top of page

Dica Saudável | Cuidados com a pele no verão


Cuidados com a pele no verão



Na terça-feira, dia 21 de dezembro de 2021, tivemos o solstício de verão demarcando o final de nossa primavera e o início da estação mais quente do ano, o verão. O Solstício é considerado o auge do verão, o momento em que o Sol, durante seu movimento na esfera celeste, atinge a maior declinação em latitude, medida a partir da linha do Equador. É quando o hemisfério está inclinado cerca de 23º na direção do Sol, fazendo com que receba mais raios solares. Por conta disso, este dia é mais longo que a noite. Ao longo de todo verão, observamos esse fenômeno que influencia trazendo dias mais extensos ao longo dessa estação, e as noites mais curtas.


Nessa época, podem ser observadas mudanças repentinas do tempo, ocorrendo chuvas de rápida duração, conhecidas como chuvas de verão ou convectivas. Apesar de serem rápidas, costumam ser intensas e acontecem, normalmente, no fim da tarde, quando os índices de evaporação das águas (rios, lagos, mares) estão mais altos. Devido a maiores temperaturas, observa-se maior evaporação de água o que gera aumento da umidade relativa de ar e maior incidência pluviométrica em algumas regiões. (Geografa Rafaela Sousa)


É muito interessante perceber como o meio externo influencia também nos cuidados que iremos ter com a nossa pele, esse maior órgão do corpo que é um manto que conecta o interno com o externo, nos protege e cuidando. Observando a natureza e seu comportamento, podemos nos inspirar e entender com mais clareza as necessidades do nosso corpo também. A pele é um organismo vivo, ela não é algo fixo, mas flexível, que varia diante de fatores internos (alimentação ou emoções por exemplo) e fatores externos (vento ou sol por exemplo).


Nessa Dica Saudável queremos trazer algumas dicas para cultivar o cuidado com o corpo no verão, essa estação repleta de vida, força e potência para podermos seguir com muita saúde! Sua pele merece atenção e cuidados durante os 365 dias do ano. Mas no verão é preciso atenção redobrada! Nessa estação, junto com o calor, aumenta a exposição solar, onde muitos aproveitam para desfrutar de uma praia ou refrescar o corpo na piscina. Mas cuidado, o sol, cloro, areia e mar podem deixar a pele ressecada, áspera e sem viço.



Exposição ao sol


O primeiro ponto que é importante da gente mencionar é relacionado com a exposição solar. As maiores temperaturas dessa estação, são devido a posição do Sol em relação a Terra, possibilitando maiores incidência da radiação solar. Há regiões em que os termômetros marcam mais de 40 °C.


A exposição solar é muito importante para a saúde do corpo, inclusive se falamos de humor e sono!


Estamos sempre falando sobre os danos que uma exposição solar prolongada pode trazer para a nossa pele e nossa saúde como um todo, né? Só que essa exposição não traz apenas malefícios, tampouco o sol precisa ser visto como um vilão. Uma frase que podemos nos inspirar e levar como reflexão é do médico-físico Paracelso: A diferença entre o remédio e o veneno, está na dose. Com o sol também, o excesso pode gerar queimaduras e mal estar, por exemplo, como também a falta da exposição solar por um tempo prolongado pode colaborar para os desequilíbrios na saúde do corpo e mente, sendo muitos problemas relacionados a falta de vitamina D no corpo.


A radiação solar é essencial para a vida no planeta.


“A maior parte da vitamina D é produzida pela pele, sendo mais de 90% pela exposição solar habitual, importante para sintetizar essa vitamina. Ela é um nutriente com função de hormônio e pode ajudar a melhorar o sistema imunológico”, explica Maria Zanella, professora e coordenadora do Curso de Medicina da Escola de Medicina da PUCRS.



A importância da Vitamina D na saúde do corpo


A vitamina D é uma vitamina lipossolúvel, naturalmente presente em alguns alimentos, adicionada em outros, e também está disponível como suplemento. Ela é produzida endogenamente quando os raios ultravioletas atingem a pele e ativam sua síntese. Entre as fontes alimentares que contém a vitamina D está o leite (enriquecido), peixe, ovos e cogumelos, sendo estes a única fonte vegetal da vitamina.


A Vitamina D tem funções regulatórias vitais, participando decisivamente do funcionamento de vários órgãos e sistemas. Por isso, alguns cientistas e estudiosos sugerem que a vitamina D seja considerada um “hormônio”. Afinal, ela controla diversos genes, inclusive células do sistema cardiovascular.


Veja mais em sobre a importância da Vitamina D aqui.


Uma forma muito eficiente de produzir a quantidade necessária desta vitamina é pela exposição solar diária. É indicado se expor ao sol entre 15 minutos a 1 hora por dia, dependendo do tom de pele. É muito importante que pelo menos braços e pernas estejam expostos, pois a quantidade de vitamina D que será absorvida é proporcional a quantidade de pele que está exposta. Sabemos, no entanto, que diante de rotinas corridas de trabalho e enfrentando ainda uma pandemia global, pode-se parecer desafiador até mesmo esses 15 minutos diários. Como uma alternativa, temos alimentos e suplementos para auxiliar a manter os níveis de Vitamina D saudáveis no corpo.



Suplementação de Vitamina D

Os suplementos de vitamina D podem ser utilizados em casos de constatação de carência da substância ou no tratamento de algumas doenças. A falta do nutriente é constatada após exame de sangue.


É importante ressaltar que os suplementos devem ser tomados após a orientação médica para evitar o consumo de superdosagem. Fale com o seu profissional da saúde de confiança.


Importante atentar que assim como a exposição pode ser saudável, as vezes podemos nos estender um pouco mais e se tornar nocivo a nossa saúde. Por isso, é importante manter a pele hidratada e protegida!


Hidratação da pele


Independente da estação, a nossa pele sempre precisa de cuidados para se manter hidratada. A hidratação da pele pode parecer ser uma simples questão de vaidade, mas na realidade é um hábito necessário e também uma questão de saúde.