Sensibilidade ao Glúten? | Conheça o Zoomzyme Glu10®



Zoomzyme Glu10® é um blend de enzimas exclusivamente projetado em torno de três aspectos funcionais principais: as enzimas Protease e Aspergilopepsina para a quebra das proteínas gerais, a Peptidase DPP IV para a clivagem das ligações prolina das proteínas do glúten para facilitar a digestão, e os Triglicerídeos de Cadeia Média que são ácidos graxos ricos em fibras para apoiar a digestão e a supressão do apetite.



O que é Glúten?



O glúten é encontrado mais comumente no trigo e outros grãos relacionados, tais como cevada e centeio. A palavra glúten vem da palavra latina para cola, e é tipicamente definido como uma proteína elástica que sobra após o amido ser removido ou lavado da farinha de trigo. São as propriedades adesivas do glúten que possibilitam aos produtos assados tais como pães e bolos permanecerem unidos, adicionando textura e uma mastigabilidade característica.


Embora o único grão que se considera ter glúten verdadeiro seja o trigo, o glúten também é usado em uma ampla variedade de outros alimentos como um espessante ou ligante, realçador de sabor e suplemento proteico.



Efeito do Glúten na Digestão


O glúten de fato consiste de diversas proteínas diferentes – os dois grupos principais das proteínas do glúten são gliadina e glutenina. As proteínas do glúten são extremamente difíceis de digerir. As proteínas não digeridas do glúten fazem o sistema imune atacar o revestimento interno do intestino delgado, resultando em variados níveis de sensibilidade ao glúten. Quebrar estas proteínas ajuda na digestão destas e portanto a aliviar os sintomas associados à sensibilidade ao glúten e prevenindo maiores danos ao corpo.



Proteases são enzimas que quebram proteínas, mas proteases que podem quebrar peptídeos enriquecidos com prolina são necessárias para quebrar as proteínas ricas em prolina do glúten. A pesquisa mostra que os peptídeos ricos em prolina do glúten são a principal razão para a sensibilidade ao glúten.



Enzimas para Digestão de Proteínas


A maneira mais rápida de quebrar o glúten é clivar suas ligações peptídicas internamente e externamente. Zoomzyme Glu10® contém tanto endopeptidases quanto exopeptidases para criar o padrão correto de clivagem por endopeptidase próximo aos aminoácidos de cadeia longa que precisam ser hidrolisados pela exopeptidase, produzindo rápida degradação do glúten.



Dipeptil Peptidase (DPP IV) - uma glicoproteína de membrana intrínseca e uma serina exopeptidase que cliva os dipeptídeos X-prolina do N-terminal dos polipeptídeos.


Blend de Protease - uma mistura de proteases das cepas Aspergillus niger e Aspergillus oryzae - essas enzimas quebram os resíduos de fosfato dos ácidos fíticos na produção de proteínas isoladas (também conhecidas como exoproteases) e decompõem as proteínas em polipeptídeos menores e aminoácidos (também conhecidos como endoproteases). pH ótimo de ação: 4,5 – 6,0.


Aspergilopepsina - Enzima protease funcional de baixo pH usada para a quebra de proteínas em condições ácidas. pH ótimo de ação: 3,0.



Sensibilidade ao glúten não celíaca


A sensibilidade ao glúten não celíaca pode ser definida como desordens morfológicas, imunológicas ou funcionais que respondem à exclusão do glúten, na ausência de doença celíaca e alergia ao trigo. Diferentemente da doença celíaca, os indivíduos não apresentam anticorpos celíacos específicos nem a clássica atrofia das vilosidades do intestino Delgado.


Na sensibilidade ao glúten, os pacientes são incapazes de tolerar o glúten e desenvolvem uma reação adversa que normalmente não leva a danos no intestino delgado. Os sintomas aparecem logo após a ingestão de glúten e desaparecem com a retirada do glúten da dieta. Ao realizar um teste de provocação com glúten, esses sintomas reaparecem nas próximas horas ou poucos dias subsequentes.


