top of page

Histamina - Muito além das alergias | Conheça adiDAO®




Enzima DAO é uma mudança de paradigma. Uma nova abordagem terapêutica para diversas patologias crônicas associadas a deficiência da DAO e intolerância à Histamina.


A deficiência de DAO é um distúrbio metabólico que afeta 16% da população global e está envolvida como causa de uma grande variedade de sintomas.


adiDAO® oferece uma eficácia clinicamente testada e comprovada para auxiliar no tratamento das patologias associadas a deficiência de DAO.


DAO é uma flavo-proteína/enzima que catalisa a oxidação aeróbica de enzimas, principalmente histamina, ao correspondente aldeído e amônia. Diamina Oxidase é sintetizada principalmente nas células do muco intestinal.



A HISTAMINA


A principal barreira contra a histamina no intestino é a enzima DAO que degrada o excesso proveniente da alimentação ou a produção endógena exacerbada. Essa enzima inibe a permeabilidade transepitelial de histamina exógena a qual evita sua passagem no sistema circulatório.


A histamina é responsável pelas respostas alérgicas do corpo a antígenos e lesões, sendo um “mensageiro” químico encontrado em grande quantidade nos seres vivos e tem um papel importante no sistema imunológico do ser humano, pois ela é responsável pelo trabalho de expulsar substâncias tóxicas ao corpo. Seu excesso no organismo pode causar rubor da face e calores por vasodilatação, hipotensão com aumento dos batimentos cardíacos, urticária, rinite com rinorreia, refluxo esofágico, enxaquecas, sintomas de ansiedade, entre outros.


A histamina age em todos os receptores presentes em nosso organismo, tendo H1 presente nas células endoteliais, musculatura lisa e SNC; H2 está localizado na mucosa gástrica, músculo liso vascular, músculo cardíaco, mastócitos e SNC; H3 encontra-se em neurônios histaminérgicos, SNC e SNP e H4 está presente em células hematopoiéticas.


Os sintomas da intolerância à histamina (HIT) são amplos, porém os mais frequentes são os gastrointestinais, como distensão abdominal observada em 92% dos pacientes e plenitude pós-prandial, diarreia, dor abdominal e constipação (55-73%).


Comprometimentos dos sistemas nervoso e cardiovascular, como tonturas, dores de cabeça e palpitações, foram registrados em segundo lugar, seguidos por sintomas respiratórios (congestão nasal, coriza ou prurido no nariz) e dermatológicos (rubor especialmente da cabeça e do peito).



SUPLEMENTAÇÃO DE adiDAO® - ENZIMA DAO


A LEMMA sempre em busca de soluções inovadoras traz ao mercado brasileiro adiDAO® que é a enzima diamina oxidase, tornando possível a suplementação da DAO que é considerada a principal enzima extracelular para a degradação intestinal da histamina e outras aminas biogênicas provenientes da alimentação.


adiDAO® é uma nova opção que complementa os tratamentos de uso crônico de corticoides e antialérgicos sem os efeitos colaterais e restabelecendo os níveis da enzima diamina oxidase.


adiDAO® melhora a degradação da histamina, em patologias como:


• Enxaqueca e dores de cabeça causadas por deficiência de DAO;

• Síndrome do intestino irritável (SII) e outros distúrbios digestivos;

• Alterações respiratórias, sinusite, congestão nasal e espirros;

• Dermatite atópica, pele seca, psoríase;

• Fibromialgia, fadiga crônica e dores musculares generalizadas;

• Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH);

• Efeitos induzidos pela ingestão aguda de álcool e deficiência de DAO.



DEFICIÊNCIA DE DAO


A origem primária da deficiência de DAO é devida a fatores genéticos (variantes do gene DAO associadas à baixa atividade enzimática) e é diagnosticada pelo Estudo Genético Molecular da Atividade da Diamina Oxidase (DAO) (AOC1-V).


A origem secundária da deficiência de DAO pode ser devida ao consumo de drogas que inibem a enzima DAO, a ingestão de alimentos ricos em histamina e/ou outras aminas biogênicas, ou a ingestão de alimentos que inibem a DAO, como o álcool. Certas patologias que afetam o muco intestinal, como Doença de Crohn, Colite Ulcerativa e Cirurgias Intestinais também estão na origem da deficiência de DAO. Para o diagnóstico dessas causas secundárias, é realizada uma análise da atividade da DAO no plasma.


Em pessoas saudáveis, a histamina proveniente da alimentação é degradada pela enzima DAO, no entanto, em pessoas com baixa atividade da enzima DAO existe o risco de sofrer acúmulo plasmático de histamina, referida até recentemente como “intolerância à histamina”.


A maior atividade de DAO está presente no intestino delgado e cólon ascendente, placenta e rins. A diminuição da atividade da DAO pode ser um potencial marcador de lesão da mucosa intestinal por processos inflamatórios, malignos ou por quimioterapia (Kovacova-Hanuskova E. et al.; 2015).



POSOLOGIA


4,2 mg até três vezes ao dia, 20 minutos antes das principais refeições. Não exceder 12,6 mg ao dia.



PROTOCOLOS


Fórmula para Síndrome do Intestino Irritável, Disbiose e Inflamação associada à deficiência da enzima DAO e ao controle da Intolerância à Histamina


adiDAO® 4,2 mg

Excipiente qsp 1 cápsula gastro-resistente

Ingerir uma dose 20 minutos antes das principais refeições


Fórmula complementar:

Bio MAMPs AKK Akkermasia muciniphila 25 mg

GliSODin 250 mg

Excipiente qsp 1 dose

Ingerir uma dose uma a duas vezes ao dia.



Fórmula para enxaqueca, dores de cabeça e zumbidos associada a deficiência da enzima DAO


adiDAO® 4,2 mg

Excipiente qsp 1 cápsula gastro-resistente

Ingerir uma dose 20 minutos antes das principais refeições


Fórmula complementar:

Neuro PSICARE 200 mg

GliSODin 250 mg

Vitamina B6 1,4 mg

Vitamina B12 1 mcg

Chá Verde 50 mg

Metilfolato 400 mcg

Excipiente qsp 1 dose

Ingerir uma dose uma a duas vezes ao dia.



A sua saúde em boas mãos.



Fonte: Material do Fornecedor | Lemma

1.923 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page