispepsia funcional:

• Dor epigástrica;

• Desconforto epigástrico;

• Plenitude pós-prandial;

• Distensão abdominal;

• Saciedade precoce;

• Eructação excessiva;

• Vômito;

• Náusea;

• Pirose/azia.



Posologia


200 mg ao dia, antes da principal refeição.



A sua saúde em boas mãos.



Fonte: Material do Fornecedor | Infinity Pharma


227 visualizações0 comentário

תגובות


bottom of page