Os sintomas são similares aos observados na Síndrome do Intestino Irritável (SII) incluindo dor abdominal, flatulência, alterações do hábito intestinal (diarreia ou constipação), e manifestações sistêmicas tais como, confusão mental, cefaleia, cansaço, dores musculares e nas articulações, dermatite, depressão e anemia.


Não existe, até o momento, conhecimento dos mecanismos fisiopatológicos desse transtorno nem um marcador bioquímico que possibilite caracterizar seu diagnóstico laboratorial.


O tratamento preconizado é a eliminação do glúten da dieta do paciente ou a melhora do processo de digestão. Enzimas digestivas específicas para o glúten podem auxiliar!



Indicações


O Zoomzyme Glu10® é indicado para pacientes com sensibilidade ao glúten não celíaca.



Diferenciais de Zoomzyme Glu10®


• Atua em uma faixa ampla de pH.

• Degrada proteínas competitivas como proteína do ovo, da soja e do leite.

• Por se tratar de um blend de enzimas que atua em diversos pHs, a sua ação é muito mais eficaz quando comparada a ação de enzimas isoladas.



Concentração Recomendada


O produto contém a enzima DPP IV, portanto, pacientes com diabetes devem consultar o médico antes de fazer o uso.


É recomendada uma dosagem de 350 mg de enzima. O Zoomzyme Glu10® deve ser utilizado em cápsulas de HPMC ou gelatinosas. A dosagem de 350 mg de Zoomzyme Glu10® é capaz de digerir 10 g de gliadina.


A enzima Zoomzyme Glu10 ® não pode ser utilizada por pacientes com doença celíaca como forma de tratamento ou cura. A enzima é indicada para reduzir o desconforto digestivo causado por uma sensibilidade ao glúten não celíaca. ALERTA: Zoomzyme Glu10® não substitui uma dieta sem glúten.



A sua saúde em boas mãos.



Fonte: Material do Fornecedor | Via Farma

Fale Conosco

 

WhatsApp:  (51) 99702.5060

                  

                   

Fones:        (51) 3095.2001

                   (51) 3311.7898

                   (51) 3311.1144

 

Horário de Funcionamento

Segunda à Sexta

8:30 às 18:00

Sábado

9:00 às 13:00

Redes Sociais

  • Preto Ícone Instagram
  • Preto Ícone Blogger

Orçamentos por e-mail

envie a sua fórmula aqui:

 

 

Contato com Equipe de Vendas

boaformula@boaformula.com.br

 

Sugestões, Reclamações e Dúvidas

sac@boaformula.com.br

Venha Trabalhar Conosco!

trabalheconosco@boaformula.com.br

Endereço

Boaformula Farmácia de Manipulação

Av. Independência, 1163

Bairro Independência

Porto Alegre - RS - Brasil

CEP 90035-077

Advertência:
• Nunca compre medicamento sem orientação de um profissional habilitado.
• Imagens ilustrativas.
• Pessoas com hipersensibilidade à(às) substância(s) não devem ingerir o produto.
• Em caso de hipersensibilidade ao produto, recomenda-se descontinuar o uso e consultar o médico.
• Não use o medicamento com o prazo de validade vencido.
• Manter em temperatura ambiente (15 a 30ºC). Proteger da   luz, do calor e da umidade. Nestas condições, o medicamento se manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.
• Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.
• Este medicamento não deve ser utilizado por gestantes e lactantes. 
• Este medicamento não deve ser utilizado por menores de 18 anos sem orientação médica.
• Os resultados dependem da correta utilização do produto, conforme descrito na posologia.
• Se persistirem os sintomas, o médico deverá ser consultado.

Venda mediante prescrição do profissional habilitado
As informações acima são de caráter informativo sem intenção de induzir a automedicação, não se trata de propaganda e sim descrição do produto, consulte sempre um profissional habilitado. 
O estabelecimento farmacêutico deve assegurar ao usuário informação e orientação quanto ao uso dos medicamentos solicitados por acesso remoto. RDC 44 de 17 de agosto de 2009, Artigo 58.

Boaformula

Farmácia de Manipulação e Suplementos Nutricionais

A sua saúde em boas mãos.

Porto Alegre | RS

CNPJ 94.629.169/0002-30